3 comentários:
De Tiago Moreira Ramalho a 19 de Abril de 2009 às 10:33
li o artigo e acho que é mais um panegírico ao Lula que propriamente uma análise sobre os fundamentos do crescimento.
De Jorge Assunção a 19 de Abril de 2009 às 10:53
Tiago, em parte tens razão, eu estive para comentar isso relativamente ao artigo, mas goste-se ou não de Lula, o seu papel tem sido relevante na ascensão do Brasil no palco internacional (muito ajudado, certamente, pela conjuntura internacional, mas o artigo da Newsweek ajuda a perceber uma coisa muito importante: Lula tem boa imagem nos states). Dado o rumo que toma a américa latina, o facto de no Brasil encontrar-se um líder moderado (e tal não era tão certo quanto isso quando olhamos para as raizes de Lula), é encarado com muitos bons olhos pelos americanos (e bem). Também por isso, ao contrário do que o artigo sugere, o novo enquadramento geoestratégico do Brasil no mundo é tão obra de Lula, como é obra dos americanos que querem promover Lula e o Brasil para contrapôr à influência chávista na zona. Mas muito mais havia a dizer sobre o assunto...
De Daniel João Santos a 19 de Abril de 2009 às 14:24
Eu desconfio do Lula.

Comentar post