Sexta-feira, 18 de Julho de 2008

Boas noticias

Chegou a carta das finanças relativa à demonstração de liquidação de IRS, entre retenções na fonte e deduções não atingi o montante suficiente para satisfazer o monstro. Vou ter que contribuir mais um bocadinho para financiar, entre outras coisas, a compra de habitação para quem não a tem (ou tendo não gosta dela); para financiar os camionistas que não podem com o preço alto do combustível (e eu? que gasto cerca de €250 mês no dito cujo? como e calo-me); para financiar os agricultores, os pescadores, e todos os restantes "coitados" a quem o negócio corre mal (a mim também me podia correr um bocadinho melhor...); e para financiar os habitantes da região da OTA por terem visto as suas expectativas defraudadas com a deslocalização do novo aeroporto. Não dúvido que o meu contributo para o engordar do monstro seja boa noticia para muita gente. Mas para mim não é certamente.

publicado por Jorge A. às 21:57
link do post | comentar | ver comentários (6)
Quinta-feira, 17 de Julho de 2008

América Socialista III

Ao contrário do que por vezes eu próprio dou a entender, os Estados Unidos não são um paraiso liberal (no sentido europeu do termo). Nomeadamente em termos de regulação bancária, os americanos foram ao longo do século XX bem mais interventivos que os europeus. Basta pensar por exemplo na solução encontrada para procurar impedir que os bancos, em busca de lucros altos, tomassem demasiados riscos. E qual foi essa solução? Foi desvirtuar o mercado de tal forma que permitisse a todo e qualquer banco obter lucros elevados - procurando com isso diminuir o incentivo ao risco. Agora, não só os americanos, como os europeus, bem como todo o mundo, sofre as consequências de um sistema financeiro admiravelmente mal regulado (não confundir mal regulado com pouco regulado, antes pelo contrário). Esperemos só que a crise actual não implique respostas como as do passado (ver: Smoot-Hawley Tariff Act).

publicado por Jorge A. às 23:15
link do post | comentar

A América Socialista II

Fannie Mae and Freddie Mac: End of illusions

THERE is a story about a science professor giving a public lecture on the solar system. An elderly lady interrupts to claim that, contrary to his assertions about gravity, the world travels through the universe on the back of a giant turtle. “But what supports the turtle?” retorts the professor. “You can’t trick me,” says the woman. “It’s turtles all the way down.” [...]

[...] In the end, the turtle at the bottom of the pile is the American taxpayer. But that suggests that, if Americans are losing money on their houses, pensions or bank accounts, the right answer is to tax them to pay for it. Perhaps it is no surprise that traders in the credit-default swaps market have recently made bets on the unthinkable: that America may default on its debt.

publicado por Jorge A. às 23:10
link do post | comentar

A América Socialista

Toxic fudge

ADAM SMITH thought that private companies chartered to fulfil government tasks had “in the long run proved, universally, either burdensome or useless”. That has not stopped them thriving.

America has five government-sponsored enterprises (GSEs), set up to subsidise loans to homeowners or farmers.

 

Their supremacy reflects their privileges. As well as an implicit state guarantee, which allows them to fund themselves cheaply, they enjoy exemption from some taxes.

 

An end to GSE status looks unlikely: as truly private companies Fannie and Freddie would require unrealistically large injections of equity. The government wants to avoid nationalisation. That leaves the status quo, the public subsidy of private profit: a combination as toxic as it was in Smith’s day.

publicado por Jorge A. às 23:02
link do post | comentar

Lições

Robert Murat recebe indemnização de 757 mil euros de jornais britânicos por difamação 

Robert Murat, um dos três arguidos no caso do desaparecimento de Madeleine McCann em Maio do ano passado, vai receber 757 mil euros de indemnização dos jornais britânicos que reconheceram ter publicado notícias difamatórias e falsas sobre si.

E os jornais portugueses já se pronunciaram? E a justiça portuguesa irá tomar alguma posição? Quem é que dá mesmo lições a quem?

publicado por Jorge A. às 22:03
link do post | comentar | ver comentários (2)

Nuclear

Cavaco Silva pede aos portugueses para "não baixarem os braços perante a crise" 

O Presidente da República pediu hoje aos portugueses para "não baixarem os braços" perante a desaceleração da economia, sublinhando que o país já foi capaz de ultrapassar outros momentos difíceis. Sobre o recurso à energia nuclear, Cavaco Silva diz que a matéria "deve ser debatida e estudada".

