Segunda-feira, 30 de Julho de 2007

Com 3 letrinhas apenas...

Ora bem, desta vez foi a gotinha a desafiar-me (parece que por mero acaso, dado que baseou os desafios numa breve consulta ao seu sitemeter - o que fez-me lembrar aqueles concursos do ao telefonema número 100 ganha... e eu ganhei umas quantas visitas para o meu sitemeter... thanks gotinha). Dado isto, era obrigado a responder. Devo dizer que tive dificuldade a decidir qual o livro - não gotinha, não estava a fugir às regras, mas os livros andam espalhados pela casa, e decidir qual é o mais próximo da posição geográfica da minha cadeira do computador foi tarefa árdua. Mas lá me decidi, por um que já li faz muito tempo, mas que se encontra guardado no móvel da sala mesmo aqui ao lado do personal computer (aka pc).

Ora, a 5ªfrase completa da página 161 do tal livro* reza assim: "Tudo nessa existência era banal e indiferente, mas havia pelo mundo uma inumerável quantidade de criaturas vergadas àquele modo de vida...".

* A Mãe, Máximo Gorki, editora Ulisseia, 5ªedição, Maio de 1967, tradução de Alexandre S.Kleist e capa de Sebastião Rodrigues.
Secções: ,
publicado por Jorge A. às 22:48
link do post | comentar
Domingo, 29 de Julho de 2007

Músicas que Marcam

This bed is on fire
With passionate love
The neighbours complain about the noises above
But she only comes when she’s on top

No video clip da música, a palavra "comes" foi substituida por "sings", mas não há nada como o original.

Secções:
publicado por Jorge A. às 18:07
link do post | comentar

Prioridade Nacional

Novo Hospital Central do Algarve pronto em 2012

O futuro hospital, localizado no complexo do Parque das Cidades, entre Faro e Loulé, terá uma lotação de 549 camas, mais 15 de cuidados paliativos, e será dotado de dez salas operatórias, 46 gabinetes para consulta externa e 43 postos de hospital de dia.
Em 2012 (a acreditar no que dizem) lá teremos um novo hospital para facer face às deficiências do actual hospital de Faro. Vem só oito anos atrasado em relação à construção da outra estrutura fundamental para a região: o Estádio do Algarve. Quando o estádio foi construido, muitos foram o que criticaram a sua construção - quanto mais não fosse, porque o Algarve (já na altura) não tinha equipas suficientemente competitivas para jogar na divisão superior do futebol nacional. Mas o projecto não podia parar - era benéfico para o turismo algarvio, diziam - e, diziam também, se não fosse para o futebol, seria usado como um espaço para outros eventos, nomeadamente para grandes concertos ao ar livre. A verdade é que passados 3 anos da construção do estádio, o mesmo não teve praticamente utilidade - e os poucos concertos lá realizados não tiveram tão grande assistência de espectadores quanto isso. Pelo contrário, o Algarve não parece necessitar de uma infraestrutura para concertos daquela dimensão e naquela localização - a comprová-lo, veja-se o exemplo do último concerto da Nelly Furtado - completamente esgotado - em Albufeira, no humilde estádio do Imortal.

Mas não se preocupem os algarvios, e os não algarvios, e os cofres do estado que tanto tem a agradecer ao Algarve e ao seu generoso contributo:

Sócrates e ministro da Economia apresentam dez novos hotéis no Algarve

Entre os vários projectos que vão ser apresentados está o Real Marina Hotel & SPA, em Olhão, uma unidade de cinco estrelas que vai contar com um investimento de 20 milhões de euros.

Este projecto, segundo o Governo, vai permitir a requalificação da zona nobre da cidade e vai criar mais de cem postos de trabalho directos. A abertura do hotel está prevista para 2009.

Hóteis para passar férias, é coisa que no Algarve, não faltará... já a saúde dos algarvios, tem de esperar até 2012.

Secções:
publicado por Jorge A. às 16:31
link do post | comentar

Confirma-se


O filme dos Simpsons é uma óptima maneira de passar uma hora e meia de diversão garantida a baixo custo. Vale a pena.

Quem fez as legendas do filme é que pecou pela falta de competência. A certa altura, conseguiu cometer o erro grosseiro de traduzir angry (irritado/a) por fome (hungry). Nada de novo, portanto.

