2 comentários:
De António de Almeida a 5 de Julho de 2008 às 12:57
Na mouche. Se como defendo existissem circulos uninominais, conhecessemos algo do pensamento político do deputado eleito pelo nosso circulo, mesmo que não tivessemos votado nele poderiamos responsabilizá-lo, com mérito ou falta dele pelo cumprimento das posições assumidas em campanha que resultaram na sua eleição. O argumento falacioso que surge, o perigo do populismo e caciquismo, como se existissem assim tantos em potência, é falso, admito que poderiam existir 10 ou 15 figurões na A.R., não estanto lá estão em autarquias. Em Portugal os políticos não valem por si, as direcções partidárias não veêm com bons olhos diferentes correntes de opinião, nem tão pouco vozes dissonantes, por isso prefiro outros sistemas políticos, o americano por exemplo. Veja-se que muito dificilmente os partidos conseguem o pleno dos seus congessistas ou senadores numa votação, é frequente termos uma dezena de democratas votando ao lado dos republicanos e vice-versa, porque a lógica é obedecer ao eleitor e não ao partido.

P.S. Fora de tema, Federer vs Nadal, aposto Federer (3-1), e um grande jogo.
De Jorge A. a 5 de Julho de 2008 às 14:07
"P.S. Fora de tema, Federer vs Nadal, aposto Federer (3-1), e um grande jogo."

Tenho dificuldade em prever um vencedor. No ano passado apostava em Federer sem dificuldade, mas já o ano passado Nadal foi extremamente competitivo e este parece estar ainda em melhor forma. Acho que tudo vai ficar muito dependente do resultado do primeiro set - quem o ganhar, ganhará o torneio.

Comentar post