Domingo, 30 de Agosto de 2009

Incentivos

O contribuinte suporta: Mário Lino admite intervenção do Governo na greve da TAP. Aqui há uns dias, a notícia era esta: Presidente da TAP acusa sindicatos de fazerem política em ano eleitoral. Pois se o governo cede, porque raio não haviam os sindicatos de fazer greve? O contribuinte é que paga e cala-se. E a TAP e a Groundforce mantêm-se no vermelho.

publicado por Jorge Assunção às 10:54
link do post | comentar | ver comentários (16)
Segunda-feira, 23 de Março de 2009

Não querem definir um valor para o ano 2109?

UGT espera que o próximo Governo “seja sensível” ao aumento do salário mínimo

João Proença destacou que “o objectivo de 500 euros ficou fixado no acordo tripartido de 2006”, no qual “ficou fixado claramente que seriam atingidos os 450 euros em 2009 [já em vigor] e dito que o objectivo era chegar aos 500 euros em 2011”.

É que só faltava que com a previsão para um 2009 péssimo em termos de actividade económica, um 2010 que não se espera muito melhor e um 2011 que não se sabe o que esperar, já existisse um valor definido para o salário mínimo em 2011. É também curioso ver propostas de salário mínimo para 2014, esta gente gosta mesmo de viver no mundo virtual. Eu cada vez percebo menos isto - qual era mesmo o mal das negociações ano a ano?

publicado por Jorge A. às 00:10
link do post | comentar | ver comentários (26)
Quinta-feira, 23 de Outubro de 2008

Os Sindicatos que se vão... utilizar a F Word algures por aqui

UGT defende aumentos salariais superiores a três por cento para 2009

A UGT (União Geral de Trabalhadores) defendeu hoje aumentos salariais superiores a três por cento para os trabalhadores da função pública em 2009, assim como um "aumento extraordinário" das pensões, aproveitando a folga proporcionada pelo crescimento das receitas da Segurança Social.
Para Ana Avoila, coordenadora da Frente Comum de Sindicatos da Administração Pública, afecta à CGTP, "não há argumento possível para o governo apresentar um aumento de 2,9 por cento". Por discordar deste valor, a estrutura sindical vai reunir-se amanhã para agendar uma manifestação ou greve para a segunda quinzena de Novembro.

Mas esta gente vive em algum universo alternativo? A mademoiselle Ana Avoila não vê nenhum fucking motive para aumentos salariais de "apenas" 2,9 por cento? Are you joking with me? É que eu ando sem vontade nenhuma de me rir, se ainda não perceberam...

publicado por Jorge A. às 22:05
link do post | comentar | ver comentários (8)
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Mais sobre mim

Contacto

jorgeassuncao@europe.com

Subscrever feeds

Pesquisar neste blog

Links

Arquivos

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Secções

desporto(383)

politica nacional(373)

cinema(291)

economia(191)

música(136)

ténis(132)

humor(131)

futebol(130)

eleições eua(118)

estados unidos(115)

portugal(115)

blogs(109)

miúdas giras(93)

jornalismo(88)

politica internacional(87)

governo(79)

televisão(74)

blogosfera(69)

oscares(68)

pessoal(55)

todas as tags

blogs SAPO