12 comentários:
De commonsense a 29 de Março de 2009 às 22:11
Cada dia que passa é um dia a mais.
Mas, a verdade é que, bem ou mal, existe um quase consenso no sentido da sua insubstituibilidade.
Não é se é criado por manipulação mediática, ou se induzido pela natural falta de geito de MFL, mas este tem sido um factor de enquistamento de Sócrates.
Seja como for, estou completamente de acordo: depois de Santana Lopes parecia que nada podia ser pior: afinal não era verdade.
De Jorge Assunção a 30 de Março de 2009 às 19:14
Exactamente. A sua insubstituibilidade resulta do facto de ninguém aparentar ter modelo alternativo ao actual e, dentro do actual modelo, Sócrates ainda parece que é o que dá mais confiança. Mas o factor pelo qual eu pretendo ver Sócrates posto a correr não é pela má governação que lhe atribuo, mas porque o homem, pelo menos, não aparenta ser sério - e numa sociedade decente isso seria valorizado.

Comentar post