2 comentários:
De António de Almeida a 19 de Maio de 2009 às 18:53
Nós nunca seríamos capazes de comer uma pessoa, pois não? Não. É claro que não. Mesmo que estivéssemos a morrer de fome?

-Houve um acidente de aviação nos anos 50 ou 60, não posso precisar, e não estou com tempo para pesquisar, envolvendo uns uruguaios, julgo que do râguebi, estiveram perdidos em sítio inacessivel às busca, e chegaram a alimentar-se dos que morreram. Vi no História ou Discovery...
De Jorge Assunção a 19 de Maio de 2009 às 19:23
Sim, conheço bem essa história. E existem muitos outros casos relatados. Mas o livro em questão vai mais longe do que pôr humanos a comer outros humanos já mortos. Existem grupos que capturam humanos para depois comerem-nos. E o pai e o filho (de quem nunca saberemos o nome), que seguem numa estrada rumo a sul (e o fogo aqui é uma metáfora para o que resta de uma civilidade esquecida), evitam ser capturado por estes grupos de humanos sem alma que habitam num mundo pós-apocalíptico. Não só procuram não ser capturados, como recusam adoptar o seu modo de vida.

Comentar post