Quarta-feira, 18 de Novembro de 2009

Química

Gosto de ver o Ossos, na Fox. Como a promoção à série indica, a Dª. Brennan é o cérebro, associada à razão, o Special Agent Booth é o coração, associado à emoção - é, para simplificar, uma reencarnação da relação entre a Dana Scully e o Fox Mulder do X-Files. A série, como tantas outras do género, gira em torno de dois planos: um definido e de curta duração, que se prende com a história do episódio em causa, outro mais indefinido e que se estende ao longo dos vários episódios, e que se prende com as relações amorosas e sociais entre os vários protagonista da série. O desenvolvimento do segundo plano é aquilo que verdadeiramente cativa e permite o prolongar da série por várias temporadas. O primeiro plano, quando prestamos a devida atenção, é uma (quase) repetição de episódios anteriores.

 

É como no Dr. House: costumo assistir ao episódio que começa por volta das 19:20. Por vezes parece que a solução para a doença que afecta o personagem do episódio está prestes a ser descoberda. Olho para as horas: são 19:40. Então tenho a certeza que ainda não é desta e outra situação inesperada ocorrerá. Não fosse assim, por vezes rotineira, e talvez a série não durasse tanto tempo nos ecrãs.

Secções:
publicado por Jorge Assunção às 19:00
link do post | comentar
6 comentários:
De Ana Gabriela A. S. Fernandes a 18 de Novembro de 2009 às 21:32
Jorge
Engraçado, há 2 séries que acompanho agora, o Boston Legal e o Flashfoward. Na primeira, os diálogos são delirantes, excêntricos mesmo. Na segunda, o script está muito bem construído e as personagens são interessantes e complexas.
Já viste algum episódio?
De Jorge Assunção a 19 de Novembro de 2009 às 14:46
Flashfoward nunca vi e o Boston Legal vi uma ou duas vezes, as suficientes para concordar contigo. Pelo menos, os diálogos do personagem do James Spader com a do Williams Shatner eram excelentes.
De Daniel João Santos a 18 de Novembro de 2009 às 22:31
Gosto das duas séries, boas escolhas.
De Jorge Assunção a 19 de Novembro de 2009 às 14:48
E eu aprecio o teu bom gosto. :)
De António de Almeida a 19 de Novembro de 2009 às 12:17
Também acompanho essas duas séries, mais o dr House que Bones. Também gostei do Mental, mas a série que me prende há anos é Lost.
De Jorge Assunção a 19 de Novembro de 2009 às 14:54
O Mental nunca cheguei a assistir a qualquer episódio. Na Fox, para além dos eternos Simpsons (óptimo para assistir ainda quando decorre os jornais da noite e as notícias já são completamente desinteressantes), ando também a tentar acompanhar o Fringe. O Lost, vi com atenção até ao final da terceira temporada, depois perdi o fio à meada e o interesse desvaneceu: a série é, nesse aspecto, algo exigente. Neste momento prefiro séries tipo House e Bones, em que perder um episódio não é problemático para a compreensão da série.

Comentar post

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Mais sobre mim

Contacto

jorgeassuncao@europe.com

Subscrever feeds

Pesquisar neste blog

Links

Add to Technorati Favorites

Arquivos

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Secções

desporto(383)

politica nacional(373)

cinema(291)

economia(191)

música(136)

ténis(132)

humor(131)

futebol(130)

eleições eua(118)

estados unidos(115)

portugal(115)

blogs(109)

miúdas giras(93)

jornalismo(88)

politica internacional(87)

governo(79)

televisão(74)

blogosfera(69)

oscares(68)

pessoal(55)

todas as tags

blogs SAPO

 

Twingly BlogRank