4 comentários:
De Leonel A. Anjos a 22 de Novembro de 2008 às 16:03
É OBVIO QUE O Senhor Presidente já o devia ter demítido. A não ser que queira correr o risco de ser
considerado o Padrinho de um bamdo de Vigaristas.
E eu, apezar de não ter votado nele, ainda o não tenho nessa conta.
De Jorge A. a 22 de Novembro de 2008 às 23:21
Caro Leonel,

"É OBVIO QUE O Senhor Presidente já o devia ter demítido."

Não sei se é óbvio (embora o defenda), porque a partir do momento em que Dias Loureiro perder o capital politico de que dispõe, caiem em cima dele como leões - o seu comentário é um bom exemplo disso, já chama vigaristas a pessoas que ainda não foram julgadas em tribunal. Sabe, eu por mim ainda tenho muitas dificuldades em saber se há vigaristas, e havendo-os, quem são e quantos são.
De Tiago R Cardoso a 22 de Novembro de 2008 às 21:09
gosto em particular de um país onde a culpa é sempre do outro.

É sempre uma emoção tentar adivinhar a quem vão atribuir agora as culpas.

Enfim...

olha, um abraço e continuação de um bom fim de semana sem fato nem gravata.

De Jorge A. a 22 de Novembro de 2008 às 23:24
Tiago,

parece-me que muitas vezes a questão não é de tentativa de atribuição de culpas ao outro. Por vezes o que acusa e o acusado são ambos culpados, e nestas coisas que mexe com gente com influência, ninguém querendo sofrer baixas, ficam-se pelo habitual: no pasa nada.

Comentar post