8 comentários:
De Daniel João Santos a 15 de Julho de 2009 às 21:53
Nisto tudo, ainda existe lugar para alguém do PS?
De Jorge Assunção a 16 de Julho de 2009 às 08:58
Talvez a conclusão a tirar seja que, ao contrário do que apregoa, esta coligação seja o efectivo retorno de Helena Roseta ao PS. Durou pouco a zanga com Sócrates. Aliás, Sócrates agora só quer cultivar amigos.
De manuel gouveia a 16 de Julho de 2009 às 11:58
Tu sempres foste um radical de esquerda anti-regime, por isso percebo o teu fascínio pelo Santana, ele é verdadeiramente o candidato anti-regime! E isso è absolutamente à esquerda!
De Jorge Assunção a 16 de Julho de 2009 às 20:54
"Tu sempres foste um radical de esquerda anti-regime"

Eheheheh. Mas não te preocupes, Manuel. Agora está ai o Alberto João a propor a proibição do ideal que preconizo.
De manuel gouveia a 16 de Julho de 2009 às 22:27
A proibição do fascismo?
De Livia Borges a 16 de Julho de 2009 às 12:43
Eu até que gostei do Santana na Grande Entrevista. .. Coitadinho! Quem o ouve é um injustiçado, um pobrezinho a quem ninguém dá valor...
O Santana devia era ter vergonha na cara!
No entanto, Jorge, acho sinceramente que devias era dar importancia às autárquicas do teu burgo e não dar razão aos intelectualóides e pseudo elitistas cá da terra que consideram e fomentam e nutrem e apoiam a célebre "Portugal é Lisboa e o resto é paisagem".
Há mais país por este país fora.
De Jorge Assunção a 16 de Julho de 2009 às 21:04
"O Santana devia era ter vergonha na cara!"

O Santana e o Costa, Livia. Só que o Costa tem uma aura de respeitabilidade à volta que é fomentada pela elite podre que temos. Tem sido muito mais gravosa essa elite para o país que qualquer Santana.

"No entanto, Jorge, acho sinceramente que devias era dar importancia às autárquicas do teu burgo"

Talvez. Mas cá do burgo se vier a abordar alguma coisa será em relação a Faro. Cá por Lagoa, pouco há para falar. E em Lisboa, como é óbvio neste momento, não se joga só a presidência da Câmara, mas também, muito provavelmente, a liderança do partido socialista ou o candidato socialista à Presidência da República. Em parte é por isso que gostava da vitória de Santana. Por muito mal que Santana fizesse a Lisboa, teria um gosto especial assistir à queda de António Costa do pedestal onde foi colocado.
De Livia Borges a 17 de Julho de 2009 às 10:54
Em relação a Faro - concordo.

Comentar post