Quinta-feira, 3 de Setembro de 2009

Asfixia democrática (I)

Segundo a denúncia do conhecido advogado de Lisboa, e citando o jornal, “essas pessoas próximas do primeiro-ministro disseram-lhe que convinha ser moderado”, lembrando a ligação da Logoplaste à REN, refere o Jornal. Jorge Bleck defende, em declarações ao mesmo jornal, que “os agentes económicos não são livres porque, se opinam num determinado sentido, o negócio não vem”, considerando que, na origem desse facto, está o “excessivo peso do Estado na economia”.

 

Perceber o péssimo mandato de José Sócrates e dos socialistas, é perceber estas relações que se estabelecem entre os sectores da economia controlados pelo Estado e empresas privadas. Numa sociedade verdadeiramente livre, os empresários não podem recear vir a ser alvo de retaliação governamental por motivos políticos. Em Portugal, esse receio não é de agora e está intrinsecamente ligado ao peso do Estado na economia. Infelizmente, muitos dos que se dizem contra Sócrates e o estado a que chegou este país, teimam em não perceber (ou não querem perceber) que aos governos não pode ser dada tanta capacidade de intervenção na economia nacional. Não pretender fazer nada quanto a isso, é o primeiro passo para manter tudo como está.

Secções: ,
publicado por Jorge Assunção às 12:20
link do post | comentar
2 comentários:
De Miguel Lourenço Pereira a 3 de Setembro de 2009 às 15:34
Absolutamente vergonhoso. Mas, infelizmente, no proximo dia 27 a situação não mudará. Nao porque ganhe Socrates ou perca, isso no fundo é indiferente..porque a dinamica social é a mesma, a indignaçao passa e a politica asfixiadora mantém-se. Portugal é o pais mais anti-democratico da Europa mas nunca ninguem contestou a alternancia partidaria e os contratos com empresas que se vao alternando, conforme mude o governo, ou as mudanças oportunas nos meios de comunicaçao. Nao sou admirador do estilo da MMG, mas isto passa qualquer questao de estilo...isto é pura censura.

um abraço
De Jorge Assunção a 4 de Setembro de 2009 às 16:34
"porque a dinamica social é a mesma, a indignaçao passa e a politica asfixiadora mantém-se."

Concordo, Miguel. Os mecanismos que permitem a asfixia democrática estão lá todos e não parece que qualquer partido do poder em Portugal queira promover a sua alteração. Mas, apesar de tudo, nunca nenhum governo como este de Sócrates abusou tanto desses mecanismo.

Um abraço

Comentar post

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Mais sobre mim

Contacto

jorgeassuncao@europe.com

Subscrever feeds

Pesquisar neste blog

Links

Arquivos

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Secções

desporto(383)

politica nacional(373)

cinema(291)

economia(191)

música(136)

ténis(132)

humor(131)

futebol(130)

eleições eua(118)

estados unidos(115)

portugal(115)

blogs(109)

miúdas giras(93)

jornalismo(88)

politica internacional(87)

governo(79)

televisão(74)

blogosfera(69)

oscares(68)

pessoal(55)

todas as tags

blogs SAPO