Terça-feira, 8 de Setembro de 2009

Agora os pilotos

A companhia aérea TAP vai perder 10 milhões de euros devido à greve marcada pelos seus pilotos para os dias 24 e 25 de Setembro, revelou ao SOL fonte próxima da transportadora

 

Os pilotos da TAP, que devem ganhar bem acima do salário médio nacional, acharam por bem copiar os amigos da Groudforce. Nada melhor que uma greve no fim de semana das eleições legislativas.

publicado por Jorge Assunção às 21:42
link do post | comentar | ver comentários (3)
Sábado, 5 de Setembro de 2009

Eu reparei, mas tenho saudades

Repare-se no seguinte. O beto que estava no lugar de Canas como porta-voz do PS oficial desapareceu de cena. E deu lugar a S. Silva, o verdadeiro porta-voz e um profissional do "socretismo" e da propaganda. Com a proliferação de grupos no Facebook, desde o famoso "Libertem a empregada de Carolina Patrocinio" até ao não menos famosos "No dia 27, vamos todos correr com Sócrates?", ninguém quer criar um grupo a pedir o retorno rápido do famoso betinho Silveira?

publicado por Jorge Assunção às 02:51
link do post | comentar | ver comentários (1)

A ler

"O núcleo político do PS-governo mediu friamente as vantagens e os custos de tomar esta medida protofascista. E terá concluído que era pior para o PS-governo a manutenção do JN6ª do que o ónus de o ter mandado censurar. Trata-se de mais um gravíssimo atentado do PS de Sócrates contra a liberdade de informar e opinar." Por Eduardo Cintra Torres.

 

"Só um idiota acredita que a Prisa suspendeu o "Jornal Nacional" "por razões económicas relacionadas com uma reestruturação em curso". [...] Se não foram critérios económicos os que levaram a Prisa a acabar com o "Jornal Nacional", só podem ter sido critérios políticos. [...] Na noite em que venceu as eleições legislativas, Sócrates gritou: "Amigos e camaradas: conseguimos!". Pois conseguiram. De tanto o desejarem, conseguiram que a informação da TVI sucumbisse. Na melhor ou na pior altura? Na pior, é claro. Pelo menos para nós." Por Pedro Santos Guerreiro

 

Já agora, Eduardo Cintra Torres escreve no Público, outro dos jornais que foi identificado como jornalismo travestido, e Pedro Santos Guerreiro escreve no Jornal de Negócios, um que não segue a linha socrática como, por exemplo, o seu concorrente Diário Económico faz. Seria interessante avaliar a publicidade institucional, com origem em instituições governamentais, que uns e outros conseguem atrair em relação a outros meios de informação com os quais concorrem.

publicado por Jorge Assunção às 01:50
link do post | comentar

Em maior?

"O primeiro-ministro bem pode dizer que não teve interferência neste momento mas a interferência foi feita quando, no congresso do PS, elegeu Manuela Moura Guedes e José Manuel Fernandes [director do Público] como adversários principais", sublinhou. [...] O comendador político do PSD comparou o caso com o que sucedeu consigo em 2004, ao sair da TVI. "Aquilo que me sucedeu - e que foi uma insensatez - foi repetido em maior", disse.

 

Bem, se foi 'em maior', a avaliar pela reacção do Presidente da República de então e o actual não parece.

publicado por Jorge Assunção às 01:48
link do post | comentar
Sexta-feira, 4 de Setembro de 2009

O que ganha o governo com o afastamento de MMG

Não me parece que o governo tivesse como motivo impedir a divulgação de qualquer reportagem específica para esta sexta-feira, o que, dadas as repercussões do caso, dificilmente não deixará de ser divulgada. Parece-me antes que a motivação seria mais esta:

 

Dia 11 de Setembro, Manuela Moura Guedes não vai ter espaço de antena para colocar o processo Freeport na agenda noticiosa.

 

Dia 18 de Setembro, Manuela Moura Guedes não vai ter espaço de antena para colocar o processo Freeport na agenda noticiosa.

