Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Despertar da Mente

"Democracy and socialism have nothing in common but one word, equality. But notice the difference: while democracy seeks equality in liberty, socialism seeks equality in restraint and servitude." Alexis de Tocqueville

"Democracy and socialism have nothing in common but one word, equality. But notice the difference: while democracy seeks equality in liberty, socialism seeks equality in restraint and servitude." Alexis de Tocqueville

Despertar da Mente

13
Set08

Back to Oil

Jorge A.

Anarec faz queixa à Concorrência se combustíveis não baixarem até 3ª feira

«Admitimos que os preços não possam baixar exactamente para o mesmo valor de Janeiro, porque nessa altura o dólar estava muito mais fraco do que agora. Mas tem de haver uma forte aproximação», disse ainda. Recorde-se que, em meados de Janeiro, o preço da gasolina em Portugal rondava 1,373 euros por litro e o do gasóleo 1,179 euros. Contas feitas, e face aos valores actuais, de 1,458 e 1,309, respectivamente, os dois combustíveis poderiam registar descidas de quase 8,5 cêntimos e 13 cêntimos por litro.

O quê que esta gente da Anarec quer mesmo? E ao quê que a jornalista Paula Gonçalves Martins se refere quando fala em descidas que se "poderiam registar"? Fiquemos pelos factos: o preço do barril de petróleo de Brent em euros é hoje cerca de 10% mais caro do que era em Janeiro. Assumindo os valores dados pela jornalista relativos ao preço médio da gasolina e do gasóleo como certos, a variação de preço da gasolina entre Janeiro e Setembro deste ano foi de pouco mais de 6% (aquém dos 10% de variação no preço do barril), e o gasóleo teve uma variação ligeiramente superior de 11%. Tenho fé que um dia os jornalistas aprendem a fazer contas e os senhores da Anarec também. E a explicação para o preço do gasóleo registar subida mais acentuada do que o da gasolina também não me parece dificil de acertar. É que contrariamente à lenda, o preço do barril do petróleo é só um dos influenciadores do preço de revenda final, o que mais importa é a famosa lei da oferta e da procura, e o que se sabe é que cada vez há mais carros a gasóleo do que a gasolina.

 

07
Ago08

Humor Britânico

Jorge A.

The Oil Price: Nothing to smile about (negrito meu): 

According to one recent study a 10% increase in the price of oil reduces American demand for the stuff by only about 0.3-0.8%. But a decline in American income has a bigger effect. The United States will guzzle 430,000 fewer barrels a day this year, according to analysts at Lehman Brothers. Signs of this new temperance are already visible. Luxury pick-up trucks and SUVs now account for 12-13% of car sales (seasonally adjusted) compared with 18% last year, they point out. And on July 28th, the Department of Transportation reported that Americans drove 9.6 billion fewer miles (15.5 billion km) in May than they had a year before. Speculation does not drive the oil price. Driving does.
25
Jun08

Preço do Petróleo II

Jorge A.

Ainda a propósito do preço do petróleo, dois artigos:

 

"This tells us that the rise in oil prices isn’t the result of runaway speculation; it’s the result of fundamental factors, mainly the growing difficulty of finding oil and the rapid growth of emerging economies like China. The rise in oil prices these past few years had to happen to keep demand growth from exceeding supply growth." Paul Krugman no New York Times

 

"But, much as politicians would like to blame speculators, it's just not so. For starters, there's nothing about futures or options that makes it any more attractive to bet that commodity prices will go up than to bet they'll go down. Guess wrong on the direction, and you lose money." Alan Reynolds no New York Post

 

(via: Greg Mankiw

24
Jun08

Preço do Petróleo

Jorge A.

É a especulação responsável pelo nível do preço do petróleo? Não apostem nisso. (via: LRC Blog). Reproduzo o sumário executivo do estudo em questão:

 

  • Record-high oil prices demand a target, and some politicians are increasingly pointing the finger at speculators in the commodities futures markets. But high oil prices are due to restricted supply, booming demand, and a weakening dollar.
  • There is no hard evidence that speculators are responsible for high oil prices. If the price of oil truly were above the level that the fundamentals could support, we would see growing inventories of crude. But inventory levels show no such pattern.
  • Speculators provide a vital function. By buying when prices are low and selling when prices are high, they actually make oil prices less volatile. Large investment funds provide liquidity to the commodities futures markets, and allow producers and consumers to concentrate on their core businesses.
  • Government restrictions on investment in the oil futures market will only hurt consumers by making the oil market less efficient. New regulations will do nothing to ease oil prices in the long term.

     

    Ainda hoje na RTP um politico, neste caso António Vitorino, dava conta da especulação que afectava o preço dos petróleo e que tinha origem no mercado de futuros. Mas como quase sempre, se os governos decidirem actuar sobre esse mesmo mercado, o resultado será prejudicial para o consumidor final. Nada que preocupe os politicos, o objectivo é mostrar que fazem, mesmo que façam mal... e o zé povinho que, certamente por sofrer com o preço alto do petróleo, anda com a palavra especulação na boca, mesmo sem fazer ideia ao que se refere, vai atrás e aprova.

  • Mais sobre mim

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Links

  •  
  • Outras Casas

  •  
  • Blogs

  •  
  • Em Inglês

  •  
  • Think Tank

  •  
  • Informação

  •  
  • Magazines

  •  
  • Desporto

  •  
  • Audiovisual

  •  
  • Ferramentas

    Arquivo

    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2009
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2008
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2007
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2006
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D