Quinta-feira, 31 de Maio de 2007

Visitas ao Cinema

(Fonte: The Economist)

Os indianos no entanto, que não constam no top dos países com mais visitas per capita à sala de cinema, foram os que mais visitas geraram às salas de cinema: 1,6 biliões de espectadores. Os 5 paises que lideram tem todos como lingua materna o inglês, e o Reino Unido, curiosamente, aparece apenas em 8ºlugar. Em 6º fica a Espanha e em 7º a França - dois dos poucos países europeus (de lingua oficial não inglesa) que conseguem ter de certa forma uma indústria cinematográfica forte, e que portanto, apresentam alternativas cinematográficas faladas na lingua materna do país em causa. Não me parece, portanto, que esta liderança por parte dos english speakers se deva a uma maior apetência destes pelo cinema, mas tão somente, pelo facto do cinema mundial estar dominado por filmes falados em inglês. Se ao menos em Portugal se fizessem mais Crimes do Padre Amaro*... mas dizem que é um trauma pelo cinema dito comercial.

*não fui ver e não gostei do que vi (na SIC em formato telefilme) do Crime do Padre Amaro
Secções:
publicado por Jorge A. às 21:30
link do post | comentar

Ler os indicadores


You can measure it, but can you understand it?
The index will run into some flak. A country that applied the simple Roman maxim—“if you want peace, prepare for war”—would score badly. By unconditionally endorsing low military budgets and marking down high ones, the index may seem to give heart to freeloaders: countries that enjoy peace precisely because others (often America) care for their defence. Indeed, one of the ideas behind NATO and several other security pacts is that America's protection limits the need for medium-sized powers to be big military players in their own right.
Israel ficou em 119º lugar e os Estados Unidos em 96º. Portugal ficou num maravilhoso 9º lugar - e se há factor onde, por exemplo, o Algarve se destaca das restantes regiões de turismo mundiais é nessa, na segurança. Mas uma das melhores coisas que os europeus conseguiram alcançar foi isso mesmo, uma europa segura - em total paz - muito à custa do contribuinte americano. Convém recordar, porque nos dias de hoje há muitos que se esquecerem desse pequeno detalhe.
publicado por Jorge A. às 21:00
link do post | comentar
Quarta-feira, 30 de Maio de 2007

Arte

A Rapariga do Brinco de Pérola

Johannes Vermeer atingiu a fama em 1866 por causa da publicação de um artigo do crítico Thoré Bürger. A particularidade é que Vermeer morreu em 1675.

Quando O Bom, o Mau e o Vilão estreou, o público recebeu-o de braços abertos, a crítica nem por isso. Afinal de contas era um western spaghetti. Robert Ebert nota que tinha "described a four-star movie but only gave it three stars, perhaps because it was a 'spaghetti western' and so could not be art".

As peças musicais mais importantes de Franz Schubert não foram impressas logo após a sua morte (1828), por serem consideradas um desperdício de papel. Só em 1867 com a recuperação de parte do seu trabalho por Sir George Grove e Sir Arthur Sullivan é que o trabalho de Schubert voltou a ganhar notoriedade.

Qualquer coincidência entre este texto e a informação contida nas entradas da Wikipédia não é pura coincidência.
Secções: , , ,
publicado por Jorge A. às 00:01
link do post | comentar
Terça-feira, 29 de Maio de 2007

Selecção Musical

É já alí, no lado direito do ecrâ... para começar uma mistura explosiva de Mozart com Nelly Furtado, passando pelo tema principal do Million Dollar Baby - um filme feito para deliciar-me a mim, ao público e aos criticos - e o tema principal do Piratas das Caraíbas - um filme feito para deliciar-me a mim, ao público, mas não aos criticos...
Secções:
publicado por Jorge A. às 23:32
link do post | comentar

