Quinta-feira, 31 de Dezembro de 2009

Apesar de tudo, algum serviço público

Aquele que a RTP presta durante as madrugadas. Enquanto a SIC e a TVI repetem programas com prémios em dinheiro em que meninas engraçadas falam, falam, falam, e não dizem nada, a RTP sempre opta por passar filmes. Coisa irritante é o que aconteceu a última segunda-feira. A SIC, e muito bem, passou a utilizar esse dia para uma grande reportagem. Pois, à falta de melhor, TVI e RTP decidiram copiá-la. Agora fomos brindados com três grandes reportagens, programas com qualidade como há poucos na televisão portuguesa, à mesma hora e a concorrerem entre si. Assim, é difícil perceber para que servem três canais generalistas, bastava um.

Secções:
publicado por Jorge Assunção às 14:00
link do post | comentar | ver comentários (3)
Terça-feira, 15 de Dezembro de 2009

Música portuguesa

No concurso da SIC, Idolos, na última gala, o juri queixava-se da falta de músicas cantadas em português, acentuando que os concorrentes estão ali para alcançar a fama em Portugal e não noutro lado qualquer. Refira-se que todas as músicas foram escolha dos concorrentes e decorridas duas galas, que englobaram vinte e cinco canções, só duas foram cantadas na lingua de Camões. Acrescente-se ainda que os dois que cantaram em português foram para casa logo na primeira gala e não sairam sem que o juri os criticasse pelo mal juizo na escolha da música. O tema é recorrente, mas é óbvio que o problema não é dos concorrentes, que limitam-se a escolher aquilo que gostam de ouvir. Tirando o fado, onde a boa música cantada em português deve sempre procurar refúgio; tirando um ou outro nicho de mercado, onde uma banda ou artista destacam-se pela qualidade; o panorama é deprimente. Basta dar uma vista de olhos pelos artistas que passeiam pelos mais variados ‘natais dos hospitais’ que poluem a televisão portuguesa. A música popular portuguesa está entregue aos Tony’s Carreira e Ruth’s Marlene deste mundo. A não ser que os concorrentes pretendam ser idolos de mulheres de meia-idade ou idolatrados por exibirem as pernas, boa parte da discografia que cabe na televisão portuguesa generalista pode ir para o lixo. E depois, talvez cantar em inglês não seja assim tão má ideia, mesmo para quem quer ser um idolo em Portugal. Afinal, há maior idolo em Portugal do que o David Fonseca? Ora, o David até sabe cantar em português, no projecto Humanos demonstrou-o, tal como a Sónia Tavares, dos The Gift, fez o mesmo no projecto Amália Hoje, mas foi a cantar na lingua de Shakespeare que ambos ganharam protagonismo, e será em inglês que darão continuidade às suas carreiras.

Secções: ,
publicado por Jorge Assunção às 19:00
link do post | comentar | ver comentários (1)
Sábado, 12 de Dezembro de 2009

A propósito do discurso de Obama...

...e da defesa da guerra, lembro-me do Band of Brothers. A série televisiva consegue levar-nos até ao inicio do nono episódio (num total de dez) a duvidar de certas situações que ocorreram naquela guerra. No ínicio do nono episódio, ninguém terá dúvidas que aquela guerra era necessária e inevitável, mas alguns duvidarão se a condução da guerra teria sido a melhor. A série mostra, especialmente no oitavo episódio, alguns erros cometidos em situação de guerra. E um erro, em guerra, tem outro significado e valor, porque resulta na perda de vidas humanas. É estranho pensar que aqueles soldados, para sobreviverem à violência e brutalidade da situação em que estavam inseridos, criaram laços de amizade muito fortes com os companheiros de armas, isto ao mesmo tempo que sabiam que, num qualquer momento, podiam deparar-se com o companheiro morto. A amizade que ajuda a sobreviver à guerra é, ao mesmo tempo, a amizade que destrói o ânimo e a alma em tantos outros momentos. Deve ser estranho depender da amizade para sobreviver ao mesmo tempo que a cada morte de um amigo é uma parte da nossa vida que se perde também.