Recomendo.
Secções:
publicado por Jorge A. às 00:13
link do post | comentar
Sexta-feira, 27 de Julho de 2007

Leitura de verão

Assisto à entrevista de Jaime Nogueira Pinto na SIC Noticias a propósito do seu livro António de Oliveira Salazar: O Outro Retrato. Devo dizer que, apesar de não ter nenhuma simpatia pela figura em causa, a mesma desperta em mim uma certa curiosidade - para não dizer uma enorme curiosidade. Quer pelo rumo que Salazar deu a Portugal, quer pela notória influência que o mesmo ainda tem nos hábitos actuais dos portugueses.

Certamente que uma outra visão de Salazar é bem vinda, para discutir o estado novo longe dos preconceitos criados na sociedade portuguesa. Curioso será, e nisso Jaime Nogueira Pinto tem a razão do seu lado, como boa parte desses preconceitos foram implementados na sociedade portuguesa por pessoas que simpatizavam com um regime tremendamente mais repressivo que o do estado novo. Curiosa foi também a reacção de Mário Crespo - um dos poucos jornalistas portugueses que verdadeiramente admiro, devo confessar - quando Jaime Nogueira Pinto referiu que muitos que criticavam o Tarrafal eram simpatizantes de regimes com campos de concentração piores. Mário Crespo lembrou-se do Cambodja - quando era óbvio que Nogueira Pinto referia-se aos Gulag na URSS. Um país tremendamente influenciado pela esquerda, é o que temos...
Secções: ,
publicado por Jorge A. às 21:30
link do post | comentar

Sessão Dupla no Fim de Semana


Já tive mais desejo de ver o Death Proof, agora, à partida que o fim de semana se aproxima, vou perdendo o apetite. Mas está na minha lista de prioridades. Por enquanto, faz parte do cartaz do fim de semana. Só não fará, se faltar a vontade para a sessão dupla. É que este fim de semana o filme prioritário no cartaz passou a ser outro:


Não me perguntem porquê - embora considere que seja por demais evidente - mas as cenas com o porco parecem-me geniais. E como vai saber bem um filme divertido para aliviar o stress da semana.

Secções:
publicado por Jorge A. às 01:06
link do post | comentar
Quinta-feira, 26 de Julho de 2007

"Campeonato Vergonhoso"

Só imagino o que diria o Carlos Abreu Amorim se o Apito Dourado envolvesse o presidente do Benfica. Mas isto, como se sabe, na última década só houve um campeonato vergonhoso: o que o Benfica ganhou. Nos restantes anos, foi tudo campeões justos e notáveis.

O CAA, continua, e diz a certo ponto que o Simão "deixou-se envolver naquela ilogicidade da 'lenda encarnada' cada vez mais impregnada de uma esquizofrenia arrepiante". A única ilogicidade da "lenda encarnada" e esquizofrenia arrepiante que eu vejo aqui é a ideia que grassa a cada campeonato que passa que o Benfica é levado ao colo pelas arbitragens, embora nos últimos 13 anos só tenha ganho um titulozinho.

Que os benfiquistas gostem do Benfica ao ponto de porem tudo o que ao Benfica diga respeito num pedestal - acho normal. Que o CAA faça o mesmo em relação ao seu FCP, e relativize a importância do processo do apito (como já o fez noutros seus posts) - também acho normal. Já o que não é muito normal é o ódio que nutre pela instituição Benfica e o que ela representa para os benfiquistas.

O CAA começa o post dizendo que tem "uma certa pena de Simão Sabrosa." Também eu tenho uma certa pena do caro Carlos Abreu. O homem é adepto do clube que a larga distância de todos os outros foi o mais vitorioso da última década do futebol português, mas mesmo assim ainda se irrita tanto com o Benfica. Tenho pena...

publicado por Jorge A. às 22:02
link do post | comentar

Jornais de futebol... e mesmo assim... maus... muito maus...

Um gajo consulta a imprensa desportiva (e não só) internacional à 00:30 de 26/07/2007, e o que encontra invariavelmente em destaque (como destaque entenda-se, a principal noticia presente no site à hora em causa). Ora, na Gazetta dello Sport (Itália): Choc al Tour: Rasmussen cacciato dalla sua squadra; na Marca (Espanha): Rasmussen, fuera del Tour; no Mundo Deportivo (Espanha): Rasmussen, fuera del Tour; na BBC Sport (Inglaterra): Leader Rasmussen kicked off Tour; no The New York Times (Estados Unidos): Tour Leader Is Kicked Out of the Race; no El Mundo (Espanha): Escándalo en el Tour: Rasmussen abandona a petición de su equipo; no El Pais (Espanha): El líder Rasmussen, excluido del Tour.