Captain Swann

Não concordando com a opinião de Luis Miguel Oliveira, um dos criticos de serviço do Público, que atribui uma mísera estrela em cinco possíveis ao terceiro filme da saga Piratas das Caraibas, num ponto estou totalmente de acordo: Keira Knightley é um must see na pele de Elizabeth Swann. De resto, Johnny Depp é um actor genial, mas cuja genialidade foi decrescendo a cada um dos filmes da saga. E Orlando Bloom é um tipo simpático, mas que não me convence. E como é normal neste tipo de filmes, gosto da discrepância entre criticos e público - no cinecartaz o público dá-lhe 4,5 estrelas, os criticos dão-lhe uma ou duas estrelas. Melhor ainda é a discrepância entre a votação no IMDB - 7,6 em 10, com cerca de 26 mil votos - enquanto no Rotten Tomatoes tem uns míseros 47%. Sabem que sou da opinião de que os criticos valorizam tanto a sétima arte, que a páginas tantas já não aceitam que um tipo gaste balúrdios na elaboração de um filme cujo único propósito é tão somente entreter. Tudo o que não tenha um nível cultural do ex-programa de Carlos Pinto Coelho, Assim Acontece, é imediatamente posto de lado... no fim, o nível torna-se tão elevado, que confunde-se o Quem Quer Ser Milionário com o Preço Certo em Euros - e agora fui eu que acabei por fazer um juízo de valor sobre a qualidade de dois programas de entretenimento. ;)

PS: o meu filme favorito de piratas continua a ser este.
Secções:
publicado por Jorge A. às 22:03
link do post | comentar
Segunda-feira, 28 de Maio de 2007

Números são números

O tipo da FENPROF diz que a taxa de desemprego dos licenciados é 3 vezes superior à taxa de desemprego dos não licenciados. A debitar a cassete comete uma gaffe tremenda. O ministro aproveita. Remeto todos os que não conhecem os números para este post. Carvalho da Silva sai em defesa do colega e joga com os números, diz também que não cai em casca de banana, já o tipo da FENPROF não pode dizer o mesmo...
publicado por Jorge A. às 23:30
link do post | comentar

Ora toma...

O primeiro tipo a falar que representa o patronato queixa-se do Estado - não lhe dá as obras que ele quer. Vejam bem, a construção cívil anda a viver dos privados, onde é que isto já se viu - até era bom que assim fosse, mas por experiência própria não me parece que a realidade vá a favor desta opinião... E no fim ainda começa a queixar-se da globalização. Entre o Carvalho da Silva e este tipo já não sei não... tenho de começar a pensar é em imigrar.
publicado por Jorge A. às 23:18
link do post | comentar

Anda... anda...

Oiço Carvalho da Silva no Prós e Contras... diz que Portugal é o país com maior diferencial entre os mais ricos e os mais pobres da Europa. Entre os 20% mais ricos e os 20% mais pobres, anda, anda, o país com melhor situação mundial é a Coreia do Norte - são todos pobres, ou são todos ricos, sei lá, é que esta forma de avaliação relativa da pobreza é um conceito que não me entra na cabeça.

Custa assim tanto recorrer a métodos de avaliação da riqueza absolutos... é que basta o PIB per capita português para perceber que somos dos piores colocados da Europa. Mas não, é preciso recorrer ao fosso entre os 20% com maior rendimento e os 20% com menor rendimento - há sempre que dar a ilusão de que isto é uma batalha entre uns e outros. E já meteu a palavra neoliberal ao barulho... este homem não pára.
Secções:
publicado por Jorge A. às 23:05
link do post | comentar

Tigre Luso


War over tax cuts widens in Europe
A tax-cut war is spreading across Europe as leaders of the Continent's biggest economies give up criticizing smaller neighbors for cutting business-tax rates and decide to join them instead.

"Corporate tax has been an important part of the story in strengthening growth, balances of payments, fiscal performance and currencies" in Eastern Europe, said Philip Poole, head of emerging-markets research at HSBC in London.

Now, falling budget deficits are making it easier for Sarkozy and other leaders to join the tax-cutting competition. JPMorgan Chase forecasts the budget shortfall in the 13 nations that share the euro will shrink to 1 percent of gross domestic product this year from 2.5 percent in 2005.

Supporters of lower corporate taxes point to the success of Ireland, whose 12.5 percent rate, the lowest in the developed world, is down from 47 percent in 1988. That proved a magnet for such U.S.-based technology companies as Microsoft, Intel and Dell and helped Ireland's economy grow more than three times the rate of the euro area in the past decade, while still running a budget surplus in nine of the 10 years.