É em tempos como estes, em que o pragmatismo do presidente deve sobrepôr-se ao dogmatismo dos mesmos de sempre, que eu me pergunto para que serve o dinheiro do contribuinte gasto a subsidiar aquelas ventoinhas que trabalham em alguns recantos do país.

publicado por Jorge A. às 21:53
link do post | comentar | ver comentários (2)
Quarta-feira, 16 de Julho de 2008

K'naan

Secções:
publicado por Jorge A. às 22:45
link do post | comentar

Ler os outros

"Os liberais, pessimistas sobre a natureza humana, ou melhor, realistas, sabem que só o governo mínimo pode reduzir os riscos de prejuízos máximos para a liberdade. Os liberais nunca acreditaram na teoria das elites como fundamento do sistema de governo. Eles preferem o processo de mercado, onde cada interveniente se encontra em plano de igualdade com os demais, para que os indivíduos possam fazer as suas escolhas." Rui Albuquerque, no Insurgente.
publicado por Jorge A. às 22:05
link do post | comentar
Terça-feira, 15 de Julho de 2008

Tropa de Elite

"Numa cidade muito longe, muito longe daqui, que tem favelas que parecem com as favelas daqui. Que tem problemas que parecem os problemas daqui. Existem homens maus sem alma e sem coração. Existem homens da lei com determinação. Mas o momento é de caos! Porque a população, na brincadeira sinistra de polícia e ladrão, não sabe ao certo quem é... quem é... herói ou vilão. Não sabe ao certo quem vai, quem vem na contramão!" Leandro Sapucahy (Muito Longe Daqui)

Secções:
publicado por Jorge A. às 23:31
link do post | comentar | ver comentários (5)
Segunda-feira, 14 de Julho de 2008

Visto

Tropa de Elite. Amanhã logo escrevo umas palavrinhas sobre o que achei do filme.

Secções:
publicado por Jorge A. às 22:58
link do post | comentar | ver comentários (4)

Sobre o Prós e Contas de hoje

"Está visto que “cidadão” é palavra que não existe no léxico dos jornalistas. Para eles (ou para a grande maioria), sociedade civil é sinónimo de grupos de pressão." - LR no Blasfémias
publicado por Jorge A. às 22:50
link do post | comentar
Domingo, 13 de Julho de 2008

Vistos pelos outros

Lisbon Comes Alive

As dust collected on Lisbon’s monuments — Roman theaters, Moorish edifices, Gothic churches, Baroque squares — the city became the Miss Havisham of Western Europe: a relic, forgotten and forlorn.

The last of the Western European capitals to experience a cultural bloom, Lisbon is avidly making up for lost time. All over the city, an upstart generation is laying waste to the sepia-toned stereotypes and gleefully constructing edgy and forward-looking ventures amid the time-worn monuments and quaint cobbled lanes.

Secções: ,
publicado por Jorge A. às 14:28
link do post | comentar

Personagens de B.D.

A revista Empire elaborou uma lista das 50 maiores personagens da história da BD. Adivinhem quem ficou à frente?

Secções:
publicado por Jorge A. às 02:52
link do post | comentar
Sábado, 12 de Julho de 2008

What a way to run the world

O titulo do post é o titulo da capa da última semana da Economist. É de facto uma pergunta que se impõe, especialmente para aqueles que ainda vêem na ONU uma organização responsável e onde os problemas do mundo podem e devem ser resolvidos: sanções contra o Zimbabwe bloqueadas pelo veto da Rússia e China. Por muito que custe a muita gente, se o mundo tem a estabilidade e segurança actual (façam uma verificaçãozinha pelo número de mortos civis resultantes de conflitos em qualquer década do século passado e comparem com esta primeira década do século XXI), eu sei perfeitamente a quem mais o deve

publicado por Jorge A. às 13:27
link do post | comentar

Why so serious?