Vai então um gajo consultar a imprensa desportiva portuguesa. N'A Bola: Renteria emprestado ao Estrasburgo; no Record: Apito Dourado: Morgado conclui 56 inquéritos; e só n'O Jogo: Líder Rasmussen abandona a pedido da equipa Rabobank. E se repararem com atenção, de todos os links que surgem neste post para a noticia do afastamento de Rasmussen da volta a França, o link d'O Jogo é, de longe, o com menos informação. Mas efectivamente, o d'A Bola, é que é super importante. O Renteria foi emprestado ao Estrasburgo. Genial.
Secções: ,
publicado por Jorge A. às 00:28
link do post | comentar
Quarta-feira, 25 de Julho de 2007

O mais negro

Let no one mistake it: This was one of the blackest days in the 104-year history of the Tour de France.

Assim começa o artigo do IHT sobre o dia de hoje da volta a França. Um dos dias mais negros. Assim era porque Cristian Moreni, um ciclista da Cofidis, fora apanhado nas malhas do doping (mais um caso a somar a Vinokourov), e a sua equipa, tal como a Astana, havia abandonado o Tour. Para além disso, um grupo de ciclistas franceses e alemães recusou hoje participar na corrida - um claro sinal de descontentamento face à liderança de Rasmussen. Tal como escrevi no último post, não via nada assim desde 1998. Nesse ano, houve uma etapa feita a ritmo de passeio, em forma de desagrado com o que se passava. Mas na altura os ciclistas queixavam-se da perseguição sem limites que a organização do tour praticava contra os ciclistas, como se a acusação de doping pendesse sobre tudo e todos. Descobre-se hoje que, se a organização do tour pecou (bem, quem mais pecou foi a UCI, mas isso é uma história mais comprida), pecou por defeito. Passados nove anos sobre esse ano dramático - o de 1998 - o tour não teve um dos dias mais negros, mas sim o mais negro de toda a sua história.

Quando Samuel Abt, o repórter do Herald Tribune, escreveu o artigo, ainda não sabia que Michael Rasmussen, o camisola amarela e vencedor da etapa de hoje, iria a ser posto fora da corrida pela sua equipa - a Rabbobank. Parece que a alegada estadia no México como desculpa para a ausência dos dois controlos anti-doping a que fora convocado era mentira - o ciclista encontrava-se em Itália.

Para um desporto que vive da publicidade - são empresas que dão o nome à maior parte das equipas de ciclismo - estes escandalos só diminuirão a atractitividade do desporto. Gostava que o que sucede agora fosse um epílogo para o que veio à tona da água em 1998. Mas temo que tempos negros se avizinham para o ciclismo. Onde o doping não é a excepção, mas sim a regra.

Secções: ,
publicado por Jorge A. às 23:32
link do post | comentar
Terça-feira, 24 de Julho de 2007

Tristeza Profunda

Vinokourov dá positivo em controlo anti-doping

A equipa de ciclismo da Astana, que liderava colectivamente o Tour, decidiu abandonar esta tarde a Volta à França, na sequência do anúncio do controlo anti-doping do seu líder, o cazaque Alexander Vinokourov, que revelou a prática de uma transfusão sanguínea homóloga.

Tempos houve em que o ciclismo era o meu segundo desporto favorito - logo a seguir ao futebol. Em Portugal vibrava com os ataques de Joaquim Gomes na Serra da Estrela durante a volta a Portugal, enquanto na volta à França sempre preferi os trepadores - especialmente Richard Virenque ou Marco Pantani. Nem imaginam o quanto vibrei com a vitória em 1998 de Pantani sobre Ullrich na volta a França. Esse Tour - o de 1998 - teve a melhor etapa de ciclismo que eu alguma vez assisti, com uma vitória de etapa de Pantani na alta montanha em condições atmosféricas adversas e em que Ullrich ficou a mais de 8 minutos de distância.

Mas 1998 também marca o inicio do descalabro. Foi este o primeiro Tour marcado por escandalos de doping: o caso de doping da equipa Festina - escandalo esse que deixou três dos melhores ciclistas da altura, Virenque, Alex Zulle e Laurent Dufaux, de fora do tour de 1998. Não posso deixar de pensar que, já na altura, Pantani ganhou a volta a França e conseguiu fazer aquela etapa fantástica porque estava dopado - Pantani que viria a ser apanhado no ano a seguir nas malhas do doping.