Taxes are also only one factor companies consider when deciding where to locate. Employment regulations, work force skills, wage levels and infrastructure are also decisive.
Portugal dificilmente compete com os países de leste nos últimos quatro vectores apresentados como decisivos na escolha da localização para as empresas. E a mudança de paradigma em qualquer destes vectores dificilmente conseguirá ser atingida no curto prazo. Nem a muito custo teremos um mercado de trabalho mais flexível que o mercado de trabalho dos países de leste, e ainda mais dificilmente (porque a formação de uma pessoa demora anos) formaremos pessoas em número suficiente para nos cotarmos como um país predominantemente de mão de obra qualificada. Resta-nos a solução da redução da taxa de imposto. Mas passados tantos anos do fim da ditadura de Salazar e do lema do "orgulhosamente sós", o mesmo parece continuar a imperar.

Com os olhos da esquerda postos nos exemplos nórdicos - que apesar de tudo também tem vindo a diminuir a carga fiscal - como exemplos de países com elevada qualidade de vida apesar de uma carga fiscal acentuada, e com o centrão que nos governa cheio de medo de perder as receitas a que o monstro estatal já está habituado, o país parece não querer caminhar para a frente. Fazemos figura na Europa, adoptando uma postura fiscal semelhante à das grandes potencias europeias, que por razão da sua grandeza tem uma força que nós não temos. Queremos competir num campeonato que não é o nosso, e ao fim e ao cabo ficamos sem nada. Nem somos melhores do que aqueles com quem gostávamos de competir, e contra aqueles com quem deviamos competir - mas que tão ousadamente evitamos - há muito que levamos uma goleada.

E a mesma esqueda que simula e finge não perceber, há muito que percebeu o que se passa. Eles são os primeiros - por força do medo que sentem - a perceber o caminho que isto leva. E ao contrário de enfrentarem-no de frente, evitam-no e bradam aos céus contra a concorrência fiscal e anseiam por normas que regulamentem até que ponto um país soberano pode descer os seus impostos.

Já agora, se eu podesse, também votava no tigre celta. E um tigre luso, está longe de ser possível com o caminho que isto leva.

Third time, lucky

Three times in a decade, Ireland’s “Teflon” taoiseach (prime minister) has led his party to a stunning victory. On June 14th, he is expected to be re-elected as taoiseach for a third successive term too.

In the end this vote for the status quo was a vote for the Celtic Tiger, and against any change that might threaten its survival.
Secções: , ,
publicado por Jorge A. às 22:12
link do post | comentar

Assistências II

A pedido do preto, aqui ficam as contas para o nível de assistência média dos jogos dos 3 grandes nos jogos fora. Ora, como seria de esperar, o clube mais nacional de todos lidera. Mesmo com os jogos no estádio da Luz a puxarem a estatistica do Sporting e do Porto para cima, este ficam com uma assistência média que equivale a 83% da assistência média do glorioso.
Já quando são eliminados os jogos nos estádios dos 3 grandes, a média do Porto baixa para 68% da assistência média dos jogos do glorioso, e a do Sporting baixa para 66%. Esta posta também é dedicada ao caro Ega e ao caro Júlio Silva Cunha. E para já, vou deixar esta coisa dos números do futebol de parte, porque os números desta época que verdadeiramente contam são estes... e aqui, para o glorioso, nada de bom há a dizer.

Leitura complementar: Audiências e Assistências.
Secções:
publicado por Jorge A. às 13:26
link do post | comentar
Domingo, 27 de Maio de 2007

Para acabar com o Mito

Como se pode verificar nas reacções a este post, ainda há quem tenha o mito de que os adeptos do Benfica são 6 milhões... ora, nada mais errado:

Em Portugal somos só 4 751 320.

Secções:
publicado por Jorge A. às 17:36
link do post | comentar

Assistências

O glorioso quedou-se como o clube com maior assistência média no campeonato português -apesar de um catastrófico jogo com 26084 pessoas. O campeão, mesmo liderando o campeonato durante praticamente 30 jornadas, quedou-se pela segunda posição na tabela. E o clube de verde ficou num terceiro lugar, muito aquém dos outros dois concorrentes. Curioso, mas como é hábito, o jogo com mais assistência quer do Sporting, quer do Porto, foi o jogo contra o glorioso. Já agora, e só por curiosidade, aqui fica também a tabela, caso o limite máximo de assistência de cada um dos clubes correspondesse ao máximo de assistência que o menor dos 3 estádios (neste caso o de Alvalade) consegue receber:

Vá lá, neste caso o campeão até é o que teve maior assistência. Agora o que eu gostava mesmo de fazer era a análise à receita média por jogo dos três grandes. É que um benfiquista para ir ao estádio tem de valorizar em muito o jogo de futebol do seu clube ao vivo - pelo menos, muito mais do que valoriza um dragão ou um leão.