A avaliar pelas criticas já disponíveis, o filme será brilhante. Entre comparações do Joker de Heath Ledger com o Hannibal Lecter de Anthony Hopkins ou o Alex de Malcolm McDowell, a comparações do Bruce Wayne/Batman de Christian Bale com o Michael Corleone de Al Pacino, a campanha de promoção do filme não podia ter corrido melhor e deixou as expectativas bem elevadas. Um épico será certamente, a obra prima só o tempo o dirá. Entretanto, para mim, um fã incondicional de Batman Begins, resta-me a consolação de saber que dentro de poucos dias estarei sentado frente ao ecrã de cinema a fazer a minha própria avaliação da sequela.

Secções:
publicado por Jorge A. às 00:34
link do post | comentar
Sexta-feira, 11 de Julho de 2008

Aprovado

Carlos Queirós "orgulhoso" por regressar à selecção nacional

 

Por vários motivos é uma noticia que me deixa satisfeito. Em primeiro lugar porque é português. Em segundo lugar porque é uma pessoa que sempre se mostrou independente e que pensa pela própria cabeça. Em terceiro porque é competente. Não, é óbvio que não é um génio cujo trabalho na selecção só poderá resultar em sucesso, longe disso, mas é alguém que já deu mostras de perceber de futebol e que não receou voltar a um posto de destaque, onde o fracasso é uma possibilidade, em oposição ao lugar mais reservado, mas bem remunerado e seguro que tinha no Manchester United.

Secções: ,
publicado por Jorge A. às 19:48
link do post | comentar
Quinta-feira, 10 de Julho de 2008

No país faz de conta

Taxa "Robin dos Bosques" não tem impacto nos lucros da Galp 

O Governo aprovou hoje em Conselho de Ministros a criação de uma taxa de tributação a aplicar às empresas produtoras de produtos petrolíferos refinados.

Para efeitos fiscais, a valorização dos “stocks” de combustíveis é feita através do método FIFO, ou do custo médio ponderado. O ganho extraordinário obtido pela adopção deste critério passa a encontrar-se sujeito a uma taxa de tributação autónoma de 25%, garantindo-se assim a redistribuição.

 

Como a Galp, nas suas demonstrações financeiras já reflecte este método FIFO (O primeiro a entrar nas reservas é o primeiro a sair), esta medida do Governo, ao nível do resultado líquido, “não tem qualquer impacto”, refere um comunicado da Galp emitido esta noite.

Que é o mesmo de dizer que a taxa, funcionando apenas como uma medida de antecipação do pagamento dos impostos, não tem qualquer impacto ao nível das receitas fiscais do Estado. Trata-se de fogo de artificio para português ver. Ao contrário do que por vezes aparentam, eles raramente agem por ignorância, a maior parte das vezes estão simplesmente a mentir ou a agir de má-fé.

publicado por Jorge A. às 23:15
link do post | comentar

Market prices don't lie

Elizabeth Pisani, no blogue The Wisdom of Whores (que entra directamente para a minha barra de links do lado direito), pergunta qual o problema das mulheres malaias e foca o facto de, em teoria, as malaias constituirem um bem mais escasso que as chinesas. Claro que a falha aqui é pensar apenas na fixação do preço com base na oferta, esqueceu-se da variável não menos importante que é a procura (como refere um dos comentadores, market prices don't lie). Faz sentido que, para aquela região do globo, a mulher russa seja de valor acrescentado face às restantes alternativas que em pouco se diferenciam. Por outro lado, é preciso frisar a enorme falha de mercado que tal exorbitância comporta para o bolso do cidadão que quer passar um serão agradável na companhia de uma jovem russa, é óbvio que por aquelas bandas falta uma AdC, uma ASAE e um José Sócrates. (via: The Marginal Revolution)

Secções: , ,
publicado por Jorge A. às 22:37
link do post | comentar

O Estado da Nação? Paranóia

Governo vai pedir à AdC que esteja atenta a eventuais subidas dos preços por parte das gasolineiras (negritos meus):

Ao falar esta tarde durante o Debate sobre o Estado da Nação, Sócrates disse que, é "ilegal" um aumento dos preços por parte das gasolineiras devido à nova taxa. "O que vamos fazer é taxar as empresas fazendo registos contabilísticos segundo normas internacionais (...) Seria ilegal, com base nisso, a empresa aumentar os preços", disse o primeiro-ministro, adiantando que o Governo vai "pedir à AdC que esteja atenta" aos preços praticados pelas gasolineiras.
No caso do não cumprimento da redução da taxa de IVA de 21 para 20%, o chefe do Governo afirmou que "se a Galp não interiorizou o preço do IVA na redução do gás butano, é muito grave. É por isso que a Galp emitiu um comunicado onde dizem que se tratou de um erro. A ASAE está atenta e espera que a Galp devolva o dinheiro".

