2 comentários:
De António de Almeida a 27 de Novembro de 2009 às 16:51
Após tanto investimento público? Até ilhas artificiais construiram, deve haver algum engano, as dívidas são virtuosas, o investimento é o caminho certo para o crescimento económico, como diria um governante luso.
De Derrotista profissional a 29 de Novembro de 2009 às 18:23
Não sei se vem a propósito mas fez-me lembrar ver no canal Odisseia um destes príncipes do Golfo Pérsico, grande coleccionador de automóveis de luxo, dizer que os não vendia pois sendo da família real não ficaria bem o acto de vender. Ou seja que, O LABREGO, cujo avô vivia de mercadejar tâmaras, camelos e burros, agora é fino demais para vender carros.
P.S. Também lembro de ver, na EuroDisney , um destes gajos ataviados com aqueles trajes de lá, mais mulher e os filhotes, tentar passar alegremente à frente da enorme bicha para uma daquelas diversões. O tipo, levou logo uma lição d`égalité et fraternité claro! Mas julgou o quê o LABREGO? Que estava em PORTUGAL?

Comentar post