Domingo, 10 de Maio de 2009

F1

É impressão minha ou a fórmula 1 este ano está desinteressante? É que eu percebo que tivessem de mudar as regras para dar hipótese às equipas com menos recursos, mas quando as regras, de confusas, permitiram que algumas equipas (especialmente uma) ganhasse ascendência sobre todas as outras, qual o interesse disso? Ainda não vi um único GP este ano e nem tão cedo penso ver um.

Secções: ,
publicado por Jorge A. às 10:46
link do post | comentar | ver comentários (3)
Domingo, 2 de Novembro de 2008

Compensada a do ano passado

Fórmula 1: Hamilton venceu título nas últimas curvas

 

O ano passado, recordo, Hamilton teve o campeonato nas mãos e no fim deixou-o fugir para o piloto da Ferrari, Kimmi Raikonnen, na última prova. Hoje, o titulo à última volta da última corrida era de Filipe Massa, um piloto tão mau, mas tão mau, que para encontrar outro igualmente mau como campeão do mundo teriamos de recuar até Damon Hill em 1996. Contudo a vitória numa reviravolta espectacular na última curva sorriu a quem a mereceu. E garantiu imagens como estas:

 

A Ferrari a festejar o titulo:

 

O pai de Massa a festejar o titulo:

 

A namorada podre de boa de Hamilton a festejar o titulo:

 

Reacção do pai de Massa quando percebe que o filho não ganhou o titulo:

Secções: ,
publicado por Jorge A. às 23:42
link do post | comentar | ver comentários (11)
Domingo, 7 de Setembro de 2008

Na Secretaria

Os senhores da FIA, vezes e vezes sem conta, tem um historial de decisões que favorece a Ferrari. Num dos melhores grandes prémios da época, decidem desvirtuar o resultado final com uma decisão estúpida (estúpida por ser desprovida de justificação e ser um incentivo ao amorfismo dos pilotos de fórmula 1). Para além das ultrupassagens alcançadas nas boxes, existem também as ultrupassagens na secretaria. O mundial de pilotos está renhido porque a FIA assim o quer. Uma pessoa vezes e vezes sem conta emociona-se demasiado com estas merdas, perdoem-me a sinceridade, mas eu quero que estes tipos se fodam, e eu vou-me foder para a modalidade.

Secções: ,
publicado por Jorge A. às 19:09
link do post | comentar | ver comentários (5)

The Ice Man, The Rain Man, The Best Man

 

Em Monte Carlo, em Silverstone e agora em Spa-Francorchamps, tivemos as corridas mais exigentes de toda a temporada de Fórmula 1. E em todas elas tivemos o mesmo vencedor, Lewis Hamilton. Não é mero acaso, o piloto inglês demonstrou inequivocamente ter estofo de campeão e a atitude irreverente caracteristicas dos grandes pilotos - atitude que para encontrar paralelo é necessário recuar até Senna nos gloriosos anos da modalidade. Hoje, Hamilton podia perfeitamente ter ficado contente com o segundo lugar, deixar Raikonnen ganhar e manter a distância para Massa. Mas mal viu a oportunidade atacou Raikonnen, arriscou imenso, a diferença entre a glória e a desilusão esteve próxima, mas no fim foi o dito ice man (Raikonnen) quem claudicou, e foi o segundo classificado Filipe Massa que amedontrou-se. Era óbvio que Massa podia ter atacado Hamilton naquela última volta à chuva, tinha óbvias hipóteses de ultrupassá-lo ou pelo menos forçá-lo com a pressão a cometer o mesmo erro que Raikonnen havia cometido quando pressionado. Massa não o fez, no fim ficou mesmo feliz com o segundo lugar, que na prática garantiu-lhe o estatuto de liderança na equipa da Ferrari. Mas se Massa ganhar este campeonato mundial de pilotos frente a um piloto como Hamilton, é a antitese de tudo o que eu procuro quanto assisto fórmula 1. É verdade que a fórmula 1 hoje não tem a emoção de outros tempos, mas não é menos verdade que se a emoção é para reconquistar espaço neste espectáculo, se as ultrupassagens são para passar a ser feitas em pista e não nas boxes, se o vencedor deve ser o melhor piloto e não o melhor carro, se o que conta verdadeiramente é a condução e não as afinações no carro, então Hamilton tem de ser o piloto de todo o verdadeiro amante de fórmula 1. E todo o amante deve aguardar impacientemente para que a Ferrari se decida por mandar embora pelo menos um dos seus dois pilotos actuais e contrate Fernando Alonso para os seus quadro imediatamente.