Secções: ,
publicado por Jorge Assunção às 19:00
link do post | comentar
Sábado, 5 de Dezembro de 2009

RTP

A RTP continua a sorver dinheiro dos contribuintes como se não houvesse amanhã. E vale a pena? Talvez valha. Vejamos: Soares é fixe, e na quarta-feira à noite, como para comprovar o quão fixe ele é, foi possível assistir a mais uma entrevista sua com passagem no canal público, no apelidado prime time. Como não há ano que passe em que Soares não tenha um programa na estação, suponho que este já tenha lugar no quadro de funcionários do canal. Mas isto até é acessório, falemos dos verdadeiros funcionários. Continuemos: o que dizer do programa de sexta-feira apresentado por Sónia Araujo? Lixo televisivo no seu melhor, mesmo quando comparado a uma novela brasileira de segundo nível. Mas a Sónia só quererá seguir os passos da Catarina, que tem a noite de sábado a seu cargo. Para fazer a ligação entre as duas, poderia falar desse astro da dança que é Marco de Camilis, promovido inicialmente pela Catarina, e que tem a honra de ensaiar os concorrente de ambos os programas. Enfim, o dançarino italiano precisa de um rendimento extra. O programa de sábado chama-se Dança Comigo no Gelo, mas podia ser simplesmente o programa da Catarina, uma vez que mais não faz do que servir para diversão da própria apresentadora e para promover alguns amigos desta. Consta que a senhora é das melhores remuneradas na estação. Nada injusto, deve ser por isso que lhe chamam “serviço público”. Ora, no domingo, voltam outros dois amigos da Catarina, de seu nome João Baião e Silvia Alberto, o primeiro foi juri num concurso da Catarina, igual ao actual, mas na altura sem gelo, a segunda é a sua mais brilhante substituta. O programa de domingo à noite, não anda muito longe do lixo do de sexta, e é certamente pior que o da SIC e da TVI, inclusive nas audiências, mas enfim, parece que nos dias que correm, servir lixo é mesmo “serviço público”.

Secções:
publicado por Jorge Assunção às 18:00
link do post | comentar | ver comentários (7)
Segunda-feira, 23 de Novembro de 2009

Plano Inclinado

O programa da SIC Noticias, com a moderação de Mário Crespo e a presença de Medina Carreira, João Duque e Nuno Crato, é um dos melhores programas da televisão portuguesa. Até agora, os assuntos predominantes tem sido económicos e para quem quiser perceber foi lá dito o essencial sobre o estado da economia portuguesa. No programa do último sábado, foram ao ponto que faltava e que, de forma simplificada, explica o motivo porque ainda existem para ai uns economistas optimistas: os que não duvidam que a União Europeia, sobretudo com o esforço dos contribuintes alemães, irá ajudar a economia nacional. Basicamente, eles são optimistas não porque ignorem que estão a atirar para alto mar alguém que não sabe nadar, mas porque contam que, quando estivermos perto de afogarmo-nos, um tipo alto e loiro virá atirar a bóia e levar-nos para terra. Claro que continuaremos sem saber nadar. Mas, enfim, que tristeza de povo e de economistas.

publicado por Jorge Assunção às 20:00
link do post | comentar | ver comentários (2)
Quinta-feira, 19 de Novembro de 2009

Cinco Noites,Cinco Filmes

Mas nem tudo é mau nos canais públicos de televisão. Ontem também reparei que no canal 2 repuseram o ciclo "Cinco Noites, Cinco Filmes". Portanto meus amigos, a partir de agora as minhas horas de sono durante a semana serão substancialmente reduzidas.

