Domingo, 8 de Março de 2009

Dare mo shiranai

Nobody Knows

 

Acho que por esta altura quem lê este blogue já percebeu que ando a pôr o cinema internacional falado em lingua estrangeira que não o inglês em dia. Ora, entre os filmes que tenho visto e apreciado, tenho tentado fazer alguns textos apelativos sobre os mesmos aqui no blogue. Pois bem, depois de uma visita pelo cinema sueco e outra pelo coreano, chegou a altura de vos dar conta de um filme absolutamente fantástico vindo da terra do sol nascente. Este Nobody Knows é um filme japonês que gira em torno de uma história real ocorrida em finais da década de oitenta no Japão. O realizador Hirokazu Koreeda, que conta na sua obra com o não menos brilhante After Life, opta por não seguir a história real tal como ela aconteceu, o que na minha opinião possibilitou ao filme ganhar uma dimensão que de outra forma não lhe seria possível.

 

A história começa assim: uma mãe em mudança para uma casa com o seu filho de doze anos. Bem cedo descobrimos que são quatro os filhos e não apenas um. O que leva esta mãe a esconder os restantes três filhos do senhorio? O que o futuro reserva a estas quatro crianças e à mãe dos mesmos? Não sabem? Querem saber? Pois, vejam o filme que eu não conto mais nada...

Secções:
publicado por Jorge A. às 04:22
link do post | comentar
5 comentários:
De manuel gouveia a 8 de Março de 2009 às 11:59
Não sabia que a distribuição desses filmes era permitida... mas parece-me bem.

Por exemplo, estou certo que não podem passar nas televisões generalistas.
De Jorge Assunção a 8 de Março de 2009 às 15:55
"Por exemplo, estou certo que não podem passar nas televisões generalistas."

Hehe... e se podem será entre aquele horário fantástico das 2 às 6 da manhã. ;)
O que é uma pena, porque tenho a certeza que muita gente gostaria deste filme. Não é um problema de qualidade, é um problema de marketing.
De manuel gouveia a 8 de Março de 2009 às 18:53
Desculpa a minha ignorância, mas não é para isso que temos o canal 2 da RTP? Opps , agora fui ingénuo !
De Jorge Assunção a 8 de Março de 2009 às 18:59
"mas não é para isso que temos o canal 2 da RTP?"

Bem, eu sou contra a existência de canais públicos, mas dos que existem, a RTP2 ainda é a que merece menos críticas da minha parte. Vi muitos dos filmes clássicos na RTP2 e se é certo que nos tempos que correm, tirando o sábado à noite, pouca exibição fazem de filmes de qualidade, sempre têm as séries televisivas americanas a horário acessível.
De manuel gouveia a 8 de Março de 2009 às 19:03
Eu sou favorável a um canal público baseado em objectivos bem diferentes do que e de competir com a TVI em audiência...

Comentar post

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Mais sobre mim

Contacto

jorgeassuncao@europe.com

Subscrever feeds

Pesquisar neste blog

Links

Arquivos

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Secções

desporto(383)

politica nacional(373)

cinema(291)

economia(191)

música(136)

ténis(132)

humor(131)

futebol(130)

eleições eua(118)

estados unidos(115)

portugal(115)

blogs(109)

miúdas giras(93)

jornalismo(88)

politica internacional(87)

governo(79)

televisão(74)

blogosfera(69)

oscares(68)

pessoal(55)

todas as tags

blogs SAPO