 

Dia 25 de Setembro, Manuela Moura Guedes não vai ter espaço de antena para colocar o processo Freeport na agenda noticiosa.

publicado por Jorge Assunção às 16:55
link do post | comentar | ver comentários (2)
Quinta-feira, 3 de Setembro de 2009

Comunicação social anti-Sócrates

1. O Sol perdeu a publicidade do BCP porque levantou e manteve o processo Freeport na agenda noticiosa.

 

2. A editora de política da TSF, Teresa Dias Mendes, zangou-se com o Sócrates e vai ficar sem o cargo.

 

3. Na TVI conseguiram mandar embora o Moniz e acabar com o Jornal Nacional da Manuela Moura Guedes.

 

4. E o Público vai sobrevivendo porque a família Azevedo é das poucas que não lambe as botas ao poder político.

publicado por Jorge Assunção às 22:47
link do post | comentar | ver comentários (3)

Asfixia democrática (II)

Jornal de Moura Guedes suspenso e direcção de informação demite-se

A decisão da administração de suspender o Jornal Nacional foi comunicada à direcção de informação e fundamentada por razões económicas, em consequência de uma reestruturação em curso.

A cambada de socretinos tem de ser corrida do poder e depressa.

Secções: ,
publicado por Jorge Assunção às 13:23
link do post | comentar | ver comentários (12)

Asfixia democrática (I)

Segundo a denúncia do conhecido advogado de Lisboa, e citando o jornal, “essas pessoas próximas do primeiro-ministro disseram-lhe que convinha ser moderado”, lembrando a ligação da Logoplaste à REN, refere o Jornal. Jorge Bleck defende, em declarações ao mesmo jornal, que “os agentes económicos não são livres porque, se opinam num determinado sentido, o negócio não vem”, considerando que, na origem desse facto, está o “excessivo peso do Estado na economia”.

 

Perceber o péssimo mandato de José Sócrates e dos socialistas, é perceber estas relações que se estabelecem entre os sectores da economia controlados pelo Estado e empresas privadas. Numa sociedade verdadeiramente livre, os empresários não podem recear vir a ser alvo de retaliação governamental por motivos políticos. Em Portugal, esse receio não é de agora e está intrinsecamente ligado ao peso do Estado na economia. Infelizmente, muitos dos que se dizem contra Sócrates e o estado a que chegou este país, teimam em não perceber (ou não querem perceber) que aos governos não pode ser dada tanta capacidade de intervenção na economia nacional. Não pretender fazer nada quanto a isso, é o primeiro passo para manter tudo como está.

Secções: ,
publicado por Jorge Assunção às 12:20
link do post | comentar | ver comentários (2)
Quarta-feira, 2 de Setembro de 2009

Dar cabo da TAP

"Qualquer negociador sabe que o grande problema de ceder a uma chantagem é o de que outros chantagistas aparecerão depois. A TAP cedeu numa ameaça de greve - já tem outra à perna. [...] O filme é bizarro: num dia, os trabalhadores da Groundforce exigem; noutro dia, a administração da empresa diz "não"; ao terceiro dia, o Governo diz "sim"; e ao quarto dia, a Parpública, que formalmente detém as acções da TAP, diz que a situação financeira da empresa "é crítica". Quem manda nesta empresa? Os chefes, os patrões ou os testas-de-ferro? A administração, o accionista ou a sociedade-veículo? Pelos vistos, nenhum: mandam os trabalhadores. [...] Para quem não percebeu, a TAP está em falência técnica. Ou recebe injecções de capital, público ou privado, ou pode mesmo passar a ser "Take Another Plane" que este já não voa. Para o evitar, a tutela tem de mudar o acrónimo para "Take Another Plan": mudem de plano."

 

Pedro Santos Guerreiro, no Jornal de Negócios, a afirmar o óbvio.

Secções: ,
publicado por Jorge Assunção às 13:17
link do post | comentar | ver comentários (3)
Segunda-feira, 31 de Agosto de 2009

É mesmo?

TAP tem uma “situação financeira crítica”. E continuará a ter enquanto os governos não permitirem que a gestão da TAP, seja ela pública ou privada, seja feita sem ter em conta interesses políticos. A empresa, entretanto, é um verdadeiro buraco para onde o dinheiro do contribuinte é atirado ao desbarato.

