5 comentários:
De manuel gouveia a 24 de Março de 2009 às 10:13
Conheces a história do tribunal que considerou a penhora de 1/6 do ordenado como um peso excessivo para o rendimento do agragado familiar em causa e para o reduzir porpôs antes uma taxa de esforço de 1/5?
De Jorge Assunção a 25 de Março de 2009 às 00:03
Desconhecia. Mas conheço o caso da figura que fez fortuna com informação privilegiada na bolsa (o que é ilegal) e o tribunal aplicou-lhe como pena uma multa que correspondia a metade da mais valia que ele (um senhor filho de figura pública) havia feito na bolsa.
De manuel gouveia a 25 de Março de 2009 às 10:59
Julgo que a nossa justiça tem alguma dificuldade em trabalhar com fracções...
De Daniel João Santos a 24 de Março de 2009 às 21:21
Somos bons, não somos?
De Jorge Assunção a 25 de Março de 2009 às 00:02
A fazer contas parece que não.

Comentar post