Secções:
publicado por Jorge A. às 01:23
link do post | comentar
Sábado, 26 de Maio de 2007

Braço Direito de Portas

“Em Portugal uma concepção liberal seria uma catástrofe social”

Porque é que um liberal há vinte anos sente que hoje o liberalismo já não é solução?
Porque o mundo mudou. Hoje há um fenómeno de globalização completamente incontornável e houve fenómenos que vão ao arrepio daquilo que se pensava que pudesse ser a evolução da sociedade. Hoje há mais ricos e há mais pobres. Há um fosso maior entre ricos e pobres, entre países ricos e pobres. Há uma ideologização do sucesso pelo sucesso, de que o dinheiro é o único valor, coisas com as quais eu não posso concordar.

Normalmente quem diz isso é quem teve sucesso e tem dinheiro…
Normalmente quem tem este discurso é a esquerda. Eu ouvi Mário Soares dizer isto no discurso dos 34 anos do PS – que não se podia rever numa sociedade assim em que o dinheiro é que comanda e motiva as pessoas. Eu concordo com ele.

O PSD está de pernas para o ar, e o CDS-PP está num completo delirio. Bem podem os Pinhos, os Linos e os Almeida Santos deste país dizerem o que bem lhes apetece, que o governo manterá a maioria absoluta.

Leitura recomendada:
Uma figura de esquerda
Fala quem sabe…
Ai, os ricos cada vez mais ricos, e os pobres cada vez mais pobres…
O número dois
Nado morto
Luís Nobre Guedes e o triste estado do CDS-PP
"Catástrofe" é a direita macaquear a esquerda

publicado por Jorge A. às 19:58
link do post | comentar

17% Comunista. E esta, hein!?

You scored as Anarchism, Imunimaginative's Deviantart Page

Anarchism

100%

Democrat

67%

Republican

50%

Green

42%

Socialist

25%

Communism

17%

Nazi

8%

Fascism

0%

What Political Party Do Your Beliefs Put You In?
created with QuizFarm.com</td></tr>

Via: O Banqueiro Anarquista

E o que dizer do 100% anarquista. Apesar da limitação deste tipo de inquéritos... tem a sua graça.

Secções:
publicado por Jorge A. às 17:22
link do post | comentar

Ticket's End


Eu bem queria ir ver o filme. Mas mesmo com 6 sessões programadas no Algarve Shopping para esta noite de sábado, a lotação já está esgotada - e conta-me, quem me ia comprar o bilhete, que há uma enorme fila junto à bilheteira. Pelas reacções, acho que está encontrado o blockbuster do verão. Entre o Spider Man 3 e o Pirates of Caribbean: at World's End, o segundo leva clara vantagem.
Secções:
publicado por Jorge A. às 16:09
link do post | comentar

God Bless Beyonce

Vem isto a propósito deste post.

Secções:
publicado por Jorge A. às 12:39
link do post | comentar

Audiências

Fonte: marktest.
O glorioso não aceita audiências abaixo de 15%, coisas como 11,3% e 11,5% seriam uma catástrofe.
Secções: ,
publicado por Jorge A. às 00:29
link do post | comentar
Sexta-feira, 25 de Maio de 2007

Kalashnikov

Warriors of the Hezbollah



Time to Kill
Israel
Allah's Will
Hiding in South Lebanon
With the help of Iran
Destroy the Jew
Bastards Sons of Abraham

A bomba de m*rda promete tornar-se um clássico... verdadeiramente Radical.
Secções:
publicado por Jorge A. às 22:19
link do post | comentar

À Falta de um Motor de Busca Europeu

EU asks Google to explain data retention policies

In the latest example of a U.S. technology giant potentially being called on the carpet in Europe, Google has been warned that it may be violating European Union privacy laws by storing data on its users for up to two years.

Any EU effort to impose limits on Google, which as a U.S.-based firm operates under U.S. law, would be the latest in a series of increasingly aggressive actions taken by European policymakers to reign in global technology companies.
Google described the committee's request as reasonable. It noted that the company itself raised the issue with EU officials in March by announcing that it was shortening the retention of customer data, which had previously been unlimited, to up to two years. Other large search engines like Yahoo and MSN Search have not disclosed how long they keep data on users.

