Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Despertar da Mente

"Democracy and socialism have nothing in common but one word, equality. But notice the difference: while democracy seeks equality in liberty, socialism seeks equality in restraint and servitude." Alexis de Tocqueville

"Democracy and socialism have nothing in common but one word, equality. But notice the difference: while democracy seeks equality in liberty, socialism seeks equality in restraint and servitude." Alexis de Tocqueville

Despertar da Mente

18
Fev08

Politicamente Correcto

Jorge A.
Vem este tópico a propósito deste post do Quintarantino e do comentário que por aqui deixou. Comecemos por dar razão ao Quintarantino num aspecto, os americanos são politicamente correctos na questão da raça. Convém é recordar algumas razões históricas na origem de tal correcção: guerra civil Americana, ku klux klan e o movimento pelos direitos civis dos afro-americanos (perdoa-me o recurso á expressão politicamente correcta, caro quintarantino). Passemos então à divagação em torno do tema que aborda o Quintarantino.

Obama, o "afro-americano", é diferente dos outros. Sobre um dos momentos históricos (o qual não consigo precisar) no movimento pelos direitos civis dos "afro-americanos", alguém terá dito a Obama, um grande dia para os afro-americanos, ao que Obama terá respondido, um grande dia para os americanos. É esta a força de Obama, alguém que salta por cima do velho conceitos de raça - e não há nada mais assustador para o politicamente correcto que este pulo de conceitos. Quando o Quintarantino pergunta se pode dizer que o reverendo Jackson é preto, pode concerteza, e Obama nunca deixou de se afirmar como preto, mas a questão da raça é residual (recordo no inicio da campanha que Obama tinha de lidar com a questão de não ser black enough para os restantes "afro-americanos", daí que Clinton liderasse nas sondagens entre este grupo de forma destacada - ou seja, a base inicial de apoio de Obama nunca foram os negros) - Obama não se restringe ao grupo dos negros, ou dos "afro-americanos", é alguém que está acima dessas divisões - que outro efeito pode ser dado à expressão politicamente correcta de "afro-americano", do que se não o de introduzir num determinado grupo determinado individuo? E esse foi precisamente o erro de Bill Clinton quando pretendeu reduzir Obama ao seu grupinho dos "afro-americanos", ou ao grupinho do reverendo Jackson preto... a resposta dos negros foi das mais politicamente incorrectas que assisti nos últimos tempos: que se f*da o suposto primeiro presidente negro da américa e que tanto fez por nós, mas vamos é torcer pelo Obama. Não porque Obama seja "afro-americano", mas exactamente para provar que eles não se reduzem a isso.

Nesse sentido, Obama prepara-se para fazer com os negros (pretos, "afro-americanos", o que preferir) aquilo que Kennedy fez com os católicos - colocá-los num patamar de igualdade para com os outros, e assim matar pouco a pouco a necessidade do politicamente correcto (fará sentido manter, por exemplo, as práticas de discriminação positiva em relação aos "afro-americanos" nos EUA? Não me parece... e mais cedo ou mais tarde tenderão a acabar).

Por fim, e agora numa referência mais concreta ao texto do Quintarantino, quando este pergunta se por achar que um homossexual, só por o ser, não tem que ter mais direitos que qualquer outro, será um atrasado mental. É óbvio que não, mas espero que não ache que um homossexual neste preciso momento, na nossa sociedade, tem mais direitos que qualquer outro - nesse caso, aí sim, poderia não ser um atrasado mental, mas estaria mal informado - penso eu de que...

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

  •  
  • Outras Casas

  •  
  • Blogs

  •  
  • Em Inglês

  •  
  • Think Tank

  •  
  • Informação

  •  
  • Magazines

  •  
  • Desporto

  •  
  • Audiovisual

  •  
  • Ferramentas

    Arquivo

    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2009
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2008
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2007
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2006
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D