Sábado, 22 de Novembro de 2008

Fazer Bem

Dias Loureiro: “Confiei que Oliveira e Costa estava a fazer bem”

No ano seguinte, em Abril, manteve uma reunião com António Marta, então vice-presidente do Banco de Portugal com o pelouro da supervisão bancária, onde alertou para a necessidade de ter especial atenção para com o BPN. “Disse-lhe o seguinte: não tenho conhecimento de nada nem qualquer desconfiança em relação à Sociedade Lusa de Negócios (SLN) mas a SLN tem um banco, tem accionistas e estou preocupado com isso. O que lhe queria pedir era que tivesse uma atenção especial ao BPN”, afirmou.

Ex-vice governador do Banco de Portugal desmente Dias Loureiro 

Segundo o relato de António Marta, Dias Loureiro até lhe terá perguntado porque é que a supervisão bancária não largava o BPN, conta a TSF.

Se a entrevista de ontem de Dias Loureiro era para tentar afastar especulações sobre a sua ligação ao BPN e às condutas de que é acusado José Oliveira e Costa, então ficou muito longe do objectivo. Ainda mais evidente foi como seria bom que Dias Loureiro tivesse sido ouvido e questionado no Parlamento sobre o assunto. E não só evidente, mas absolutamente imperioso, é a saida de Dias Loureiro como conselheiro de Estado. E se não se pode confiar em Dias Loureiro para fazer bem, demitir-se, terá de ser o senhor presidente da república a demiti-lo.

publicado por Jorge A. às 12:38
link do post | comentar
4 comentários:
De Leonel A. Anjos a 22 de Novembro de 2008 às 16:03
É OBVIO QUE O Senhor Presidente já o devia ter demítido. A não ser que queira correr o risco de ser
considerado o Padrinho de um bamdo de Vigaristas.
E eu, apezar de não ter votado nele, ainda o não tenho nessa conta.
De Jorge A. a 22 de Novembro de 2008 às 23:21
Caro Leonel,

"É OBVIO QUE O Senhor Presidente já o devia ter demítido."

Não sei se é óbvio (embora o defenda), porque a partir do momento em que Dias Loureiro perder o capital politico de que dispõe, caiem em cima dele como leões - o seu comentário é um bom exemplo disso, já chama vigaristas a pessoas que ainda não foram julgadas em tribunal. Sabe, eu por mim ainda tenho muitas dificuldades em saber se há vigaristas, e havendo-os, quem são e quantos são.
De Tiago R Cardoso a 22 de Novembro de 2008 às 21:09
gosto em particular de um país onde a culpa é sempre do outro.

É sempre uma emoção tentar adivinhar a quem vão atribuir agora as culpas.

Enfim...

olha, um abraço e continuação de um bom fim de semana sem fato nem gravata.

De Jorge A. a 22 de Novembro de 2008 às 23:24
Tiago,

parece-me que muitas vezes a questão não é de tentativa de atribuição de culpas ao outro. Por vezes o que acusa e o acusado são ambos culpados, e nestas coisas que mexe com gente com influência, ninguém querendo sofrer baixas, ficam-se pelo habitual: no pasa nada.

Comentar post

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Mais sobre mim

Contacto

jorgeassuncao@europe.com

Subscrever feeds

Pesquisar neste blog

Links

Arquivos

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Secções

desporto(383)

politica nacional(373)

cinema(291)

economia(191)

música(136)

ténis(132)

humor(131)

futebol(130)

eleições eua(118)

estados unidos(115)

portugal(115)

blogs(109)

miúdas giras(93)

jornalismo(88)

politica internacional(87)

governo(79)

televisão(74)

blogosfera(69)

oscares(68)

pessoal(55)

todas as tags

blogs SAPO