7 comentários:
De Livia Borges a 24 de Abril de 2008 às 09:42
Realmenet, demasiado anglo saxónico.
Falta, de facto, Camões e falta Cervantes.
Engraçado estar lá Le Morte d'Arthur e não estar Alfred Lord Tennyson (!).
De Jorge A. a 24 de Abril de 2008 às 23:14
"Falta, de facto, Camões e falta Cervantes."

Resumindo, falta muita gente. Mas quanto a Camões mantenho a discórdia, a obra de Camões é uma obra menor quando comparada com a grandiosidade da "Divina Comédia" de Dante (onde, aliás, Camões foi beber muita influência).

Já Pessoa é, em sí, único e com um estilo incomparável a qualquer outro, em Portugal ou no estrangeiro.

Comentar post