 

Para além de partilhar com o Ega a antipatia pelo Carlos Malato (leiam o post citado), também é com interesse que fico a saber que o ciclo "Cinco Noites, Cinco Filmes" estará de regresso à 2. Talvez isso explique o porquê de ter apanhado o Dog Day Afternoon, com o Al Pacino, ontem à noite na estação em causa.

 

Aliás, ver o Al Pacino naquela fase inicial da sua carreira é um luxo para qualquer amante de cinema. E é o recordar de como já não existem actores assim (e como o próprio Al Pacino é, nos tempos que correm, uma pequena amostra daquilo que já foi). Há um momento de particular brilhantismo no filme: a maior parte da acção decorre durante o assalto a um banco. A certa altura, o companheiro de uma das mulheres sequestradas (um sequestro muito peculiar, diga-se), tendo conhecimento através da televisão que decorre o assalto, telefona para o banco e a esta é-lhe permitido falar com ele. Durante a chamada, esta vira-se para Sonny (a personagem de Al Capino) e pergunta-lhe, com toda a naturalidade, que o companheiro perguntava quando é que este pensava dar o assalto por terminado para ela regressar a casa. A pergunta é insólita, e não há resposta adequada para a mesma. Al Pacino balbucia alguma coisa sobre a falta de sentido da pergunta, mas como espectador quase não presto atenção ao que diz, a resposta já havia sido dada pela expressão facial e pelos olhos de Sonny na primeira reacção à pergunta.

Secções: ,
publicado por Jorge Assunção às 19:00
link do post | comentar | ver comentários (1)
Quarta-feira, 18 de Novembro de 2009

Química

Gosto de ver o Ossos, na Fox. Como a promoção à série indica, a Dª. Brennan é o cérebro, associada à razão, o Special Agent Booth é o coração, associado à emoção - é, para simplificar, uma reencarnação da relação entre a Dana Scully e o Fox Mulder do X-Files. A série, como tantas outras do género, gira em torno de dois planos: um definido e de curta duração, que se prende com a história do episódio em causa, outro mais indefinido e que se estende ao longo dos vários episódios, e que se prende com as relações amorosas e sociais entre os vários protagonista da série. O desenvolvimento do segundo plano é aquilo que verdadeiramente cativa e permite o prolongar da série por várias temporadas. O primeiro plano, quando prestamos a devida atenção, é uma (quase) repetição de episódios anteriores.

 

É como no Dr. House: costumo assistir ao episódio que começa por volta das 19:20. Por vezes parece que a solução para a doença que afecta o personagem do episódio está prestes a ser descoberda. Olho para as horas: são 19:40. Então tenho a certeza que ainda não é desta e outra situação inesperada ocorrerá. Não fosse assim, por vezes rotineira, e talvez a série não durasse tanto tempo nos ecrãs.

Secções:
publicado por Jorge Assunção às 19:00
link do post | comentar | ver comentários (6)
Sexta-feira, 30 de Outubro de 2009

Televisão e Ideologia

 

Descubro este gráfico no The Daily Dish. O Andrew Sullivan aproveita para atacar a Fox News, diz este que as outras estações são parciais, mas nenhuma é tão enviezada quanto a Fox News. Pois, mas parece-me a mim que talvez o facto de todas as outras estarem enviezadas para o mesmo lado ideológico, além de não ser um fenómeno menor e insignificante, talvez justifique o enviezamento excessivo da Fox News. E mais, parece-me que se a Fox News tivesse um enviezamento na linha dos restantes canais, então o panorama na televisão norte-americana ainda seria mais pró-Democrata do que é. Ao contrário do que alguns querem fazer crer, a Fox News, com todo o seu enviezamento, é o canal que garante a neutralidade das televisões norte-americanas, ao permitir que o público que assim pretenda, não fique obrigatoriamente exposto ao claro enviezamento a favor da 'esquerda' norte-americana que domina os meios de comunicação social (basta verificar como a maioria dos jornais apoia sempre o candidato democratas nas presidenciais). Dirão: bem, mas podia ao menos ser não mais parcial que os outros. E eu pergunto: se no quadro acima, a Fox News tivesse a mesma parcialidade a favor dos Republicanos que os outros têm para com os Democratas, qual seria a conclusão óbvia a retirar? Que os canais informativos norte-americanos eram excessivamente parciais a favor dos Democratas. Assim, sempre poderá ser alegado que, apesar de todos os outros serem pró-Democratas, o único que é pró-Republicano, é mais pró que os outros todos. O que por sua vez leva à minha conclusão: a Fox News é fundamental para equilibrar o sistema.

