9 comentários:
De serotonina a 29 de Junho de 2008 às 21:48
justíssimo - olé
De Jorge A. a 29 de Junho de 2008 às 22:04
E é uma pena que não exista nenhuma Margarida Moreira na UEFA para explicar que os jogadores portugueses tinham direito ao sucesso. ;)
De serotonina a 30 de Junho de 2008 às 13:46
Ora nem mais! Muito bem visto.
De Tiago R Cardoso a 29 de Junho de 2008 às 22:57
Excelnete, muito bem, adorei a vitoria do espectáculo espanhol.
De Jorge A. a 29 de Junho de 2008 às 23:47
Há muito tempo que não via uma equipa ganhar uma competição internacional de forma tão arrebatadora. É que foi sem espinhas e com um dos melhores meio-campos que uma selecção alguma vez foi capaz de pôr a jogar.
De António de Almeida a 30 de Junho de 2008 às 15:44
-Talvez por terem um treinador com estatuto, que já não passa cartucho ás guerras entre a imprensa madrilena e catalã. Por decidir de forma assumida pelo próprio, convocar 23 dos melhores jogadores espanhois, e não os 23 melhores jogadores espanhois. Por conseguir que as individualidades se entregassem ao colectivo, e claro, alguma dose de sorte (pouca), boa forma física, e muita determinação.
De Jorge A. a 30 de Junho de 2008 às 20:51
E porque a federação espanhola soube manter Aragonés mesmo após a derrota nos oitavos do mundial de 2006.
De Eo a 30 de Junho de 2008 às 17:04
Admito, fiquei muito feliz com a vitória da Espanha, especialmente porque ganhei uns trocados na bwin com isso... Eu sei, sou uma material girl. :p
De Jorge A. a 30 de Junho de 2008 às 20:48
:)

Comentar post