Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Despertar da Mente

"Democracy and socialism have nothing in common but one word, equality. But notice the difference: while democracy seeks equality in liberty, socialism seeks equality in restraint and servitude." Alexis de Tocqueville

"Democracy and socialism have nothing in common but one word, equality. But notice the difference: while democracy seeks equality in liberty, socialism seeks equality in restraint and servitude." Alexis de Tocqueville

Despertar da Mente

20
Set08

Código do Trabalho

Jorge A.

Código do Trabalho aprovado com quatro deputados do PS contra

A proposta do Governo de revisão do Código do Trabalho foi aprovada hoje, na generalidade, com os votos favoráveis do PS, abstenções do PSD e CDS-PP, e os votos contra da oposição de esquerda e de quatro deputados socialistas.

O Código do Trabalho continua a ser um dos maiores entraves ao desenvolvimento do país, ao valorizar em demasia a protecção do empregado em pouco ou nada defende aquele que está em situação de desemprego e procura trabalho, tapando os olhos aos incentivos (ou falta deles) que tal protecção implica nas decisões de contratar/despedir trabalhadores por parte das empresas. Dessa forma, o que agora faz o PS são apenas alterações sem significancia que em pouco alteraram o quadro depressivo que é o mercado de trabalho português, mantendo praticamente tudo igual ao que já havia sido a reforma de Bagão Félix, sendo que também esta pecava por defeito na altura. Mas vale a pena recordar o que o então PS defendia:

 

PS vota contra proposta de Código de Trabalho

PS "compreende" greve geral

JS apoia greve geral da próxima terça-feira

 

E recordar a retórica comunista no assunto quando era um governo de direita no poder:

 

Código de Trabalho é "ajuste de contas com o 25 de Abril"

 

É bom saber que entre o PS na oposição em 2002 e o PS no poder em 2008 a evolução foi para melhor e que os comunistas certamente sentem-se um bocado orfãos dos fantasmas do passado - a retórica anti-fascista tem mais dificuldade a vir ao de cima quando o PS é governo. E quem quiser continuar a votar nesta canalha não tem que esperar muito, em 2009 tem nova oportunidade.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

  •  
  • Outras Casas

  •  
  • Blogs

  •  
  • Em Inglês

  •  
  • Think Tank

  •  
  • Informação

  •  
  • Magazines

  •  
  • Desporto

  •  
  • Audiovisual

  •  
  • Ferramentas

    Arquivo

    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2009
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2008
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2007
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2006
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D