Depois disso ainda acompanhei de perto as vitória de Armstrong. Mas a coisa já não era a mesma. A vitória de Roberto Heras na volta a Espanha, e o caso de doping que se lhe seguiu, bem como a vitória de Floyd Landis no último Tour, com todo o caso de doping que se lhe seguiu, retiraram quase todo o meu interesse pela modalidade.

Este ano voltei a dar uma espreitadela à coisa. Mas não está melhor. Vinokourov é apanhado nas teias do doping, e o camisola amarela actual, Michael Rasmussen, está suspenso pela federação dinamarquesa por ter faltado a dois controlos anti-doping seguidos.

Bjarne Riis disse à pouco tempo que tinha vencido o Tour de 1996 tendo recorrido a substâncias dopantes. Um verdadeiro exemplo de coragem. Temo, para tristeza minha, que não consiga acreditar que qualquer um dos vencedores do Tour nos últimos anos não estivesse dopado - inclusive Lance Armstrong. Dói-me ver o estado a que chegou a modalidade.

Secções: ,
publicado por Jorge A. às 21:27
link do post | comentar
Segunda-feira, 23 de Julho de 2007

Catástrofe

O que terá o caro Pedro Arroja a dizer sobre esta noticia?

publicado por Jorge A. às 12:20
link do post | comentar

Smoking Hot

Alessandra Ambrosio, 4 de Julho de 2007

Kate Hudson, 4 de Julho de 2006
Secções:
publicado por Jorge A. às 01:32
link do post | comentar
Domingo, 22 de Julho de 2007

Um país só para mim

Na rua onde moro - à qual já me referi aqui - cada um pensa que a rua é sua, e utiliza a estratégia que mais lhe convém na imposição das suas regras à rua de todos nós. O pequeno mini-mercado que ainda existia na minha rua vai fechar - em parte porque já não tinha muitos clientes, mas não só. Recentemente, a câmara municipal lembrou-se que para a proprietária fazer a venda das garrafas do gás - um dos poucos serviços prestados pelo mini-mercado que me era extremamente útil, e que já é feito à anos - a câmara tinha de receber uma generosa compensação financeira. Isto porque as garrafas, que ficam naturalmente no exterior do edificio, ocupam parte do espaço público. Muito bem.

Na minha rua houve um tempo em que os telefonemas anónimos para a GNR eram a norma para multar o carro do vizinho mal estacionado. Sim, também uma vez paguei uma multa referente a tal situação. Curiosamente a GNR vinha e multava especificamente o carro sobre o qual tinha sido apresentada queixa - na minha rua, mesmo assim, seria possível encontrar mais alguns carros mal estacionados e merecedores de multa. Mas a GNR vinha e só multava o carro sobre o qual tinha sido apresentada queixa. Os próprios policias queixavam-se que compreendiam que à falta de estacionamento, e que sobretudo no verão quando os carros no Algarve aumentam exponencialmente, tinha de existir alguma tolerância para com os estacionamentos, mas que tendo sido apresentada queixa, eram obrigados a agir. Nos últimos tempos, segundo a informação que consta, deixaram de responder às queixas vindas do(s) cidadão(s) da minha rua sobre veiculos mal estacionados.

Há uns tempos, outro vizinho meu lembrou-se que parte da via pública à frente da casa dele - do outro lado da rua repare-se - devia estar sempre desocupada de veiculos. Isto porque o homem tem uma garagem (que não é bem uma garagem, é mais uma invenção à boa moda portuguesa) e a mesma - dado ser uma invenção - exige muito espaço de manobra para o veiculo conseguir lá entrar. Vai daí, contactou a autoridade em causa, e garantiu que fosse pintado um traço amarelo em frente à sua garagem, do outro lado da rua, atente-se. Podem dizer-me que o homem terá razão. Afinal de contas reabilitou um espaço para garagem, e agora não o poderia usar. O problema é que o mesmo homem continua invariavelmente a deixar o seu veiculo fora da garagem. É assim.

