Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Despertar da Mente

"Democracy and socialism have nothing in common but one word, equality. But notice the difference: while democracy seeks equality in liberty, socialism seeks equality in restraint and servitude." Alexis de Tocqueville

"Democracy and socialism have nothing in common but one word, equality. But notice the difference: while democracy seeks equality in liberty, socialism seeks equality in restraint and servitude." Alexis de Tocqueville

Despertar da Mente

21
Jun08

Pedro Passos Coelho

Jorge A.

Fez um discurso do mais liberal que é possível ouvir em Portugal e ao mesmo tempo criticou Ferreira Leite pelos seus silêncios, falta de projecto politico e por não parecer aspirar muito mais do que a ser um José Sócrates de saias mais competente. Morais Sarmento disse do discurso de Ferreira Leite que havia sido bom porque foi um discurso com conteúdo (!), ora conteúdo teve agora Passos Coelho quando foi capaz de questionar, preto no branco, o estado baby sitter que vigora em Portugal.

 

Está encontrada a verdadeira oposição a Ferreira Leite e a Sócrates... mas para pena minha em 2009 ainda não vai a eleições.

4 comentários

  • Imagem de perfil

    Jorge A. 21.06.2008

    caro Tiago,

    estou-me lixando para o partido, o que me interessam são as ideias. No universo das ideias é com Pedro Passos Coelho que mais me identifico, não espere portanto - tanto mais de mim que não sou militante do PSD nem desejo ser - uma união em torno de Ferreira Leite.

    Quanto a Pedro Passos Coelho afirmou que vai estar do lado de Ferreira Leite, mas estar ao lado de alguém não implica em primeiro lugar tornar-se acrítico, nem implica em segundo lugar deixar de ter ideias próprias. Só lhe ficou bem.
  • Sem imagem de perfil

    Tiago R Cardoso 22.06.2008

    O que se espera é que o critico não se transforme num já normal, dentro do PSD, Bota-abaixo.

    mas concordo com as afirmações de Passos Coelho, quer ver o projecto politico de Ferreira Leite.

    Ao contrário daquela "peixeirada" de indirectas e bocas, que Santana Lopes lançou para o ar.
  • Imagem de perfil

    Jorge A. 22.06.2008

    "O que se espera é que o critico não se transforme num já normal, dentro do PSD, Bota-abaixo."

    Não me parece que isso seja o que pretende Passos Coelho e concordo que Santana Lopes mais não fez do que isso. Daí que ainda menos perceba a escolha dos militantes do PSD, se não queriam o bota-abaixo a que se refere, Pedro Passos Coelho era o melhor colocado para evitar isso.

    Sobre Passos Coelho, pode também analisar a forma como fez oposição a Menezes - sem nunca atingir o nível do bota-abaixo de um Pacheco Pereira, Rebelo de Sousa ou António Capucho (todos agora no barco da senhora), mas nem por isso deixando de identificar-se como oposição ao então lider. Penso que com MFL fará o mesmo.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Mais sobre mim

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Links

  •  
  • Outras Casas

  •  
  • Blogs

  •  
  • Em Inglês

  •  
  • Think Tank

  •  
  • Informação

  •  
  • Magazines

  •  
  • Desporto

  •  
  • Audiovisual

  •  
  • Ferramentas

    Arquivo

    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2009
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2008
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2007
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2006
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D