Este país está a bater no fundo.

publicado por Jorge A. às 22:18
link do post | comentar

Os culpados pela crise limpam as mãos...

Fed diz que reguladores precisam de mais poder para travar crise

O Presidente da Reserva Federal norte-americana, Ben S. Bernanke, solicitou hoje ao Congresso maiores poderes de regulamentação de modo a estabelecer padrões para o capital, liquidez e gestão de risco dos bancos de investimento.

... e ainda têm a lata de pedir mais poderes.

publicado por Jorge A. às 22:07
link do post | comentar

Ele adorou a América e a América adora-o a ele

Dica: Voz da América (Via: BrainstormZ)

publicado por Jorge A. às 19:59
link do post | comentar

O Carro Eléctrico

Carro Eléctrico Paga Menos Imposto 

O primeiro-ministro, José Sócrates, disse, esta quarta-feira, que o Governo vai estudar um modelo fiscal para permitir que os futuros carros eléctricos possam pagar menos imposto. As palavras de José Sócrates foram proferidas no Pavilhão de Portugal, no Parque das Nações, após a assinatura de um protocolo entre o Governo e a aliança Renault-Nissan para a comercialização em Portugal de modelos de veículos eléctricos, que se espera poderem ser lançados em larga escala a partir de 2010.

Na politica portuguesa nada de novo. Muito fogo de vista, mas pouco mais. Também John McCain na campanha americana prometeu um prémio de 300 milhões de dólares para quem desenvolvesse o carro eléctrico ao ponto de torná-lo competitivo com os actuais carros movidos a petróleo (como se qualquer que fosse a empresa a descobrir tal feito, não fosse lucrar muito mais só por tal inovação). Os politicos andam sempre à procura da última moda que lhes permita parecer que fazem, os carros eléctricos são só a última tendência dessa mesma moda. Entretanto, em Inglaterra, noticiou hoje a SIC Noticias, andam fascinados com o carro a hidrogéneo - a moda por lá é ligeiramente diferente. Mas no fim não é preciso perder muito tempo para perceber quem lucra com tudo isto. O consumidor não será certamente, já a empresa que comercializa tais carros não perderá o sorriso de orelha a orelha. Em Portugal, é a Renault-Nissan que está muito interessada em ajudar-nos a resolver a nossa dependência internacional do ouro negro, não dúvidem...

 

Mas o primeiro-ministro vai mais longe, quando afirma: 

"Espero que, no futuro, possamos estar acompanhados pela Europa. Lamento que a Europa ainda não tenha apostado mais neste domínio e não esteja a ser mais ambiciosa, por que não podemos continuar passivos por muito mais tempo", declarou.

Ora, ora, na Europa há quem ande mais preocupado em pôr este cantinho como o mais atrasado já em 2020, como ainda hoje afirmou Medina Carreira na SIC generalista. Entretanto, neste cantinho, caminhamos a passos largos para a desgraça, ajudando empresas privadas a desenvolverem carros eléctricos de rentabilidade duvidosa e que caso alguma vez se tornem rentáveis, serão rapidamente exportados para o resto da Europa - Europa essa que rapidamente agradecerá a Portugal por ter subsidiado tal descoberta de que todos beneficiarão à custa do contribuinte português.

publicado por Jorge A. às 00:12
link do post | comentar | ver comentários (2)
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Mais sobre mim

Contacto

jorgeassuncao@europe.com

Subscrever feeds

Pesquisar neste blog

Links

Arquivos

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Secções

desporto(383)

politica nacional(373)

cinema(291)

economia(191)

música(136)

ténis(132)

humor(131)

futebol(130)

eleições eua(118)

estados unidos(115)

portugal(115)

blogs(109)

miúdas giras(93)

jornalismo(88)

politica internacional(87)

governo(79)

televisão(74)

blogosfera(69)

oscares(68)

pessoal(55)

todas as tags

blogs SAPO