Sábado, 8 de Novembro de 2008

Toda a Verdade

Na SIC Noticias dá uma reportagem que é para mim perturbante. E é perturbante pela ideia que lá tenta-se passar, uma espécie de diabolização da China e dos trabalhadores chineses que roubam emprego aos trabalhadores americanos. É uma forma engraçada de atribuir responsabilidades à crise e incapacidade americana à China. Faz lembrar a diabolização que os soviéticos faziam dos americanos.

publicado por Jorge A. às 13:42
link do post | comentar
Sábado, 23 de Agosto de 2008

Medalhas

Os sites noticiosos norte-americanos preferem fazer a contagem das medalhas com base no número total de medalhas conquistadas (ouro, prata e bronze), o que não será alheio ao facto dos norte-americanos liderarem nessa mesma contagem. Já a contagem no site oficial do evento (bem como nos jornais britânicos, espanhóis e italianos) é ordenada com base no número total de medalhas de ouro. É, no minimo, engraçado que num dos países do mundo onde se atribui tanto valor aos vencedores, façam de conta que duas medalhas de bronze tenham mais importância que uma de ouro.

 

Contudo, é indesmentível que os americanos continuam a ser a maior potência mundial do desporto e para sabermos isso, se quiserem, podemos ficar pelas medalhas de ouro. Onde é que os chineses e os americanos ganharam as suas medalhas de ouro? Ora, nós sabemos facilmente quem são os campeões do mergulho, do badminton, do ténis de mesa e do levantamento do peso. Mas por falar em peso, qual a importância destas modalidades face, sei lá, à natação? Claro, não me vou esquecer da terceira modalidade mais importante do evento, a ginástica artistica, onde os chineses levaram vantagem, mas onde os americanos ficaram imediatamente na posição seguinte do pódio. E o que dizer da modalidade superior dos jogos, o atletismo? Os chineses, salvo erro, não terão oportunidade de ouvir o seu hino entoado no "ninho de pássaro", onde até a nós portugueses foi dada essa oportunidade. E depois podiamos também pensar nas modalidades mais importantes de equipa, como o voleibol, o futebol, o basquetebol e o andebol e verificar a diferença de prestação entre chineses e norte-americanos.

publicado por Jorge A. às 14:32
link do post | comentar | ver comentários (4)
Sábado, 16 de Agosto de 2008

Tudo em nome do interesse nacional

Uma bailarina chinesa ficou gravemente aleijada nos treinos para a cerimónia de abertura dos jogos olimpicos de Pequim - a reacção dos organizadores foi imediatamente solicitarem às testemunhas e familiares que não comentassem o acidente. A perfeição do evento, mesmo que ilusória, tinha de ser mantida. Entretanto, e voltando às dançarinas que havia falado neste post, vale a pena ler isto:

Zhang said she smiled so much during practice that her facial muscles stiffened, but she was glad to have been selected.
publicado por Jorge A. às 01:00
link do post | comentar
Quarta-feira, 13 de Agosto de 2008

Um grande entre muitos pequeninos

As he swims into history, Phelps gets little attention in China

There are empty seats in the Water Cube aquatics center for his races, state-run Chinese newspapers are providing muted coverage and a number of people interviewed on the Olympic Green said that their favorite American athletes here were not swimmers but N.B.A. stars like Kobe Bryant and LeBron James.

É um facto que imaginar um pavilhão a abarrotar de chineses a apoiar efusivamente um americano seria complicado, mas o nível de desinteresse (fomentado pelo governo chinês) é chocante. Percebe-se que, em parte, a culpa é dos próprios chineses que mostram ter um péssimo gosto e pouco espirito desportivo - talvez porque lá a politica e o desporto andem de mãos dadas. Mas a culpa em maior parte é do governo chinês que encara os jogos como uma manifestação politica e não desportiva. Os seres pequeninos que governam a China não suportam ver vergada a sua vontade por um atleta de dimensões estratosféricas como é Phelps. Porque eles sabem que, se há coisa pela qual estes jogos olimpicos hão de ser recordados, não é pelo espectáculo magnânime, não é por serem os melhores de sempre, mas porque nos mesmos participou um atleta chamado Michael Phelps. Este último, em menor grau certamente, mas em tudo semelhante ao que fez Jesse Owens nos jogos de 36, foi capaz só por sí de vergar toda a imponência e arrogância dos grandes lideres chineses. 

publicado por Jorge A. às 21:05
link do post | comentar

Mau Perder

Não é só a portuguesa Telma Monteiro que tem mau perder. A equipa norte-americana de ginástica perdeu o titulo olimpico para as chinesas, como é que reagiram a tal facto, ora acusando um oficial da competição de ter distraido uma das suas atletas, ora lançando suspeitas sobre a idade das atletas chinesas.

publicado por Jorge A. às 20:59
link do post | comentar | ver comentários (2)

The Joy of the People

 

Eu confesso que cheguei a pensar que os jogos olimpicos de Pequim neste ano de 2008 iriam superar todas as expectativas. Apagariam da minha memória aqueles maravilhosos jogos de Sydney no ano 2000 a que se seguiram uns murchos jogos em Atenas 2004. Mas nada disso. A cerimónia de abertura muito prometeu, mas há coisas que não mudam e logo nesta foram dados os primeiros sinais do que se seguiria. Que o fogo de artificio tenha sido gerado por simulação 3D, compreendo. Que a miuda chinesa encantou o mundo com a sua beleza, mas a voz de outra, vá lá, também passa. Mas houve um momento na cerimónia particularmente ilucidativo - o daquelas chinesas que, enquanto cada comitiva nacional entrava dentro do estádio olimpico, faziam aquela coreografia repetitiva, irritante e sempre com um sorriso no rosto - a coisa durou trinta minuntos, ao fim dos quais o sorriso praticamente havia desaparecido do rosto e a coreografia perfeita era só uma miragem.