publicado por Jorge Assunção às 13:00
link do post | comentar
Terça-feira, 27 de Outubro de 2009

Tão cheio de razão

Mas hoje, quando a "verdade" é um anátema ou um insulto, isso também não incomoda ninguém. E, ao fim de dez em onze comentadores e jornalistas na SICN ou na TSF ou na RTPN a dizerem o mesmo, quem é que se atreve a duvidar?

 

Na mouche. Pacheco Pereira, que se afasta da mediocridade reinante, e por isso tão criticado, é dos poucos que ainda vou escutando e lendo com atenção. Nem sempre concordo com o que diz, mas respeito-o pelo pensamento livre. Pensamento livre que não o impede de ter uma agenda política, mas a agenda é conhecida de todos. Respeito-o por isso. Já não respeito e não me merecem consideração nenhuma a quantidade infindável de comentadores 'independentes' que poluem os meios de comunicação social.

publicado por Jorge Assunção às 11:09
link do post | comentar
Sexta-feira, 23 de Outubro de 2009

Ainda sou do tempo

Em que os resumos dos jogos do Benfica incluíam (quando não se ficavam só por) oportunidades de golo. Actualmente, o limite de tempo dos resumos televisivos só permite mostrar os golos.

publicado por Jorge Assunção às 10:57
link do post | comentar | ver comentários (2)
Sexta-feira, 16 de Outubro de 2009

National Geographic

Nos últimos dias, o comentário político feito em Portugal aproxima-se muito do National Geographic. O animal temático em exibição é a víbora. Ontem, apareceu na televisão a Víbora-cornuda, de nome cientifico: luisfilipemenezes. É um animal que quando atacado e mesmo após reconhecer a derrota, não deixa de tentar morder. Mas mais perigosa é a Víbora-listrada, de nome científico: pedropassoscoelho. É perigosa quer porque é mais venenosa, quer porque as suas cores tropicais atractivas enganam os mais distraidos que tomam-nos por um animal engraçado. A víbora-listrada está cheia de pequenos filhotes pela blogosfera fora, mas tem um problema, ao mesmo tempo que as cores são atractivas para os mais distraidos, os atentos e conhecedores rapidamente percebem quem é e ao que vem. Mais cuidado é preciso ter com algumas sub-espécies, como miguelrelvas, antónionogueiraleite e ângelocorreia. O seu ninho é o partidosocialdemocrata, onde convivem com outras víboras (de onde se destaca marcelorebelodesousa, conhecido por atacar aos domingos à noite, recentemente mais activo), mas também com outros animais mais recomendados. Infelizmente, enquanto as víboras não forem afastadas do ninho partidosocialdemocrata, suponho que este não é aconselhável a quem quer que o queira visitar.

publicado por Jorge Assunção às 10:48
link do post | comentar | ver comentários (7)
Quinta-feira, 27 de Agosto de 2009

Bota-abaixismo

O querido líder adiou para a próxima terça-feira a entrevista com Judite de Sousa, estava prevista para hoje. Será que esta é uma decisão que tem como motivo permitir ao nosso querído líder usar a entrevista para bota-abaixismo ao programa do PSD? Como eu os compreendo.

publicado por Jorge Assunção às 17:20
link do post | comentar | ver comentários (2)
Quinta-feira, 13 de Agosto de 2009

