7 comentários:
De Daniel João Santos a 16 de Julho de 2009 às 22:27
Mas que o PSD deveria ter dado uma palavrinha, lá isso devia.
De Jorge Assunção a 16 de Julho de 2009 às 22:31
Também o PS devia, sobre a questão de fundo: porquê que o fascismo é proibido e o comunismo não? O PS falou sobre isso? Não me pareceu...

Já agora, para deixar clara a minha opinião, nenhuma das duas ideologias deve ser proibida. Mas vi toda a gente a condenar as palavras do Alberto João Jardim, esqueceram-se de pronunciar-se sobre a questão de fundo: o que distingue o totalitarismo de esquerda com o totalitarismo de direita?
De manuel gouveia a 16 de Julho de 2009 às 22:28
Hum! Será?
De commonsense a 17 de Julho de 2009 às 10:36
Todos os totalitarismos são igualmente perversos.
O que está na CRP resulta da conjuntura de 1975 e é um preceito oportunista. O fascismo tinha morrido de velho e o comunismo tinha acabado de ser derrotado, mas não suficientemente derrotado para poder ser prescindível. O PC comprometeu-se como o Grupo dos 9 a abandonar a via revolucionária e integrar a ordem constitucional e com isso evitou o banimento.
Juridicamente o preceito constitucional é dispensável porque a lei comum já proíbe todas as organizações que promovam fins contrários à ordem pública. É suficiente.
Este alarido não é mais do que um pretexto para o diálogo político imbecil do quotidiano.
De Jorge Assunção a 17 de Julho de 2009 às 16:54
"Todos os totalitarismos são igualmente perversos."

Nem mais.
De Nuno Ramos a 17 de Julho de 2009 às 11:37
Para quem gosta de recordar o nosso clube em imagens, recordando as nossas vitórias e glórias, visite o Armazém Leonino. Julgo que passará alguns momentos nostalgicos. Peço desculpa pela intromissão!

http://armazemleonino.blogspot.com

para apaixonados por cromos,jornais antigos, relatos de futebol, revistas antigas, etc... visite!
De Jorge Assunção a 17 de Julho de 2009 às 16:54
Visitarei, caro Nuno. Volte sempre.

Comentar post