Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Despertar da Mente

"Democracy and socialism have nothing in common but one word, equality. But notice the difference: while democracy seeks equality in liberty, socialism seeks equality in restraint and servitude." Alexis de Tocqueville

"Democracy and socialism have nothing in common but one word, equality. But notice the difference: while democracy seeks equality in liberty, socialism seeks equality in restraint and servitude." Alexis de Tocqueville

Despertar da Mente

21
Mai08

Directas

Jorge A.

Entre os três candidatos à liderança do PSD o único que me levará a votar nas legislativas em 2009 será Pedro Passos Coelho.

 

Em Manuela Ferreira Leite não voto, a mesma apesar de ser uma melhoria em relação ao caríssimo engº Sócrates não é muito melhor e na prática representa a mesma continuação de paradigma da politica portuguesa. Não me esqueço que Ferreira Leite passou pelo ministério das finanças não faz muito tempo e que, apesar de corajosamente ter congelado a subida de salários da função pública nesse período, pouco mais fez para alterar a composição da despesa nas contas públicas. Lembro-me também perfeitamente que o PSD tinha chegado ao governo prometendo um choque fiscal - o único choque que nos foi dado então foi a subida do IVA de 17 para 19%. Ferreira Leite é - por muito que queira apresentar-se como a oposição às politicas actuais do PS - o rosto das medidas económicas actuais, o rosto da fixação no controlo do défice. Ela é, para o bem e para o mal, um dos simbolos do que tem sido a politica económica seguida em Portugal nos últimos anos - e a forma como defendeu recentemente que o PSD não devia propôr a baixa de impostos faz-me crer que a mesma continua a defender as mesmas politicas que tão mau resultado têm dado.

 

Em Pedro Santana Lopes ainda menos voto - recuso-me sequer a ponderar a hipótese do maior partido da oposição voltar a ter como lider aquele que foi um dos piores primeiro-ministro que este país teve. Ainda hoje na entrevista à SIC Noticias o homem é revelador daquilo que sempre foi a sua forma de estar, um tipo que faz fofoca politica, que uma vez ou outra apresenta uma medida avulsa sem qualquer efeito prático só para português ouvir (não me esqueço que mal chegou a primeiro-ministro a grande medida que teve para apresentar foi a deslocalização de alguns ministérios para fora de Lisboa), e que não aparenta ter um projecto com pés e cabeça para o país. Neste, não voto de certeza absoluta.

 

Em Pedro Passos Coelho irei votar. Em primeiro lugar porque é o único que aparenta uma linha liberal de alguma mudança em relação ao actual estado de coisas - não é que me convença totalmente, longe disso, mas há aqui um risco que não me importo de tomar, diria mais, que estou desesperadamente disposto a tomar. Um tipo que promete privatizar a CGD e a RTP ganhou logo a minha atenção. Um tipo que refere-se ao individuo e à sociedade civil como os pilares da nossa democracia e que percebe que boa parte da culpa do actual estado do país deve-se à invasão por parte do Estado na nossa economia, na nossa vida social, tem logo em mim um apoiante.

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

  •  
  • Outras Casas

  •  
  • Blogs

  •  
  • Em Inglês

  •  
  • Think Tank

  •  
  • Informação

  •  
  • Magazines

  •  
  • Desporto

  •  
  • Audiovisual

  •  
  • Ferramentas

    Arquivo

    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2009
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2008
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2007
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2006
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D