Notícias na América

 

Os noticiários americanos são sempre muito mais educativos que os portugueses. A imagem de cima é de uma notícia da Fox News. Através desta imagem do médio oriente, somos informados que o Iraque foi anexado pelo Egipto ou coisa parecida.

publicado por Jorge Assunção às 13:06
link do post | comentar | ver comentários (4)
Segunda-feira, 27 de Julho de 2009

Encontro com bloggers

Afinal, hoje, Sócrates não esteve só reunido com um grupo muito limitado (escolhido a dedo) de bloggers portugueses. Longe disso. A avaliar pelas notícias da SIC e da RTP, Sócrates esteve em conversa com os mais relevantes e notáveis bloggers nacionais. A máquina socialista no marketing televisivo não perdoa.

publicado por Jorge A. às 20:59
link do post | comentar | ver comentários (8)
Terça-feira, 14 de Julho de 2009

"Louisiana Hot Sauce"

Secções: ,
publicado por Jorge A. às 13:17
link do post | comentar | ver comentários (2)
Quinta-feira, 9 de Julho de 2009

Deviam agradecer

Em Wimbledon, as tenistas mais bonitas tiveram preferência sobre as melhores colocadas no ranking mundial no acesso ao campo central. Isto porque as mais belas garantem melhores resultados nas audiências [ver aqui]. Há quem considere a situação uma vergonha e uma afronta às melhores desportistas femininas [o facto, é que não me lembro de igual criticismo quando sempre foi dada preferência a tenistas locais nas transmissões televisivas, exactamente pelo mesmo motivo]. Ora, eu até estaria de acordo com essa critica, não fosse o facto da critica vir do mesmo sector que exigiu prémio de jogo igual entre homens e mulheres. A partir do momento que exigem receber o mesmo que os homens, não é possível criticar que quem paga o prémio tente equiparar as receitas geradas pelo ténis feminino com as receitas geradas pelo ténis masculino. A única coisa que neste momento permitirá um equilíbrio entre ambos os sectores, masculino e feminino, é a beleza: não tivesse Maria Sharapova, por exemplo, ultrupassado Roger Federer no rendimento alcançado (via publicidade). Por muito que custe a algumas mulheres, foram tenistas como Anna Kournikova, Ana Ivanovic e Maria Sharapova, pela sua beleza, que conseguiram dar uma dimensão à massa adepta do ténis feminino que outrora não existia. As restantes tenistas navegam a onda. Em vez de queixarem-se, deviam agradecer por isso.

publicado por Jorge A. às 17:37
link do post | comentar | ver comentários (3)
Sábado, 4 de Julho de 2009

Lidera

PS exclui duplas candidaturas socialistas a câmaras e ao Parlamento. A propósito vale a pena ler o Tiago Moreira Ramalho sobre o assunto. Diz o Tiago, para além de outras considerações que ajudam a explicar a ideia de imparcialidade que os portugueses atribuem à televisão pública, que acha "curiosa a hipocrisia. É que para duas autarquias, curiosamente a de maior dimensão e a da segunda capital, vão estar candidatas que foram eleitas para o Parlamento Europeu há menos de um mês. E acho ainda mais curioso que não se tenha dado igual importância à mesma opção, tomada por um outro partido há bastante tempo e que, ao contrário desta, foi realmente cumprida". Talvez isso ajude a explicar as palavras do novo porta-voz do PS, que afirmou a propósito que o PS não seguia a reboque de nenhum outro partido, mas antes liderava nestas questões. Liderava? Santa paciência. Só se lideram na hipocrisia.

publicado por Jorge A. às 12:37
link do post | comentar | ver comentários (3)
Sexta-feira, 3 de Julho de 2009

Jornalismo travestido? TVI vs RTP

 

No novo estudo patrocinado pela SEDES. Os portugueses atribuem maior imparcialidade às estações privadas que à estação pública. Nada de novo, portanto. Entre a TVI e a RTP, bem sei qual constitui maior problema para a democracia portuguesa.