"There can be reasonable arguments for and against keeping server logs for this length of time," said Peter Fleischer, Google's global privacy counsel. "But we believe that between 18 and 24 months is a reasonable length of time to balance privacy issues with business concerns."

In a letter to be sent to the EU panel, Google will argue that the retention periods are necessary to ward off hackers and prevent Internet advertising fraud, and to improve Google's search algorithm, Fleischer said.
Imagine-se que a União Europeia decide que a politica de privacidade da Google não está conforme a lei europeia e a Google recusa tomar medidas, o que pode a UE fazer? Proibe o acesso ao servidor da Google por parte dos internautas europeus? Multa a Google? Como?!?! Em que base?

Um qualquer comité europeu age como se fossemos a União das Repúblicas Socialistas Europeias e procura pressionar a Google tal como os chineses fizeram. Na China lá conseguiram que a Google limitasse o resultado das pesquisas à vontade do regime. Na Europa, não tarda estaremos a exigir o mesmo.

Para mim, é mais dor de cotovelo porque até a vontade das mais forte nações - com projectos falhados tipo Quaero, o suposto super motor de busca europeu - perdem para a inteligência, criatividade e iniciativa de dois tipos que criaram um projecto milionário a partir de um computador numa cave - sem qualquer tipo de ajuda do estado norte-americano.

Se a Europa apresentasse alternativas à criatividade e dinâmica empresarial do sector tecnológico americano estariamos melhor servidos. Por enquanto, parece que há muito que decidimos deixar de nos preocupar em fomentar a iniciativa empresarial na Europa - e procuramos tomar medidas contra as iniciativas dos outros.

Tomamos medidas contra aqueles que tem maior sucesso - não é por acaso que a Google é a primeira a ser ouvida - teve o "azar" de ter o motor de buscas mais utilizado. A inveja com o sucesso dos outros e a apatia para com a nossa incapacidade de termos sucesso é um dos males que atormenta a Europa.
publicado por Jorge A. às 20:19
link do post | comentar
Quinta-feira, 24 de Maio de 2007

The Good, the Bad and the Ugly



O Bom
Image Hosted by ImageShack.us

O Mau
Image Hosted by ImageShack.us

E o Vilão
Image Hosted by ImageShack.us

Secções: ,
publicado por Jorge A. às 22:09
link do post | comentar

Do deserto à ponte dinamitada

Almeida Santos invoca possível atentado terrorista para justificar aeroporto na margem norte

"Um aeroporto na margem sul tem um defeito: precisa de pontes. Suponham que uma ponte é dinamitada? Quem quiser criar um grande problema em Portugal, em termos de aviação internacional, desliga o norte do sul do país"

Ministro das Obras Públicas: margem Sul é “um deserto” e não serve para o aeroporto

"Na margem sul não há cidades, não há gente, não há hospitais, nem hotéis nem comércio", disse o governante, acrescentando que, de acordo com um estudo recente, "seria necessário deslocar milhões de pessoas" para essa zona para justificar a construção do novo aeroporto.

Isto é de andarem a visionar demasiado O Bom, o Mau e o Vilão:

Leitura recomendada:
Postais da Margem Sul (1)
Postais da Margem Sul (2)
Vida na Margem Sul
A Quinta Lei da Termodinamica

publicado por Jorge A. às 21:46
link do post | comentar
Quarta-feira, 23 de Maio de 2007

Looking for a good discussion

Secções: ,
publicado por Jorge A. às 22:26
link do post | comentar
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Mais sobre mim

Contacto

jorgeassuncao@europe.com

Subscrever feeds

Pesquisar neste blog

Links

Add to Technorati Favorites

Arquivos

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Secções

desporto(383)

politica nacional(373)

cinema(291)

economia(191)

música(136)

ténis(132)

humor(131)

futebol(130)

eleições eua(118)

estados unidos(115)

portugal(115)

blogs(109)

miúdas giras(93)

jornalismo(88)

politica internacional(87)

governo(79)

televisão(74)

blogosfera(69)

oscares(68)

pessoal(55)

todas as tags

blogs SAPO

 

Twingly BlogRank