6 comentários:
De Tiago Moreira Ramalho a 6 de Abril de 2009 às 20:26
Sinceramente não gosto muito do blogue dela, mas que a história é caricata, lá isso é!
De Jorge Assunção a 6 de Abril de 2009 às 20:48
É um blogue, em certa medida, mais intimista, mas eu gosto muito - é um blogue que me diverte, que foge aos blogues cinzentões que costumo frequentar.
De Daniel João Santos a 6 de Abril de 2009 às 21:13
tem dias... tem dias...
De Jorge Assunção a 7 de Abril de 2009 às 01:25
É certo. Há dias em que estou sem pachorra para actualizar o blogue, mas por respeito a quem me visita arranjo sempre uma ou outra coisa para cá meter. Mas se o saldo final, pelo menos para mim, não fosse de enorme prazer, podes ter a certeza que não blogava.
De Ana Gabriela A. S. Fernandes a 6 de Abril de 2009 às 23:56
Jorge, essa história é deliciosa, parece tirada de um filme do Capra...
Pensava eu que histórias assim, só no tempo do Robert Browning e da Elizabeth Barret...
De Jorge Assunção a 7 de Abril de 2009 às 01:30
Ana,

"Pensava eu que histórias assim, só no tempo do Robert Browning e da Elizabeth Barret..."

Ora ai está uma história que eu não conhecia.

Comentar post