Mas a última, e mais genial, foi a de outro vizinho - nem imaginam o quanto adoro os meus vizinhos. Decidiu também que o espaço em frente à casa dele é só dele - este não tem amigos junto à autoridade, logo, decidiu ser ele próprio a autoridade. Vai dai, pegou em duas estacas, demarcou o espaço em frente à sua casa, e colocou fita de sinalização a sinalizar que alí o espaço é reservado ao dono da casa. Genial.

A rua é de todos, mas há quem queira a rua só para eles - e a influência sobre a autoridade é o meio mais utilizado para garantir uma rua feita à imagem e semelhança da rua ideal de cada um. O país é de todos, mas há quem queira um país só para eles.
Secções:
publicado por Jorge A. às 11:38
link do post | comentar
Sexta-feira, 20 de Julho de 2007

Ir na corrente

To be in love is not the same as loving. You can be in love with a woman and still hate her.

O Ega inseriu-me numa daquelas correntes dos últimos cinco qualquer coisa e tal (até o maradona exigiu entrar numa, e o besugo acabou de entrar - curiosamente referindo-se de forma depreciativa a um dos últimos cinco livros que o Ega leu e gostou, e que eu já li faz muito tempo e adorei - opiniões).

Mas aqui vou eu à minha listinha (deixo de fora a parte culinária, se me permites caro Ega, ando a alimentar-me mal e não quer expôr os meus ilustres visitantes a tão fraca gastronomia). Seguindo para a lista dos últimos cinco livro (sem nenhuma ordem especial):

Sobre a Liberdade, John Stuart Mill - o caríssimo Engº Sócrates nunca o leu, ou tendo-o lido, não o percebeu...

Portas de Fogo, Steven Pressfield - leve, lê-se rapidamente, e vinha na sequência do filme 300...

Democracia na América, Alexis de Tocqueville - a ler (conta, não conta? decidi que contava porque figurava bem na lista), não estranhem quando começarem a surgir as citações...

Ubik, Philip K.Dick - sendo escrito pelo autor que proporcionou alguns dos melhores argumentos de ficção cientifica ao cinema, não desilude...

Os Irmão Karamazov, Fiodor Dostoievski - pode parecer exagerado, mas não o é, este livrinho apenas (e apenas é figura de estilo) vale mais (para mim) que toda a restante leitura junta. Não é leitura recomendada, devia ser obrigatória, bem como quase toda a obra do escritor russo - que para mim só encontra rival em Kafka.

Por mim a corrente fica por aqui, livre de ser apanhada por quem a quiser...
publicado por Jorge A. às 23:34
link do post | comentar

Sobre a Incapacidade

Negociações sobre futuro do Kosovo vão decorrer à margem da ONU

Os EUA e os seus aliados europeus decidiram hoje reenviar as discussões sobre o futuro estatuto do Kosovo para o grupo de contacto internacional que acompanha a questão, devido ao bloqueio imposto pela Rússia no Conselho de Segurança da ONU.

Enquanto a estrutura e o processo de tomada de decisões na ONU não for alterado, esta mostra-se totalmente incapaz de tomar posição sobre qualquer caso mais complexo, que envolva interesses antagónicos. Se não fosse a decisão norte-americana (com o apoio europeu) de entrar em guerra com a sérvia no Kosovo em 1999, o Kosovo hoje em dia não seria nada mais nada menos do que outro Darfur.

publicado por Jorge A. às 22:12
link do post | comentar

Ah!!!

Governo não irá permitir despedimentos por "razões políticas ou ideológicas"

José Sócrates disse hoje, no Parlamento, que o Governo “não está disponível para rever a Constituição e muito menos para que se permitam despedimentos por razões políticas ou ideológicas”, numa reacção às propostas das confederações patronais que, no entanto, já negaram ter defendido esse tipo de medidas.

Se o governo o diz, eu acredito. No fim de contas, o governo quer o monopólio do negócio...
Secções:
publicado por Jorge A. às 21:44
link do post | comentar
Terça-feira, 17 de Julho de 2007

Sobre a condução


Ufa!!!