Secções: ,
publicado por Jorge A. às 14:22
link do post | comentar
Domingo, 6 de Julho de 2008

O tipo é muito bom. Ponto final. Parágrafo.

 

Lewis Hamilton answered his critics and got his title campaign back on track with a superb British Grand Prix win.

Secções: ,
publicado por Jorge A. às 14:56
link do post | comentar | ver comentários (3)
Domingo, 5 de Agosto de 2007

Ao Rubro

Julgo, pelas muitas horas revistas de videos sobre a história da fórmula 1, que houve um período no tempo que pode ser considerado o melhor na história da modalidade. Esse período é aquele que ficou marcado pela rivalidade Prost vs Senna - em parte pela rivalidade, em parte porque Senna só por sí foi o melhor (ou pelo menos o mais mediático) piloto que alguma vez passou pela modalidade.

Os anos que se seguiram, dominados por Schumacher sem rival à altura, ou ganhos por pilotos mediocres, cujo exito advinha de correrem com o melhor carro da prova, tiraram (pelo menos no que a mim diz respeito) algum encanto à modalidade. O ano passado a coisa já foi diferente. Alonso, venceu, mas só no último grande prémio confirmou tal triunfo sobre um Schumacher renascido que buscava o seu oitavo titulo.

Curiosamente, este ano eu esperava uma batalha entre o melhor piloto, Alonso (ao serviço da McLaren), e o melhor carro, Ferrari (o guiado por Raikonnen, pois a Massa falta-lhe o que se costuma chamar de estofo de campeão). Nada mais errado. A batalha deste ano, tal como aquela que animou a modalidade entre 1988 e 1989 é entre os dois colegas de equipa da McLaren. Fernando Alonso e Lewis Hamilton. E tal como há quase 20 anos atrás a rivalidade não está isenta de controvérsias. Isto promete, e eu torço sem sombra de dúvidas pelo inglês...
Secções: ,
publicado por Jorge A. às 02:01
link do post | comentar
Sábado, 7 de Julho de 2007

Sobre a nacionalidade

O norte-americano Tiger Woods com a suiça Mirka Vavrinec a apoiarem o suiço Roger Federer na final do US Open de 2006 contra o norte-americano Andy Rodick.

A fórmula 1 está de volta ao seu melhor e eu cada vez gosto mais do britânico Lewis Hamilton - e o capacete amarelo fica-lhe bem.

Image Hosted by ImageShack.us

PS: sobre a vitória de Venus em Wimbledon, fica para amanhã, logo após a "sweet revenge" do suiço sobre o espanhol.

publicado por Jorge A. às 17:31
link do post | comentar
Sábado, 7 de Outubro de 2006

Força Schumi

Pois é, a Ferrari dominou a qualificação do Grande Prémio do Japão. Se bem que para ser sincero, se na China muito do dominio da Renault na qualificação se deveu aos pneus Michellin, aqui muito do dominio avassalador da Ferrari deve-se aos pneus da marca nipónica Bridgestone. Falta saber se Schumacher e a Ferrari saberão aproveitar melhor os dois primeiros lugares na grelha de partida do que a Renault.
Os resultados podem ser encontrados aqui.
Secções: ,
publicado por Jorge A. às 08:59
link do post | comentar
Quinta-feira, 5 de Outubro de 2006

Fórmula 1

Começei a assistir a fórmula 1 por causa de um piloto: Ayrton Senna (ainda não tinha eu 10 anos, vejam só!!!)

Hoje, lembro-me daquele dia fatidico em que Senna perdeu a vida ao comando do Williams, quando tinha Michael Schumacher a persegui-lo. Sei que não estava a ver o Grande Prémio, estava a viajar de carro. Mas lembro-me de ouvir o locutor da rádio anunciar que Senna tinha tido um acidente no Grande Prémio... foi um choque quando descobri a gravidade do acidente.

