Sábado, 24 de Outubro de 2009

Frases literárias

O socialismo não é só o problema do operariado, ou seja, do assim chamado quarto estado, mas, em primeiro lugar, uma questão ateísta, uma questão da encarnação moderna do ateísmo, a questão da Torre de Babel sem Deus e sem pretender atingir os céus a partir da terra, mas para fazer descer os céus à terra.

 

Fiódor Dostoiévski, Os Irmãos Karamazov

publicado por Jorge Assunção às 12:48
link do post | comentar
Domingo, 22 de Fevereiro de 2009

Creedocide

Secções: ,
publicado por Jorge A. às 01:37
link do post | comentar | ver comentários (1)
Quarta-feira, 21 de Janeiro de 2009

Matéria de Fé

Apesar de não se perceber muitos dos mecanismos que decretaram as mudanças nos últimos 50 anos, os investigadores acreditam que a causa é a intervenção humana.

Eu encontrei esta frase numa noticia do Público. Milagre! O aquecimento global provocado pelo homem é uma questão de fé, portanto. Muito bem, mas as questões de fé devem manter-se na esfera individual. Há que manter o laicismo como doutrina predominante do Estado.

publicado por Jorge A. às 21:19
link do post | comentar | ver comentários (1)
Domingo, 14 de Dezembro de 2008

Angels

 

More Americans Believe in the Devil, Hell and Angels than in Darwin's Theory of Evolution

 

Pudera...

publicado por Jorge A. às 17:48
link do post | comentar | ver comentários (2)
Terça-feira, 16 de Setembro de 2008

You Got the Silver

 

"O Papa em visita à França, republicana e laica, onde há apenas cerca de 10% de praticantes católicos foi um acontecimento." Assim inicia Mário Soares, na sua cómica coluna do DN, o comentário à visita do Papa a França, para no final concluir com "esqueceu-se que muito mais de 10% da população francesa é agnóstica ou mesmo ateia e, entre ela, seguramente, está a maioria dos segmentos sociais mais cultos e intelectualizados...". Claro que o facto de mais de 50% da população ser católica (praticante ou não), não irá demover Soares da identificação dos segmentos sociais mais "cultos" e "intelectualizados" da sociedade francesa.

publicado por Jorge A. às 12:31
link do post | comentar | ver comentários (4)
Quinta-feira, 28 de Agosto de 2008

Caricaturas de Maomé

Noticia do Público:

Em solidariedade com o presidente do Governo regional, Franz Pahl, que no início do Verão entrou em greve de fome para que removessem a peça de arte contemporânea da exposição, o Papa considerou, em carta enviada ao museu, que a obra era uma blasfémia: “É ofensiva para os cristãos que vêem na cruz o símbolo da salvação”. A direcção do museu reúne-se hoje para decidir se retira ou não o sapo da exposição.

A forma diverge radicalmente, mas o conteúdo é em tudo semelhante e a cedência à pressão igualmente inaceitável. Esperemos pois que o museu decida-se pela manutenção da peça de arte na exposição.

Secções: ,
publicado por Jorge A. às 15:59
link do post | comentar | ver comentários (4)
Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2008

No Inferno

Via Blasfémias. É preciso comentários?
publicado por Jorge A. às 22:50
link do post | comentar
Sábado, 19 de Janeiro de 2008

A Religião no Mundo


Via: Maps of War

Secções: ,
publicado por Jorge A. às 21:50
link do post | comentar
Segunda-feira, 24 de Dezembro de 2007

Do You Believe

Dia 25 de Dezembro celebra-se o nascimento de Jesus, data marcante para cristãos. E para quem não acredita?
Para quem não acredita sobra sempre o pai natal, não é?
Secções: ,
publicado por Jorge A. às 00:52
link do post | comentar
Quarta-feira, 14 de Fevereiro de 2007

França

Diz o Pedro Arroja no Blasfémias:

A tradição cristã é uma tradição aberta à critica, frequentemente até ao insulto. [...] Os países que, na conjuntura actual, melhor representam estes activos da tradição cristã são, na minha opinião, países da Europa continental - e a França à frente de todos os outros. Por isso, eu sou um adepto de que a opinião pública internacional - e a europeia em particular -, se coloque fortemente por detrás da diplomacia e da política externa francesa. Porque, se o problema do Médio-Oriente fôr capaz de ter uma solução pacífica, e a ameaça nuclear sobre a humanidade puder ainda ser dissipada, a minha opinião é a de que a França será, muito provavelmente, o seu autor principal.
É essa mesma tradição de abertura à critica tão presente em França que leva ao surgimento do fenómeno Le Pen, à falta de apoio à globalização por parte da direita francesa, e à queima de carros todas as noites nos arredores de Paris por parte de marginalizados na sua maioria muçulmanos. Curioso será notar que Pedro Arroja também diz: "Pelo contrário, parece que na tradição judaica, quem ouse, vindo de fora, às vezes meramente invocar o seu nome - mais ainda se pretender questioná-la - corre o risco de ser recebido com uma barragem de acusações, invectivas e demonstrações de superioridade que tornam todo o diálogo impossível.". Demonstrações de superioridade que tornam todo o diálogo impossível, quase que julguei que estivesse a falar das demonstrações de superioridade moral que os franceses teimam em querer dar.
PS: e já agora, cada vez gosto mais do Carlos Abreu Amorim, um dos que mais põe em causa o estado geral de bovinidade.
Secções: , ,
publicado por Jorge A. às 01:02
link do post | comentar
Quarta-feira, 31 de Janeiro de 2007

Criacionismo vs Evolucionismo

An intelligent approach to intelligent design. Deste artigo de Michael Balter destaco:

At the end of the course, the students were invited to take a voluntary, anonymous survey about possible changes in their outlooks. The results, published in the November 2005 issue of the journal BioScience, found that 61 percent of students exposed to both creationism and evolution changed their outlooks, while only 21 percent of students exposed only to evolution did so — and nearly all of the changes were from the creationist to the evolutionist direction.

The instructor concluded that directly and respectfully engaging with students' beliefs, rather than ignoring them as most science teachers are forced to do, could be a more effective way to teach evolution.

The best way to teach the theory of evolution is to teach this contentious history. The most effective way to convince students that the theory is correct is to confront, not avoid, the continuing challenges to it.
O artigo fez-me relembrar de uma das discussões que mais gostei de acompanhar no Blasfémias. Como é normal, com o patrocinio do João Miranda:

Evolucionismo vs. Criacionismo: o estado do debate I
Evolucionismo vs. Criacionismo: o estado do debate II
Evolucionismo vs. Criacionismo: o estado do debate III
Evolucionismo vs. Criacionismo: o estado do debate IV
Evolucionismo vs. Criacionismo: o estado do debate V
Evolucionismo vs. Criacionismo: o estado do debate VI
publicado por Jorge A. às 21:42
link do post | comentar
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Mais sobre mim

Contacto

jorgeassuncao@europe.com

Subscrever feeds

Pesquisar neste blog

Links

Add to Technorati Favorites

Arquivos

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Secções

desporto(383)

politica nacional(373)

cinema(291)

economia(191)

música(136)

ténis(132)

humor(131)

futebol(130)

eleições eua(118)

estados unidos(115)

portugal(115)

blogs(109)

miúdas giras(93)

jornalismo(88)

politica internacional(87)

governo(79)

televisão(74)

blogosfera(69)

oscares(68)

pessoal(55)

todas as tags

blogs SAPO

 

Twingly BlogRank