Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Despertar da Mente

"Democracy and socialism have nothing in common but one word, equality. But notice the difference: while democracy seeks equality in liberty, socialism seeks equality in restraint and servitude." Alexis de Tocqueville

"Democracy and socialism have nothing in common but one word, equality. But notice the difference: while democracy seeks equality in liberty, socialism seeks equality in restraint and servitude." Alexis de Tocqueville

Despertar da Mente

14
Abr09

O Escolhido

Jorge A.

É esta a escolha de Manuela Ferreira Leite para principal candidato do partido nas eleições para o Parlamento Europeu. No meu entender, uma péssima escolha. Não necessariamente pelo pensamento político, mas porque enquanto candidato não tem o apelo junto do público necessário para convencer as pessoas a votarem nele (não deixa de ser curioso que, para um candidato que precisa de dar-se a conhecer, seja apresentado tão tarde). Para além disso, como diz o director do Expresso, Henrique Monteiro, a escolha também é má porque Ferreira Leite dá a ideia de não ter mais ninguém para o cargo (perdendo também um líder parlamentar que só agora começava a afirmar-se) - crítica semelhante à que havia sido feita relativamente às escolhas de Paulo Portas. O que me leva a deixar uma pergunta: à medida que o PSD desce nas sondagens tem cada vez menos gente disposta a candidatar-se pelo partido ou à medida que menos gente está disposta a dar a cara pelo partido o partido desce nas sondagens? Uma mistura dos dois, provavelmente.

6 comentários

  • Imagem de perfil

    António de Almeida 15.04.2009

    Se não passar por qualquer desses partidos, então que sejam criados novos. Os outros que existem não são alternativas válidas.
  • Imagem de perfil

    manuel gouveia 15.04.2009

    Mas se os outros começarem a subir, não tenhas dúvidas que outras soluções hão-de surgir!
  • Imagem de perfil

    Jorge Assunção 15.04.2009

    Eu cá tenho as minhas dúvidas... os outros vão é começar a camuflar-se para chegarem ao poder e lá chegando vão ser pior que os actuais.
  • Imagem de perfil

    manuel gouveia 15.04.2009

    Pois, mas enquanto se aproximam os actuais vão ter que mudar de estratégia ou então perdem os tachos! O que os actuais têm que perceber é que se não mudarem perdem a mama... mas para isso o nosso voto não lhes pode ser fiel!
  • Imagem de perfil

    Jorge Assunção 15.04.2009

    "O que os actuais têm que perceber é que se não mudarem perdem a mama..."

    O Manuel erra claramente na análise. Os partidos são só o espelho da sociedade em que se inserem. Não são só os partidos que têm de mudar, mas também as pessoas enquanto um todo (e as pessoas não mudam só porque alteram o seu voto). Como digo, se pensa que isto é uma questão de votar noutros só vai piorar as coisas. O que falta não são mais partidos ou menos partidos, mas sim mais e melhor sociedade civil.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Mais sobre mim

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Links

  •  
  • Outras Casas

  •  
  • Blogs

  •  
  • Em Inglês

  •  
  • Think Tank

  •  
  • Informação

  •  
  • Magazines

  •  
  • Desporto

  •  
  • Audiovisual

  •  
  • Ferramentas

    Arquivo

    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2009
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2008
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2007
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2006
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D