De Senna também me recordo do seu jeito para a chuva. De um grande prémio no Mónaco em que Prost, com o melhor carro (Williams), ia à frente por larga margem. Mas a chuva começou a cair, e Senna (McLaren na altura), demonstrou porquê que é o melhor piloto de sempre em condições de chuva, e ganhou a prova ultrupassando vários pilotos que estavam à sua frente e deixando Prost a dezenas de segundos de distância. Lembro-me que nesse ano (1993) Prost ganhou o mundial de politos para grande desgosto meu. Prost ficava com 4 titulos na sua carreira e abandonava a Fórmula 1 de vez. Senna só tinha 3 titulos, o que me irritava, porque na altura, e ainda hoje, não percebia, como é que um piloto como Prost conseguira mais titulos que Senna, se bem que a baixa performance do carro McLaren verão 1992 e 1993, e aquela vergonhosa decisão de dar o titulo de 1989 a Prost em desfavor de Senna, ajudassem a explicar tal facto. Mas tudo parecia ir mudar... Senna ia mudar para a Williams (que tinha o melhor carro), e seria imparável... iria corrigir essa vergonha de ter apenas três titulos. Mas na primeira temporada na Williams, um adversário de peso surgia, de seu nome Michael Schumacher... mas então logo numa das primeiras provas do Mundial de 1994 deu-se o acidente.

Não me recordo de Schumacher a festejar no podium, mas tenhos amigos que confirmam-me que sim. Mas lembro-me que já não gostava de Schumacher antes disso. E porquê? Porque pura e simplesmente o meu favorito era o Senna, e o Schumacher era o principal rival de Senna naquele ano. É como me perguntarem porquê que não torço pelo FêCêPê, sendo eu benfiquista desde que me recordo a assistir futebol. É como explicar porquê que não gostava de Martina Hingis, quando a minha tenista favorita era Steffi Graff, o que me levava a ficar diante do ecrâ a ver aquela tenista sem emoção nenhuma Lindsay Davenport, e ter de torcer por ela. É como explicar porquê que não gostava de André Agassi por ser o principal rival de Pete Sampras... ou como detestava Federer por passarem a vida a dizer que ele é o melhor de todos, blá, blá, blá... a tal ponto que evitava ver os jogos em que tal personagem participava.
Isto tudo para dizer o quê?
Que desde 1994 não me divertia tanto a ver fórmula 1. Sim... é verdade que ainda me diverti em 1996 com a vitória de Damon Hill ou em 1997 com a vitória de Jacques Villeneuve, mas era simplesmente porque não curtia Schumacher. Tambêm em 1998 e 1999 com as vitórias de Hakkinen, mas outra vez o maldito motivo. Depois 5 anos com o meu ódio de estimação Schumacher a arrasar, e aquilo não tinha graça nenhuma, só se podia explicar por ter o melhor carro. Em 2005 Schumacher não ganhou, mas foi Fernando Alonso, e este fez o mesmo que Schumacher: arrasou a concorrência, o que não tem graça nenhuma... e eu até não vou muito com o espanhol.
Mas este mundial voltei a acompanhar com a paixão que conseguia ter quando via Senna em criança... e dou por mim a torcer que nem um louco do primeiro ao último segundo para que tudo corra bem ao meu piloto favorito. E que agora, chegado a 2 provas do fim do mundial de 2006, vou torcer para que Schumacher ensina ao espanholito o que é guiar um carro... e é já este fim de semana em Suzuka, Japão, que as coisas vão começar a acontecer.
Como é que passei a gostar de Schumacher? Se calhar da mesma forma que agora adoro ver Federer jogar, torço por Martina Hingis e fiquei triste com a eliminação de Agassi no Open dos EUA. É, sempre gostei de grandes campeões... e nisto dos desportos individuais, é dificil a transição de um idolo para o outro... principalmente quando os primeiros idolos foram os que nos levaram a gostar de um determinado desporto.
Claro que isto do futebol é mais fácil... porque o SLB é eterno. Por isso não contem comigo a apoiar o FêCêPê... vá... talvez num joguinho das competições europeias.
Secções: ,
publicado por Jorge A. às 17:55
link do post | comentar
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Mais sobre mim

Contacto

jorgeassuncao@europe.com

Subscrever feeds

Pesquisar neste blog

Links

Arquivos

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Secções

desporto(383)

politica nacional(373)

cinema(291)

economia(191)

música(136)

ténis(132)

humor(131)

futebol(130)

eleições eua(118)

estados unidos(115)

portugal(115)

blogs(109)

miúdas giras(93)

jornalismo(88)

politica internacional(87)

governo(79)

televisão(74)

blogosfera(69)

oscares(68)

pessoal(55)

todas as tags

blogs SAPO