Secções: ,
publicado por Jorge Assunção às 15:36
link do post | comentar | ver comentários (8)
Domingo, 30 de Agosto de 2009

Incentivos

O contribuinte suporta: Mário Lino admite intervenção do Governo na greve da TAP. Aqui há uns dias, a notícia era esta: Presidente da TAP acusa sindicatos de fazerem política em ano eleitoral. Pois se o governo cede, porque raio não haviam os sindicatos de fazer greve? O contribuinte é que paga e cala-se. E a TAP e a Groundforce mantêm-se no vermelho.

publicado por Jorge Assunção às 10:54
link do post | comentar | ver comentários (16)
Segunda-feira, 13 de Julho de 2009

Só para Outubro

Teresa Dias Mendes, que deixará de fazer política na TSF, foi protagonista de um episódio durante a última campanha para as eleições europeias, em que o conteúdo de uma peça assinada pela jornalista não agradou ao primeiro-ministro. [...] O episódio levou a uma intervenção do gabinete de José Sócrates junto da direcção da TSF e a uma troca de palavras entre a jornalista e o próprio Sócrates num jantar de campanha em Viseu, uma semana antes das eleições. Segundo Paulo Baldaia, que frisa que as alterações partiram todas de “decisões da direcção”, nenhuma das mudanças terá efeito imediato: “Serão alterações para a nova grelha, só para Outubro.”

 

O "só para Outubro" é como que a justificar que esta substituição não terá qualquer efeito sobre a campanha para as legislativas e autárquicas, nem é motivada por elas. Ora, isso é falso, como todos percebemos a principal mensagem a retirar daqui é: se na próximas campanhas políticas chateares o zézinho, existirão consequências, mesmo que o efeito destas só se concretize lá para Outubro.

 

Não propriamente a propósito disto, mas associado, leiam o que se escreve no Risco Contínuo: A TSF e os socialistas

publicado por Jorge A. às 08:55
link do post | comentar | ver comentários (5)
Segunda-feira, 29 de Junho de 2009

Desconfiança

No estudo que o João Carvalho faz referência aqui, fora o título sensacionalista, existem algumas coisas interessantes a reter (com pena minha, não encontro o estudo disponível na net). Mas uma das conclusões a que chegam é que as instituições que geram maior desconfiança por parte dos portugueses são as instituições que nos governam. Quase 70% dos inquiridos revelaram pouca ou nenhuma confiança nessas mesmas instituições. Ora, se as instituições que nos governam são aquelas de quem mais desconfiamos, porque raio teimamos em insistir que é através do reforço do poder destas que podemos resolver a nossa situação?

publicado por Jorge A. às 19:09
link do post | comentar | ver comentários (13)
Sexta-feira, 26 de Junho de 2009

Na sombra

Portugal só evitou um procedimento por défices excessivos em 2008 através da utilização da receitas extraordinárias, realça a Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO), o grupo de apoio técnico à Comissão de Orçamento e Finanças, na análise ao relatório de orientação da política orçamental entregue recentemente aos deputados.

 

Este é o mesmo governo que dizia cobras e lagartos das receitas extraordinárias dos governos PSD. O mal de Ferreira Leite é que favorecia a transparência: dizia-nos claramente que usava receitas extraordinárias para cumprir o défice. Este governo trabalha na sombra. Há quem aprecie que assim seja.

publicado por Jorge A. às 12:45
link do post | comentar
Quinta-feira, 4 de Junho de 2009

Manobra de diversão

Mail de Abdool Vakil para Oliveira Costa revela critério de recrutamento de figuras socialistas

 

Bem pode Vital Moreira tentar associar o BPN ao PSD que isso é mera diversão, certamente incentivada pelas sondagens mais recentes que não lhe são muito favoráveis. A criação do banco tinha o cunho de muitas figuras ligadas ao PSD, daí não é de estranhar que também tentassem estabelecer ligação com figuras do PS. É o centrão a funcionar e a identificação partidária a dar cartas no mundo das empresas privadas que, em Portugal, sobrevivem à custa do Estado e das boas ligações com quem detém o poder.

publicado por Jorge A. às 18:46
link do post | comentar | ver comentários (5)
Quinta-feira, 14 de Maio de 2009

Quem paga?

A conclusão é óbvia: se a Cosec está a restringir os seguros à exportação, isso deve-se ao risco das operações em causa. Se o Estado quer ser ele a dizer quem se deve segurar e a que preço, isso significa mudar os critérios segundo os quais esse risco é avaliado. Ou seja, passa-se de risco empresarial para risco político. É uma boa solução para os empresários e uma excelente solução para os vendedores: quem quer estoirar o seu capital a segurar exportações com base em critérios políticos de avaliação do risco? Mas é uma péssima solução... (adivinhou, leitor) para os contribuintes. Tudo isto num Estado onde a dívida pública está quase nos 81,5% do PIB. Fantástico!

