Segunda-feira, 10 de Setembro de 2007

Ressaca

Djokovic had been the comedian of the United States Open, a 20-year-old Serb who had won over the crowd with his postmatch impressions of fellow players as well as his gutsy baseline game.

Federer did not care for his act. And in the accelerated end, Djokovic, playing in his first Grand Slam final, was not yet ready for the inimitable Federer.

Those were the closing words of his news conference, perhaps fueling a compelling rivalry between the fashionable traditionalist, Federer, and the YouTube star, Djokovic.

Not that Federer, 26, was willing to admit it. He is chasing one man, Pete Sampras, the retired career leader with 14 Grand Slam titles.

He could not say the same for Djokovic. Federer said he still considered Nadal his true rival, even as Djokovic joined the conversation.

Federer was dismissive of Djokovic’s impressions of other players — Nadal, Roddick, Andre Agassi and even Federer.

“I know some guys weren’t happy. I know some guys might think it’s funny. He’s walking a tightrope, for sure. If fans like it, it’s good for tennis, to be honest. It’s good to have a character like him out there, there’s no doubt.”

Federer left no doubt. For now.

Na minha modesta opinião, não é em Novak Djokovic, nem em Rafael Nadal, que Roger Federer encontra o seu maior rival e a sua principal motivação para manter-se no topo. É com a história da modalidade que Federer tem um ajuste de contas a concretizar. É verdade que Nadal uma vez ou outra traz Federer à terra e dá-lhe uma lição de humildade, mas a aparente vantagem de Nadal frente a Federer não deixa de ser fruto das circunstâncias. Nomeadamente da circunstância de Nadal invariavelmente ser eliminado nos torneios onde Federer é mais forte, enquanto Federer recorrentemente vai à final dos torneios de terra batida onde Nadal, por enquanto, é o rei. No dia em que Nadal ou Djokovic conseguirem rivalizar com Federer de igual para igual, dificilmente será por estes dois elevarem o seu jogo ao nível do jogo do suiço, mas será sempre por um abaixamento de forma do melhor jogador de todos tempos.

Secções: ,
publicado por Jorge A. às 22:07
link do post | comentar
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Mais sobre mim

Contacto

jorgeassuncao@europe.com

Subscrever feeds

Pesquisar neste blog

Links

Arquivos

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Secções

desporto(383)

politica nacional(373)

cinema(291)

economia(191)

música(136)

ténis(132)

humor(131)

futebol(130)

eleições eua(118)

estados unidos(115)

portugal(115)

blogs(109)

miúdas giras(93)

jornalismo(88)

politica internacional(87)

governo(79)

televisão(74)

blogosfera(69)

oscares(68)

pessoal(55)

todas as tags

blogs SAPO