Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Despertar da Mente

"Democracy and socialism have nothing in common but one word, equality. But notice the difference: while democracy seeks equality in liberty, socialism seeks equality in restraint and servitude." Alexis de Tocqueville

"Democracy and socialism have nothing in common but one word, equality. But notice the difference: while democracy seeks equality in liberty, socialism seeks equality in restraint and servitude." Alexis de Tocqueville

Despertar da Mente

05
Set07

Igualdade?

Jorge A.
A Eo replicou a propósito deste meu post sobre a injustiça da equivalência dos prémios no US Open entre homens e mulheres afirmando que "a não discriminação implica igualdade nos prémios". Não posso estar mais em desacordo, passo a explicar porquê.

1. Os encontros entre os homens jogam-se à melhor de cinco sets, os das mulheres à melhor de três sets (eu poderia argumentar que a não discriminação implica igualdade na duração dos encontros - mas bem sei que, em média, fisicamente a mulher não é igual ao homem - para bem de todos nós).

2. A competitividade do sector masculino ainda é bastante mais elevada que a competitividade no sector feminino (para verificar tal facto basta consultar a lista dos resultados de todos os grand slam da época até agora).

3. Como último ponto - e para mim o mais importante, e relacionado com os 2 anteriores (que garantem este - e que sozinhos não serviriam para explicar nada) - o sector masculino tem níveis de audiência superiores aos do sector feminino (acrescentando-se a este maior nível de audiência, o maior nível de cobertura televisiva porque os encontros são mais prolongados). Resumindo, por qualquer motivo, há mais pessoas a preferirem ver os homens jogar do que as mulheres.

Ora destes três pontos resulta obviamente que das receitas geradas pelo torneio para suportar os prémios de jogo pagos a jogadoras e jogadores no fim do torneio, a contribuição do sector masculino para o apuramento desse bolo é maior que a contribuição do sector feminino - os patrocinadores só existem porque existe cobertura televisiva e audiências - se no fim, os dois lados levam igual fatia do bolo, há um lado que está a ser claramente discriminado, e esse lado não é o das mulheres (proponho desde já a criação de um grupo pela não discriminação dos homens nos torneios de grand slam - as mulheres já criaram um lobby faz muito tempo e deram-se bem).

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

  •  
  • Outras Casas

  •  
  • Blogs

  •  
  • Em Inglês

  •  
  • Think Tank

  •  
  • Informação

  •  
  • Magazines

  •  
  • Desporto

  •  
  • Audiovisual

  •  
  • Ferramentas

    Arquivo

    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2009
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2008
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2007
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2006
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D