Secções: ,
publicado por Jorge A. às 13:17
link do post | comentar | ver comentários (4)
Segunda-feira, 11 de Maio de 2009

Insólita decisão

Não estivesse o Pinho envolvido nisto: Empresa apadrinhada por Sócrates e Pinho confirma perda de certificação solar. Segundo a notícia, a empresa reagiu "manifestando-se "surpreendida" com "tão insólita" decisão". Eu é que já não me surpreendo com nada.

Secções: ,
publicado por Jorge A. às 19:13
link do post | comentar | ver comentários (5)
Terça-feira, 5 de Maio de 2009

Maioria absoluta

Absolutamente vergonhoso: Paulo Rangel tem de "comer muita papa Maizena", afirma Manuel Pinho e Basílio Horta acusa Rangel de "ignorância e arrogância"

 

Paulo Rangel, para mal de alguns, revela-se um tipo bem acima da média. É natural por isso que ande muita gente incomodada. Suspeito que mesmo que não deixe mais nada, Ferreira Leite deixa um excelente político a um país que muito necessita deles. Quanto a Manuel Pinho não percebo como ainda é ministro e Basílio Horta, enquanto boy, limita-se a defender o job. Maioria absoluta? Como diria Medina Carreira, "com gente deste estilo nunca mais". Espero que o povo votante perceba isso.

publicado por Jorge A. às 19:44
link do post | comentar | ver comentários (1)
Segunda-feira, 4 de Maio de 2009

O Estranho Caso

Portugal está incluído na lista de países com casos de gripe A (H1N1). Esta noite, no programa “Prós e Contras”, a Ministra da Saúde, Ana Jorge, esclarece os portugueses sobre o vírus que está a vitimar pessoas por todo o mundo.

 

Da Ministra que era para estar presente, mas não esteve. Quem assiste às declarações que a senhora faz em público perceberá bem porquê. 

Secções: ,
publicado por Jorge A. às 23:41
link do post | comentar
Domingo, 26 de Abril de 2009

Socialistas

João Gomes Cravinho diz que Portugal não conseguirá atingir meta da UE de ajuda ao desenvolvimento. Pois é, no entanto, Sócrates anuncia intenção de reforçar tropas no Afeganistão.

 

Prioridades, que muito dizem sobre o actual governo que temos...

publicado por Jorge A. às 16:57
link do post | comentar | ver comentários (3)
Sexta-feira, 24 de Abril de 2009

Não há estudo que resista

Lembrem-se disto sempre que vos falarem em análises custo/beneficio no sector público: Novas estradas já levam derrapagem de mil milhões

Secções: ,
publicado por Jorge A. às 01:01
link do post | comentar | ver comentários (6)
Quarta-feira, 22 de Abril de 2009

12 anos

Governo vai estender a escolaridade obrigatória para 12 anos

 

De acordo com o primeiro-ministro “a qualificação dos portugueses é uma das prioridades” do Governo, que passa pelo “desenvolvimento do serviço público de educação”

 

Tenho as maiores dúvidas quanto aos efeitos desta medida. Não é forçando alunos (da idade a que necessariamente nos referimos no caso) a ficar nas escolas que se resolve qualquer problema (a questão a responder é porquê que eles, nos dias que correm, querem sair). O governo primeiro facilita, agora força - no que toca às estatisticas, terá certamente alguma repercusão. No que toca ao melhoramento dos jovens para a adaptação e aproveitamento no mercado de trabalho, fica tudo na mesma, isto para não dizer que piora. A propósito leia-se este post do João Carvalho.

Secções: ,
publicado por Jorge A. às 20:14
link do post | comentar | ver comentários (7)
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Mais sobre mim

Contacto

jorgeassuncao@europe.com

Subscrever feeds

Pesquisar neste blog

Links

Add to Technorati Favorites

Arquivos

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Secções

desporto(383)

politica nacional(373)

cinema(291)

economia(191)

música(136)

ténis(132)

humor(131)

futebol(130)

eleições eua(118)

estados unidos(115)

portugal(115)

blogs(109)

miúdas giras(93)

jornalismo(88)

politica internacional(87)

governo(79)

televisão(74)

blogosfera(69)

oscares(68)

pessoal(55)

todas as tags

blogs SAPO

 

Twingly BlogRank