Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Despertar da Mente

"Democracy and socialism have nothing in common but one word, equality. But notice the difference: while democracy seeks equality in liberty, socialism seeks equality in restraint and servitude." Alexis de Tocqueville

"Democracy and socialism have nothing in common but one word, equality. But notice the difference: while democracy seeks equality in liberty, socialism seeks equality in restraint and servitude." Alexis de Tocqueville

Despertar da Mente

30
Nov09

O mentiroso compulsivo

Jorge Assunção

Na sexta-feira, após a derrota do governo no Parlamento com o fim do PEC e a suspensão por um ano do novo Código Contributivo, José Sócrates acusou a oposição de irresponsabilidade por ter decidido aumentar a despesa, muito embora seja claro que as medidas tomadas, quanto muito, levam a uma diminuição da receita (no caso do Código Contributivo, nem isso, impediu foi um aumento de receita). Confesso que fico surpreendido quando vejo gente que tenho por séria a acreditar no sujeitinho que nos governa. É que o homem não precisa de proferir mais de duas frases para ser apanhado a mentir.

14
Nov09

Um ser omnisciente

Jorge Assunção

Se um ser omnisciente perguntasse: José Sócrates é uma pessoa séria? E em troca de resposta correcta oferecesse a vida eterna (imaginando que a vida eterna é uma prenda muito preciosa), qual seria a resposta pela qual o leitor optaria: sim ou não?

 

Eu sei qual seria a minha resposta, e apesar da minha resposta colocar-se no plano da aparência, do incerto, e na vida real não existir o tal ser omnisciente a quem recorrer para passar a minha resposta para o plano do ser, do concreto, a resposta que dou a tal pergunta não deixa de me incomodar profundamente. Um incómodo que há muito não consigo esconder.

13
Set09

Novo governo, novos ministros

Jorge Assunção

Há quem diga que Ferreira Leite precisa de um tradutor, dada a sua inabilidade em passar uma mensagem coerente. Já Sócrates é a coerência em pessoa: Gabinete esclarece que palavras de Sócrates sobre «novos ministros» não significam remodelação total. Ora, ora, senhor primeiro, não é preciso pôr os gabinetes a esclarecer o que disse, nós todos percebemos e eu particularmente concordo, dia 27 de Setembro: novo governo, novo primeiro-ministro.

 

Adenda: O secretário-geral do PS frisou hoje que um Governo saído de um acto eleitoral é sempre novo, inclusivamente com um novo primeiro-ministro, e recusou a interpretação de que, se vencer as eleições, mudará todos os ministros. Com um novo primeiro-ministro? Ahahah.

05
Set09

A ler

Jorge Assunção
04
Set09

O que ganha o governo com o afastamento de MMG

Jorge Assunção

Não me parece que o governo tivesse como motivo impedir a divulgação de qualquer reportagem específica para esta sexta-feira, o que, dadas as repercussões do caso, dificilmente não deixará de ser divulgada. Parece-me antes que a motivação seria mais esta:

 

Dia 11 de Setembro, Manuela Moura Guedes não vai ter espaço de antena para colocar o processo Freeport na agenda noticiosa.

 

Dia 18 de Setembro, Manuela Moura Guedes não vai ter espaço de antena para colocar o processo Freeport na agenda noticiosa.

 

Dia 25 de Setembro, Manuela Moura Guedes não vai ter espaço de antena para colocar o processo Freeport na agenda noticiosa.

03
Set09

Comunicação social anti-Sócrates

Jorge Assunção

1. O Sol perdeu a publicidade do BCP porque levantou e manteve o processo Freeport na agenda noticiosa.

 

2. A editora de política da TSF, Teresa Dias Mendes, zangou-se com o Sócrates e vai ficar sem o cargo.

 

3. Na TVI conseguiram mandar embora o Moniz e acabar com o Jornal Nacional da Manuela Moura Guedes.

 

4. E o Público vai sobrevivendo porque a família Azevedo é das poucas que não lambe as botas ao poder político.

21
Ago09

Porto Livre

Jorge Assunção

Depósitos avultados por explicar nas contas de Carlos Guerra

 

Segundo o SOL apurou, Carlos Guerra alegou, nas declarações já prestadas no processo, que o dinheiro se referia a partilhas antecipadas que o sogro foi obrigado a fazer após a falência de uma sua empresa – uma explicação considerada frágil.

 

Há quem tenha um primo na Suiça, há quem tenha sogros com empresas falidas. E há quem pense, como eu, que José Sócrates está envolvido até à raiz dos cabelos neste caso.

05
Ago09

De direita

Jorge Assunção

Muitos queixam-se que Sócrates governa o país à direita. Lembram-me aqueles que dizem que a União Soviética, enquanto experiência, foi uma má aplicação do comunismo. Ou seja, o comunismo deles, aplicado convenientemente presume-se, teria resultado diferente do que teve na União Soviética ou do que tem em Cuba ou na Coreira do Norte. A renovação comunista passa, portanto, por pretender aplicar as mesmas ideias, fingindo que noutros lados não foram aplicadas com os resultados que se conhecem. Assim são os que criticam Sócrates e o PS, perante um tão estrondoso fracasso das suas políticas de esquerda, dizem que as políticas foram de direita. Mas no fundo, tivessem eles o poder para governar, e nada fariam de muito diferente. Ou fazendo, os resultados ainda seriam piores.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

  •  
  • Outras Casas

  •  
  • Blogs

  •  
  • Em Inglês

  •  
  • Think Tank

  •  
  • Informação

  •  
  • Magazines

  •  
  • Desporto

  •  
  • Audiovisual

  •  
  • Ferramentas

    Arquivo

    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2009
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2008
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2007
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2006
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D