De Ana Gabriela A. S. Fernandes a 6 de Abril de 2009 às 23:56
Jorge, essa história é deliciosa, parece tirada de um filme do Capra...
Pensava eu que histórias assim, só no tempo do Robert Browning e da Elizabeth Barret...
De Jorge Assunção a 7 de Abril de 2009 às 01:30
Ana,

"Pensava eu que histórias assim, só no tempo do Robert Browning e da Elizabeth Barret..."

Ora ai está uma história que eu não conhecia.
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres