1 comentário:
De Livia Borges a 14 de Janeiro de 2009 às 15:26
Adeus, vai-te embora e não voltes! E olha que já vais tarde... Esse senhor não se toca, mesmo. Esperemos que o seu sucessor não seja pródigo em disparates, tanto verbais como em actos e decisões, como esse senhor foi.

Comentar post