publicado por Jorge A. às 15:07
link do post | comentar
Terça-feira, 30 de Junho de 2009

Pundits

Mas ninguém parece exigir idênticas responsabilidades aos muitos comentadores, analistas, especialistas e jornalistas que andaram a prometer o fim do neoliberalismo quando todos os indicadores objectivos apontavam para uma realidade bem diferente, uma crise profunda do centro-esquerda na Europa, que agora já não podem ocultar. Alguns lamentaram esta realidade com as habituais generalidades e banalidades do tipo "perdeu a Europa, perdemos todos". Outros, quiçá a maioria, continuam com a mesma conversa como se o 7 de Junho nunca tivesse acontecido.

 

A propósito do que escreve Nuno Garoupa, não podia deixar de recordar Philip Tetlock e o sua análise (Expert Political Judgment: How Good Is It? How Can We Know?) sobre os comentadores americanos (na sua maioria, pelo menos). Numa análise a variadas previsões feitas pelos fazedores de opinião, Tetlock descobriu que não só muitas eram erradas como, para piorar, aqueles que mais erravam eram os que tinham mais espaço de antena. Em Portugal, o melhor exemplo dessa cultura está muito bem representado ao domingo à noite na RTP.

publicado por Jorge A. às 12:32
link do post | comentar
Domingo, 14 de Junho de 2009

Para as noites de verão

 

Secções:
publicado por Jorge A. às 22:30
link do post | comentar | ver comentários (2)
Quinta-feira, 28 de Maio de 2009

Motivo para a existência da ERC

ERC condena TVI por “desrespeito de normas ético-legais” no Jornal da Noite de sexta-feira

 

Como já se percebeu por esta altura, a ERC existe para defender o governo. Não é a primeira vez que o faz, não será a última que o fará. E, por curiosidade, o padrão de votação dentro da instituição é sempre o mesmo. A dupla Azeredo Lopes e Maria Estrela Serrano converge em todas.

publicado por Jorge A. às 15:21
link do post | comentar | ver comentários (3)
Quinta-feira, 14 de Maio de 2009

Memória televisiva

O Tiago Moreira Ramalho e o Daniel Santos desafiaram-me a eleger quinze séries inesquecíveis. Eu sabia que ter registo no TV.com alguma vez ia compensar (para quem não conhece, é uma espécie de IMDB só para séries televisivas). Ora, sem mais demora, entre as muitas que podia escolher, cá vão quinze:

 

01. Firefly

02. House

03. Jack and Bobby

04. Lost

05. MacGyver

06. Rome

07. Seinfeld

08. Terminator: the Sarah Connor Chronicles

09. The A-Team

10. The Education of Max Bickford

11. The L Word

12. The Office (UK)

13. The Pretender

14. The Simpsons

15. The X-Files

 

Podia ainda ter referido a Mission: Impossible, o Highlander, ou That 70's Show. Recentemente vi e gostei da primeira temporada de True Blood. E agora, passo a batata quente ao André Miguel, à serotonina, à Ana Silva Fernandes, ao Ega e ao António de Almeida.

Secções:
publicado por Jorge A. às 23:39
link do post | comentar | ver comentários (10)
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Mais sobre mim

Contacto

jorgeassuncao@europe.com

Subscrever feeds

Pesquisar neste blog

Links

Add to Technorati Favorites

Arquivos

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Secções

desporto(383)

politica nacional(373)

cinema(291)

economia(191)

música(136)

ténis(132)

humor(131)

futebol(130)

eleições eua(118)

estados unidos(115)

portugal(115)

blogs(109)

miúdas giras(93)

jornalismo(88)

politica internacional(87)

governo(79)

televisão(74)

blogosfera(69)

oscares(68)

pessoal(55)

todas as tags

blogs SAPO

 

Twingly BlogRank