Sexta-feira, 18 de Setembro de 2009

Vale a pena ver ciclismo

Controlo anti-doping apanha Nuno Ribeiro. A continuar assim, talvez não. É que como se já não baste que o camisola amarela de uma volta a Portugal seja apanhado com doping, a suspeição fica sobre todos, pois nada me garante que os testes anti-doping consigam identificar todos aqueles que recorrem a processos ilegais para aumentar a performance individual. Não sendo politicamente correcto, confesso que preferia que deixassem-se de controlos anti-dopings. Se os ciclistas preferem pedalar dopados, enfim, é a vida.

Secções: ,
publicado por Jorge Assunção às 11:31
link do post | comentar
Quarta-feira, 25 de Julho de 2007

O mais negro

Let no one mistake it: This was one of the blackest days in the 104-year history of the Tour de France.

Assim começa o artigo do IHT sobre o dia de hoje da volta a França. Um dos dias mais negros. Assim era porque Cristian Moreni, um ciclista da Cofidis, fora apanhado nas malhas do doping (mais um caso a somar a Vinokourov), e a sua equipa, tal como a Astana, havia abandonado o Tour. Para além disso, um grupo de ciclistas franceses e alemães recusou hoje participar na corrida - um claro sinal de descontentamento face à liderança de Rasmussen. Tal como escrevi no último post, não via nada assim desde 1998. Nesse ano, houve uma etapa feita a ritmo de passeio, em forma de desagrado com o que se passava. Mas na altura os ciclistas queixavam-se da perseguição sem limites que a organização do tour praticava contra os ciclistas, como se a acusação de doping pendesse sobre tudo e todos. Descobre-se hoje que, se a organização do tour pecou (bem, quem mais pecou foi a UCI, mas isso é uma história mais comprida), pecou por defeito. Passados nove anos sobre esse ano dramático - o de 1998 - o tour não teve um dos dias mais negros, mas sim o mais negro de toda a sua história.

Quando Samuel Abt, o repórter do Herald Tribune, escreveu o artigo, ainda não sabia que Michael Rasmussen, o camisola amarela e vencedor da etapa de hoje, iria a ser posto fora da corrida pela sua equipa - a Rabbobank. Parece que a alegada estadia no México como desculpa para a ausência dos dois controlos anti-doping a que fora convocado era mentira - o ciclista encontrava-se em Itália.

Para um desporto que vive da publicidade - são empresas que dão o nome à maior parte das equipas de ciclismo - estes escandalos só diminuirão a atractitividade do desporto. Gostava que o que sucede agora fosse um epílogo para o que veio à tona da água em 1998. Mas temo que tempos negros se avizinham para o ciclismo. Onde o doping não é a excepção, mas sim a regra.

Secções: ,
publicado por Jorge A. às 23:32
link do post | comentar
Terça-feira, 24 de Julho de 2007

Tristeza Profunda

Vinokourov dá positivo em controlo anti-doping

A equipa de ciclismo da Astana, que liderava colectivamente o Tour, decidiu abandonar esta tarde a Volta à França, na sequência do anúncio do controlo anti-doping do seu líder, o cazaque Alexander Vinokourov, que revelou a prática de uma transfusão sanguínea homóloga.

Tempos houve em que o ciclismo era o meu segundo desporto favorito - logo a seguir ao futebol. Em Portugal vibrava com os ataques de Joaquim Gomes na Serra da Estrela durante a volta a Portugal, enquanto na volta à França sempre preferi os trepadores - especialmente Richard Virenque ou Marco Pantani. Nem imaginam o quanto vibrei com a vitória em 1998 de Pantani sobre Ullrich na volta a França. Esse Tour - o de 1998 - teve a melhor etapa de ciclismo que eu alguma vez assisti, com uma vitória de etapa de Pantani na alta montanha em condições atmosféricas adversas e em que Ullrich ficou a mais de 8 minutos de distância.

Mas 1998 também marca o inicio do descalabro. Foi este o primeiro Tour marcado por escandalos de doping: o caso de doping da equipa Festina - escandalo esse que deixou três dos melhores ciclistas da altura, Virenque, Alex Zulle e Laurent Dufaux, de fora do tour de 1998. Não posso deixar de pensar que, já na altura, Pantani ganhou a volta a França e conseguiu fazer aquela etapa fantástica porque estava dopado - Pantani que viria a ser apanhado no ano a seguir nas malhas do doping.

Depois disso ainda acompanhei de perto as vitória de Armstrong. Mas a coisa já não era a mesma. A vitória de Roberto Heras na volta a Espanha, e o caso de doping que se lhe seguiu, bem como a vitória de Floyd Landis no último Tour, com todo o caso de doping que se lhe seguiu, retiraram quase todo o meu interesse pela modalidade.

Este ano voltei a dar uma espreitadela à coisa. Mas não está melhor. Vinokourov é apanhado nas teias do doping, e o camisola amarela actual, Michael Rasmussen, está suspenso pela federação dinamarquesa por ter faltado a dois controlos anti-doping seguidos.

Bjarne Riis disse à pouco tempo que tinha vencido o Tour de 1996 tendo recorrido a substâncias dopantes. Um verdadeiro exemplo de coragem. Temo, para tristeza minha, que não consiga acreditar que qualquer um dos vencedores do Tour nos últimos anos não estivesse dopado - inclusive Lance Armstrong. Dói-me ver o estado a que chegou a modalidade.

Secções: ,
publicado por Jorge A. às 21:27
link do post | comentar
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Mais sobre mim

Contacto

jorgeassuncao@europe.com

Subscrever feeds

Pesquisar neste blog

Links

Arquivos

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Secções

desporto(383)

politica nacional(373)

cinema(291)

economia(191)

música(136)

ténis(132)

humor(131)

futebol(130)

eleições eua(118)

estados unidos(115)

portugal(115)

blogs(109)

miúdas giras(93)

jornalismo(88)

politica internacional(87)

governo(79)

televisão(74)

blogosfera(69)

oscares(68)

pessoal(55)

todas as tags

blogs SAPO