 

Têm sido assim estes jogos. Tudo muito bonito a iniciar, mas basta olhar para as bancadas na natação ou no voleibol de praia para perceber a diferença face aos jogos de Sydney (ou, nesse aspecto, mesmo em relação a Atenas). Não estão lá presentes as manifestações de alegria espontânea e generalizada do público. Não sei se porque falta ao povo chinês aquela alegria contagiante dos australianos, se porque o peso de um regime repressivo, onde o acto da manifestação é mal encarado, pesa. Sei é que não é por decreto que o regime comunista conseguirá fazer destes os melhores jogos olimpicos de sempre, não é pondo figurantes a encher as bancadas vazias, fazendo-se passar por espectadores interessados nas modalidades em causa, com sorriso falso no rosto, que a coisa compõe-se.

 

Os melhores jogos olimpicos de sempre? Para mim, Sydney em 2000 e só aceito Barcelona em 1992 como alternativa.

publicado por Jorge A. às 02:17
link do post | comentar | ver comentários (6)

Defesa da ditadura...

Agora mesmo na RTP, um tipo ligado à medicina (sic) tradicional chinesa que dá pelo nome de Pedro Choi fez a defesa da ditadura chinesa. Disse ele que o regime em causa tem vantagens (permite pensar a longo prazo, evitou guerras, violência, etc...). Depois afirmou que se formos perguntar aos chineses se concordam com o regime actual, a maior parte dirá que sim (tudo muito fantástico, não se percebe então o porquê de não fazerem tal pergunta de quatro em quatro anos com opção de troca de regime). Isto tudo ao mesmo tempo que referiu que parte da má imagem da China no mundo deve-se à propaganda norte-americana. É de facto com a propaganda norte-americana que eu estou muito preocupado...

Secções: ,
publicado por Jorge A. às 01:57
link do post | comentar | ver comentários (2)
Terça-feira, 5 de Agosto de 2008

Pequim

(Imagem: Carlos Barria / Reuters - via: New York Times)

 

Os Jogos Olimpicos não são simplesmente um evento, são o evento desportivo por excelência. Este ano o evento é assombrado por questões de foro não desportivo dada a escolha controversa de Pequim, China, para a realização do mesmo. De fora o que se teme é uma repetição de Berlim '36, por dentro teme-se acima de tudo uma repetição de Munique '72. Entre a propaganda do regime comunista chinês e a ameaça terrorista que paira no ar, sobram os atletas que são para mim o mais importante e os únicos para os quais a minha atenção estará desviada.

publicado por Jorge A. às 00:08
link do post | comentar | ver comentários (1)
Segunda-feira, 21 de Julho de 2008

Rush Hour

Em Pequim, o governo chinês tomou medidas drásticas de combate à poluição com vista à promoção dos jogos olimpicos que decorrerão nessa cidade entre 8 e 24 de Agosto (nomeadamente na limitação rigida de circulação de veiculos automóveis). A esse propósito vale a pena ler este post de Steven Levitt, que conclui assim:

If all else fails, the Chinese government presumably is in charge of the pollution monitors in Beijing. Perhaps it is enough that the athletes (or the world) think the air is clean even if it isn’t. The official readings are surely much easier to tinker with than the habits of millions of drivers.

publicado por Jorge A. às 22:51
link do post | comentar
Sábado, 12 de Julho de 2008

What a way to run the world

O titulo do post é o titulo da capa da última semana da Economist. É de facto uma pergunta que se impõe, especialmente para aqueles que ainda vêem na ONU uma organização responsável e onde os problemas do mundo podem e devem ser resolvidos: sanções contra o Zimbabwe bloqueadas pelo veto da Rússia e China. Por muito que custe a muita gente, se o mundo tem a estabilidade e segurança actual (façam uma verificaçãozinha pelo número de mortos civis resultantes de conflitos em qualquer década do século passado e comparem com esta primeira década do século XXI), eu sei perfeitamente a quem mais o deve

publicado por Jorge A. às 13:27
link do post | comentar
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Mais sobre mim

Contacto

jorgeassuncao@europe.com

Subscrever feeds

Pesquisar neste blog

Links

Arquivos

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Secções

desporto(383)

politica nacional(373)

cinema(291)

economia(191)

música(136)

ténis(132)

humor(131)

futebol(130)

eleições eua(118)

estados unidos(115)

portugal(115)

blogs(109)

miúdas giras(93)

jornalismo(88)

politica internacional(87)

governo(79)

televisão(74)

blogosfera(69)

oscares(68)

pessoal(55)

todas as tags

blogs SAPO