Quarta-feira, 2 de Dezembro de 2009

Os resultados estão à vista

Ontem, o sujeitinho que ocupa o posto de primeiro-ministro deste país, teve a lata de afirmar, quando questionado sobre os números do desemprego - dos piores da União Europeia -, que o desemprego diminuiria com o crescimento económico, aquele que todas as instituições internacionais dizem que em Portugal será menor que na maioria dos países europeus. Disse mais, disse que as suas políticas são as adequadas e “só não vê quem não quer” até porque os “resultados estão à vista”. Desculpem, mas este sujeitinho, e uso este termo para não usar outros mais agressivos, anda a brincar com os portugueses. Mas até tem alguma razão, os resultados estão mesmo à vista e só não vê quem não quer, as políticas destes socialistas empurram o país para uma verdadeira catástrofe. Triste é que aquilo que muita gente não quer ver, a começar pelo sujeitinho com nome de filósofo, é sentido na pele por um número cada vez maior de portugueses.

publicado por Jorge Assunção às 10:30
link do post | comentar
Domingo, 29 de Novembro de 2009

Estágios para quem procura o primeiro emprego

Há quanto tempo é que os governos apresentam, a cada ano que passa, um programa de estágios na administração pública para quem procura o primeiro emprego? Não vou diminuir a importância de tais programas, pois é certo que a coisa terá muita procura e fará falta a muita gente. O que questiono é: já era tempo de isto deixar de ser noticia, não? É que no dia em que isto deixar de ser noticia, será sinal que o desemprego não é tão grande problema quanto foi durante esta década que está prestes a terminar. É que no dia em que isto deixar de ser notícia, será sinal que o governo deixou de centrar a sua governação em medidas temporárias de combate a um fenómeno gravissimo, mas antes arranjou medidas que resolvessem o problema do desemprego de vez. Mas porque será que suspeito que na próxima década continuaremos na mesma ladainha? É que os estágios atenuam um problema, mas resolvê-lo é que nada.

publicado por Jorge Assunção às 19:00
link do post | comentar | ver comentários (1)
Sexta-feira, 14 de Agosto de 2009

O pior já passou?

Não. O pior ainda está para vir: Portugal tem mais de meio milhão de desempregados. Depois do verão, esperemos que o número não pior drasticamente. E a retoma económica, infelizmente, por uma série de condicionantes, quando começar a verificar-se, dificilmente terá implicação imediata na redução da taxa de desemprego.

Secções: ,
publicado por Jorge Assunção às 14:28
link do post | comentar | ver comentários (5)
Quinta-feira, 23 de Julho de 2009

Europeu, português e algarvio

Cinco milhões de jovens sem emprego na União Europeia; Número de desempregados cresceu 28 por cento em Junho; Algarve tem em Junho o dobro de desempregados que tinha há um ano

 

E o que é que os políticos portugueses tem para apresentar de novo ao povo neste momento conturbado da história? Muito pouco ou nada. Repetem-se os cromos e as políticas. E as nossas auto-denominadas elites andam preocupadas em aparecer em claques de apoio a um ou outro candidato, denotando uma postura muito pouco critica sobre o estado do país e o desgoverno que tem sido a nossa sina nos tempos mais recentes (não me refiro só ao actual governo). Abel Mateus, no Jornal de Negócios, refere a "situação bastante séria, sem paralelo na economia portuguesa" que o próximo governo terá de enfrentar. A situação é séria, falta é aos políticos a seriedade para falar da situação como era sua obrigação. Aos políticos e às claques que por ai andam.

publicado por Jorge A. às 17:17
link do post | comentar | ver comentários (3)
Quinta-feira, 21 de Maio de 2009

Desemprego: Europa vs EUA

 

A ler: Unemployment: Do Europhiles Have Anything to Celebrate? Gosto particularmente do útlimo parágrafo: Unemployment is a terrible thing. It's not just a waste of resources. It also makes people miserable far more than an equivalent income loss. When you read the history of the Great Depression, it's hard not to notice another horrible cost: Unemployment undermines support for a free society by robbing ordinary people of their independence and self-respect. By this standard, the U.S. is temporarily doing poorly. But it won't last. In the U.S., unlike Europe, high unemployment is not a way of life.

Secções: ,
publicado por Jorge A. às 21:22
link do post | comentar | ver comentários (2)
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Mais sobre mim

Contacto

jorgeassuncao@europe.com

Subscrever feeds

Pesquisar neste blog

Links

Add to Technorati Favorites

Arquivos

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Secções

desporto(383)

politica nacional(373)

cinema(291)

economia(191)

música(136)

ténis(132)

humor(131)

futebol(130)

eleições eua(118)

estados unidos(115)

portugal(115)

blogs(109)

miúdas giras(93)

jornalismo(88)

politica internacional(87)

governo(79)

televisão(74)

blogosfera(69)

oscares(68)

pessoal(55)

todas as tags

blogs SAPO

 

Twingly BlogRank