Secções: ,
publicado por Jorge A. às 22:49
link do post | comentar

Coisas que não passam pela TV portuguesa

Argentine capital gets first snowfall in Buenos Aires since 1918

The snow followed a bitter cold snap in late May that saw subfreezing temperatures, the coldest in 40 years in Buenos Aires. That cold wave contributed to an energy crisis and 23 deaths from exposure.
É o aquecimento global, estúpido...
publicado por Jorge A. às 22:26
link do post | comentar
Segunda-feira, 16 de Julho de 2007

Recomenda-se

David Fincher é um dos realizadores que mais aprecio - não fosse do seu génio que filmes como Se7en, Fight Club e The Game sairam. Tal como Michael Bay, David Fincher iniciou a sua carreira na Propaganda Films, uma empresa virada para a produção de videos musicais e comerciais. Mas ao contrário de Bay, os filmes de Fincher vivem da história e de boas performances dos seus actores. Para além disso, ao contrário do espalhafatoso Bay, os filmes de Fincher vivem de ambientes escuros e jogos psicológicos.

A esse respeito, o seu último filme, Zodiac, não destoa. Um filme baseado em factos reais ocorridos na Califórnia, onde um serial killer que se auto-denominava Zodiac atacou durantes os anos 60 e 70. Fincher sente-se confortável no tema, e leva-nos a nós, espectatores, a acompanhar o desenrolar da investigação ao longo dos 158 minutos do filme.

Talvez por ser um filme baseado em factos reais, o filme não atinge a dimensão dos seus outros três filmes que refiro neste post. No fim, fica a sensação de que ficou a faltar qualquer coisa. Mas talvez seja essa mesmo a única verdade da vida - falta sempre qualquer coisa - e não há argumentos perfeitos como, por exemplo, o de Se7en.
Secções:
publicado por Jorge A. às 01:11
link do post | comentar
Domingo, 15 de Julho de 2007

Coisas que são realmente importantes para as minhas férias

Euros to 1 USD
publicado por Jorge A. às 22:49
link do post | comentar

Câmara Municipal de Lisboa

Votaram cerca de 86 mil pessoas a menos nesta eleição do que na última. António Costa só obtém 6 mandatos. O CDS não obtém um único mandato, e na capital vale pouco mais que dois PCPT/MRPP's. Marques Mendes sempre antecipa as directas, tal como Marcelo Rebelo de Sousa havia previsto - julgo que segue a estratégia mais correcta. Mas a pergunta que realmente interessa ser respondida é com quem António Costa vai coligar-se para liderar a câmara. Julgo que as eleições foram antecipadas por culpa da má gestão de Carmona Rodrigues, se António Costa agora coligar-se com este, para que terão servido estas eleições?
Secções:
publicado por Jorge A. às 21:51
link do post | comentar

Sobre a Revolução Francesa

"I cannot [...] give praise or blame to anything which relates to human actions, and human concerns, on a simple view of the object, as it stands stripped of every relation, in all the nakedness and solitude of metaphysical abstraction. Circumstances [...] are what render every civil and political scheme beneficial or noxious to mankind. Abstractedly speaking, government, as well as liberty, is good; yet could I, in common sense, ten years ago, have felicitated France on her enjoyment of a government (for she then had a government) without inquiring what the nature of that government was? [...] Can I now congratulate the same nation upon its freedom? Is it because liberty in the abstract may be classed amongst the blessings of mankind, that I am seriously to felicitate a madman, who has escaped from the protecting restraint and wholesome darkness of his cell, on his restoration to the enjoyment of light and liberty? [...] I should, therefore, suspend my congratulations on the new liberty of France until I was informed how it had been combined with government, with public force, with the discipline and obedience of armies, with the collection of an effective and well-distributed revenue, with morality and religion, with the solidity of property, with peace and order, with civil and social manners. All these (in their way) are good things, too, and without them liberty is not a benefit whilst it lasts, and is not likely to continue long."

la Terreur

Sobre o assunto, os textos de Pedro Arroja e do Rui A. são uma delicia, por ordem: I, II, III, IV, V, VI. Uma espreitadela a este post também não fica mal.

Secções:
publicado por Jorge A. às 14:08
link do post | comentar
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Mais sobre mim

Contacto

jorgeassuncao@europe.com

Subscrever feeds

Pesquisar neste blog

Links

Add to Technorati Favorites

Arquivos

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Secções

desporto(383)

politica nacional(373)

cinema(291)

economia(191)

música(136)

ténis(132)

humor(131)

futebol(130)

eleições eua(118)

estados unidos(115)

portugal(115)

blogs(109)

miúdas giras(93)

jornalismo(88)

politica internacional(87)

governo(79)

televisão(74)

blogosfera(69)

oscares(68)

pessoal(55)

todas as tags

blogs SAPO

 

Twingly BlogRank